Meu Primeiro Carro

Carro para família: saiba como escolher!

Você sabe como escolher o melhor carro para a sua família? Veja as melhores dicas nesse post da Racon Consórcios.

Até o início dos anos 1990, o mercado automotivo brasileiro se restringia a algumas dezenas de modelos que eram produzidos por quatro ou cinco montadoras. Com a abertura das importações ocorrida naquela época, várias marcas vieram para o país e o mercado cresceu e se diversificou.

Atualmente, dezenas de montadoras produzem um número imenso de modelos que se destinam a atender a todos os perfis de consumidores. Os carros vão desde os populares e básicos até os mais luxuosos e completos.

Diante desse cenário, a escolha de um veículo se tornou tarefa que exige atenção para inúmeros detalhes. Porém, quando surge a necessidade de escolher um carro para família, levar em consideração aspectos específicos se torna ainda mais necessário.

Mantenha os pés no chão e respeite o seu orçamento

Não há dúvidas de que a compra do carro deve considerar a capacidade de carga e de passageiros que o veículo comporta, que precisa ser compatível com o número de membros que a família possui e com as necessidades de deslocamento que ela apresenta. Porém, o planejamento de compra deve ser feito também com base no orçamento familiar.

Portanto, busque conciliar o máximo de benefícios com o tamanho do orçamento disponível. Afinal, é importante que a compra seja adequada para o seu bolso. Portanto, mantenha os pés no chão.

Ouça toda a família

Ouvir o que os membros da família têm a dizer é muito saudável para o relacionamento familiar, considerando que qualquer pessoa gosta de ter a própria opinião levada em conta. Além disso, seus familiares podem dar contribuições muito úteis na hora de definir o tamanho, a capacidade de carga, a cor e outras características do carro.

Sendo assim, com base na opinião dos familiares, faça uma relação de tudo o que deve ser considerado na escolha. Se for necessário abrir mão de alguma característica ou trocá-la por outra, apresente razões sólidas para quem apontou aquilo que será preterido.

Faça comparações entre diferentes modelos

De modo geral, as montadoras mantêm nos respectivos portfólios modelos com características muito próximas àquelas apresentadas por carros de fábricas concorrentes. Aliás, uma mesma marca pode apresentar diferentes modelos, cujas características gerais podem agradar a um mesmo tipo de consumidor.

Para ter certeza de qual modelo é o mais adequado para família, compare tudo: capacidade de carga, consumo, potência do motor, custo de manutenção, entre outros aspectos.

Com base nisso, defina quais modelos apresentam a melhor relação custo-benefício e mais se aproximam daquele ideal que a família traçou.

Compare também os valores dos carros novos com os usados. Muitas vezes, comprar um usado seminovo em bom estado pode representar uma ótima economia, sem prejuízo para os benefícios que a compra pode gerar.

Faça o test drive

Hoje é possível comprar um carro pela internet, o que é muito cômodo. Porém, um bem de valor tão elevado quanto é um carro não pode ser adquirido sem que ele seja avaliado pessoalmente.

Portanto, para fazer uma triagem entre os modelos que mais chamaram a atenção, não dispense um teste de direção preliminar, que é uma excelente maneira para verificar se o carro realmente corresponde àquilo que as propagandas prometem.

Em uma segunda ocasião, após a triagem, convém levar a família inteira para conhecer os carros selecionados. Além da satisfação que os seus familiares terão em participar de uma escolha tão importante, esse cuidado permitirá que eles apontem prós e contras que podem ter passado despercebido por você.

Teste o conforto dos passageiros

Quem já teve a experiência de viajar em um carro com teto baixo, em que um passageiro mais alto que esteja no banco de trás fica batendo a cabeça por toda a viagem, sabe o tanto que esse detalhe é desconfortável. O mesmo vale para o espaço para as pernas e para a circulação de ar, entre outros aspectos.

Aliás, a circulação de ar é um detalhe importantíssimo, sobretudo nos carros grandes, que apresentam três fileiras de bancos. Eventualmente, mesmo com o ar-condicionado ligado, os passageiros que viajam na terceira fileira podem experimentar um desconforto muito grande se o equipamento não for eficiente.

Nessa ocasião, aproveite também para certificar se o porta-malas é suficiente para carregar com tranquilidade a bagagem de toda a família.

Avalie se os itens opcionais compensam

Naturalmente, a inclusão de opcionais significa um adicional no preço final do carro. Por isso, é importante entender o que cada item se propõe a resolver e se essas soluções realmente são importantes para as necessidades de sua família.

Às vezes, pode ser compensador abrir mão de determinados recursos que na prática não serão usados, garantindo assim uma boa economia.

Esclareça todas as dúvidas antes de fechar negócio

É bastante comum uma pessoa comprar um carro sem saber exatamente quais são as funcionalidades que ele apresenta. Assim, as praticidades do bluetooth ou do computador de bordo, por exemplo, acabam sendo deixadas de lado por pura falta de informação.

Portanto, não se acanhe na hora de perguntar tudo sobre o funcionamento do carro, mesmo que a pergunta possa parecer básica. Afinal, ninguém é obrigado a entender todas as tecnologias, por mais elementares que elas sejam.

Os vendedores de carros devem cumprir essas funções de esclarecimento e vale muito mais a pena ocupá-lo por alguns minutos com as explicações que cabe a ele fornecer do que gastar horas tentando descobrir uma função do rádio ou simplesmente deixá-la de lado por falta de conhecimento.

Leia com cuidado o manual

Mesmo depois de esclarecer todas as dúvidas com o vendedor, é importante ler o manual. Lá estão várias referências importantes para a condução segura do carro e também sobre como tirar melhor proveito dos equipamentos.

Por exemplo, entre várias informações úteis, você ficará sabendo qual a pressão ideal para os pneus em cada situação de uso, com e sem carga. Ainda, conhecerá a capacidade do tanque de combustível e o consumo que o motor apresenta, o que ajuda na hora de estimar a autonomia

Se a sua família vai crescer, os carros de 7 lugares podem ser uma opção. Saiba os motivos nesse post!