Meu Primeiro Imóvel

7 segredos para comprar um imóvel na crise

Leia o post de hoje e fique por dentro de como é possível comprar um imóvel adotando condutas simples e acessíveis.

Com tantas notícias sobre a crise econômica que acontece no país, pensar em realizar compras pode parecer escolher andar na contramão dos acontecimentos. Mas, na verdade, mesmo na crise, é possível realizar objetivos e alcançar metas pessoais.

Por exemplo: a maior parte das pessoas sonha em ter uma casa própria, buscando, assim, maior estabilidade e segurança para si e para a sua família. Mas muitos desistem de investir em um imóvel por medo de levar prejuízo.

Por esse motivo, no post de hoje, iremos lhe contar os 7 segredos para comprar um imóvel, sem medo da crise. Acompanhe!

1. Faça um planejamento financeiro

Esse é o primeiro passo para as grandes conquistas da vida, pois, sem fazer um planejamento realista, fica muito difícil atingir metas. Então, a partir da tomada de decisão da compra de um imóvel, planejar a vida financeira passa a ser fundamental.

- Promover cortes e reduções em seu orçamento: vale diminuir pacotes de TV por assinatura e telefonia, trocar passeios caros por idas ao parque, deixar o cartão de crédito e o cheque especial somente para emergências são algumas das condutas a adotar quando se quer reunir recursos para adquirir bens de alto valor, como comprar um imóvel. Só você poderá definir o que cortar, sempre pautado na visão do que é realmente preciso e o que é dispensável.

- Fuja das compras por impulso: desejos de consumo precisam ser contidos quando se tem um objetivo maior. Então, compre somente aquilo que já foi programado.

- Evite contrair dívidas: elas te afastarão de seu novo imóvel, pois comprometerão sua renda. Carnês e outras mensalidades originadas da compra de produtos que não sejam imprescindíveis devem ser evitados a todo custo.

2. Defina como — e de quanto — será a entrada

Essa é uma questão que exige voltar o olhar para as possibilidades com as quais você conta. Se há um saldo no seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), utilizá-lo pode ser o melhor jeito de pagar pela entrada de um imóvel.

Para quem não puder contar com o FGTS, definir a entrada do imóvel a ser comprado dependerá da quantidade de recursos reunido ao longo do tempo. É importante ter bem claro que quanto maior for esse valor, melhores serão as chances de fazer um negócio vantajoso.

Na compra à vista, é essencial não deixar de contabilizar as despesas extras com a compra do imóvel: impostos, taxas de cartório e com a mudança de endereço são as principais. Se forem esquecidas, podem expor quem colocou todas as economias em um imóvel a uma delicada situação financeira.

Se sua melhor opção for um financiamento imobiliário, procure informar-se junto aos bancos sobre as correções que incidirão sobre o valor do imóvel que pretende comprar. Cada banco trabalha com sua própria tabela de preços de financiamentos, e, para contratar esse tipo de crédito com sucesso, comparar valores e condições é fundamental.

3. Como comprar um imóvel sem entrada

Este segredo é para você que não tem o valor da entrada ou o total do imóvel que vai comprar e considera fora de cogitação assumir o custo de um financiamento imobiliário.

O consórcio de imóveis que somente em 2015 cresceu 41,7%, segundo dados da ABAC, Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios, são a alternativa para comprar casas e apartamentos, ou seja, imóveis de todos os tipos, sejam eles residenciais ou comerciais. Por meio do consórcio, também é possível construir ou reformar um imóvel e até mesmo comprar terrenos.

Fique por dentro das vantagens de aderir a um consórcio de imóvel:

- Você não desembolsa um alto valor como entrada;

- Algumas administradoras trabalham com a possibilidade de parcelas reduzidas;

- Você pode usar o FGTS para dar lance, quitar parcelas ou complementar o valor da carta de crédito;

- Quem é contemplado em consórcio recebe uma carta de crédito e ganha o poder da compra à vista;

- É possível comprar imóvel na planta, novo ou usado, pois o consórcio se presta a todas essas modalidades de aquisição imobiliária.

4. Escolha o imóvel ideal

O lugar para chamar de seu precisa estar alinhado ao seu estilo de vida, por isso, busque entender as suas necessidades de moradia e definir um perfil para o imóvel ideal.

Famílias com crianças e que apreciam a companhia dos pets podem preferir morar em uma casa.

Já os solteiros e os casais sem filhos, e que vivem um cotidiano corrido, podem achar perfeito morar em apartamentos compactos.

Como as fases da vida se sucedem e os momentos mudam, ao pensar em suas expectativas, considere um futuro não muito distante, por exemplo, 5 anos à frente. Fazer isso aumentará suas chances de definir o imóvel realmente ideal para você!

5. Pesquise

Pesquisar pelo imóvel certo para você é um dos momentos dessa importante aquisição. Fazer uma ampla e detalhada pesquisa te permitirá conhecer as opções do mercado, os valores praticados nas regiões que te interessam, e escolher alguns imóveis para visitar.

A compra de um imóvel deve ser realizada com toda cautela, portanto, nada de precipitação! Por mais que um apartamento ou casa te pareça perfeito, foque na pesquisa e conheça todas as possibilidades antes de fechar negócio.

6. Escolha a localização que melhor lhe atenda

Para sua conquista ser completa, o novo imóvel precisará atender certos pré-requisitos. Então, ao visitar um apartamento, ou uma casa que tem em vista, verifique se tal imóvel:

- Está em uma região considerada segura;

- Possui infraestrutura ao redor — escolas, comércios e atendimento médico de urgência são pontos decisivos;

- Permite fácil acesso ao seu trabalho e aos locais de lazer que você e sua família gostam de frequentar.

Conhecer a região para onde está pensando em morar é livrar-se de surpresas desagradáveis. Visite-a mais de uma vez, em horários diferentes, e identifique seus pontos fracos e fortes antes de concretizar o negócio.

7. Compre seu imóvel e fique tranquilo

Você tomou decisões importantes que te levaram ao imóvel que representará iniciar — ou aumentar — o seu patrimônio e um excelente investimento. Agora é hora de fechar sua compra. Preste atenção a mais este segredo para comprar um imóvel: verificar a documentação.

Levante a situação do imóvel nos cartórios de registro de imóveis — se o imóvel estiver na planta ou em construção, procure o Registro de Incorporação e o Memorial Descritivo, para assegurar-se do que está comprando.

No caso de imóveis usados, a ida ao cartório de registro de imóveis também é indispensável. Assim como levantar a situação do imóvel quanto a dívidas fiscais (com impostos), se ele não está alienado nem bloqueado para venda em função de algum processo judicial.

Pesquisar a situação do proprietário do bem também ajuda a garantir a tranquilidade dessa compra tão valiosa, afinal, cercar-se de garantias é uma maneira de ficar longe dos problemas.

Viu só como comprar uma casa pode ser mais fácil do que você pensava? Aliando escolhas baseadas em planejamento, bom senso e cuidado, você logo estará no seu novo endereço!

Mercado imobiliário: estamos em um bom momento para investir? Veja 10 razões para fazer o investimento.