Infográfico

A história do consórcio como economia colaborativa

Saiba como o consórcio foi um dos serviços pioneiros da economia colaborativa

A Historia Do Consorcio Como Economia Colaborativa

1. O que é consórcio?

- É uma forma de poupança e aquisição de bens baseada na união de pessoas físicas e/ou jurídicas.
- Nele, um grupo se une com um objetivo comum (adquirir imóveis, veículos ou serviços, como viagens).
- O consórcio usa a colaboração para que todos os envolvidos alcancem juntos um objetivo.

2. Principais características de um consórcio

- Primeiro você escolhe o valor do bem que deseja adquirir.
- Depois deve pagar as parcelas mensalmente até a data do vencimento (essa é a condição básica para a participação nas assembleias).
- As assembleias são reuniões que sorteiam o contemplado do mês (pessoa que vai receber a carta de crédito).

3. A essência colaborativa do consórcio

- Ele é uma espécie de compra baseada na coletividade, em que todos os participantes pagam um valor mensal.
- A soma desses pagamentos mensais possibilita que, a cada mês, um dos participantes receba o crédito para adquirir o bem escolhido previamente.
- O consórcio não é centralizado, mas sim compartilhado.

4. Como a economia colaborativa mudou o mercado

- Social: desejo de comunidade e abordagem mais altruísta.
- Econômico: aumento da flexibilidade financeira.
- Tecnológico: beneficiado por sistemas de pagamento, dispositivos e plataformas móveis.

5. As mudanças que a economia colaborativa trouxe para as empresas

- US$ 15 bilhões de receita anual vinda de empresas que adotaram o modelo.
- Redução de custos no lançamento de produtos e serviços.
- Abandono da velha fórmula de preço, praça, produto e promoção.

6. Conclusão: o que esperar daqui para frente?

- US$ 335 bilhões de receita anual esperada para 2025.
- 1 a cada 5 brasileiros já ouviu falar da economia colaborativa.
- O modelo deve expandir cada vez mais, já que está diretamente ligado ao crescimento da internet, das redes sociais e dos dispositivos móveis.