Meu Primeiro Imóvel

8 erros comuns na hora de comprar um imóvel

Está pensando em comprar um imóvel? Conheça os principais erros cometidos na hora da compra e saiba como evitá-los!

A decisão de comprar um imóvel tem um peso muito grande na vida de muitas pessoas, pois é o sonho de muitos brasileiros, além de se tratar de uma negociação de um bem de alto valor. Muitos fatores podem fazer com que algo que deveria ser a realização de um projeto se torne um verdadeiro tormento e por isso todo esse processo de compra requer muito cuidado. Buscar o imóvel ideal pode ser cansativo e demorado, mas é um esforço indispensável para que a compra seja realizada com segurança. Confira abaixo os principais erros cometidos por quem vai comprar um imóvel e conheça algumas dicas para não cometê-los!

Não planejar

A falta de planejamento é um dos grandes erros cometidos por quem quer comprar um imóvel e pode ser ainda pior quando aliado a pressa. Avaliar a situação financeira é a primeira coisa a se fazer para quem decidiu que é hora de adquirir um imóvel, fazer um levantamento do que tem para ser usado na compra e qual a quantia que pode comprometer mensalmente com as parcelas, e a partir disso definir qual o padrão de imóvel se encaixa no seu perfil. É preciso pesquisar muito sobre as formas de pagamentos e conhecer os custos envolvidos em cada uma delas.  O tempo para se planejar é uma grande vantagem para quem compra um consórcio, pois não irá cair nas armadilhas decorrentes de decisões apressadas, além da flexibilidade característica dessa modalidade que permite diferentes prazos e a possibilidade de antecipar ou quitar as parcelas através de lances.

Comprar imóvel incompatível com o orçamento

Recomenda-se não comprometer mais que 30% da renda mensal na compra de um imóvel. Porém, além de ver se as parcelas se encaixam no orçamento, há outros limites financeiros que merecem atenção. Quanto maior o valor do imóvel, mais caro será seu Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e seu condomínio. E a depender da região em que se localiza o imóvel, o custo de vida pode aumentar de forma considerável. Uma boa ferramenta é fazer a comparação do preço do metro quadrado do imóvel com outros da região para verificar se o valor é apropriado. Como se trata de um investimento em longo prazo é preciso avaliar as consequências que o valor do imóvel e os seus desdobramentos ocasionará no orçamento. Em consórcios é possível evitar os juros dos financiamentos bancários, que elevam o valor do imóvel consideravelmente, possibilitando pagar menos pela propriedade ou a compra de um bem mais valorizado pelo mesmo valor.

Não ler o contrato

Assinar um contrato é assumir uma responsabilidade legal com a outra parte interessada, e para evitar problemas futuros é fundamental sua leitura de forma minuciosa. Se houver dúvidas quanto ao entendimento das cláusulas pode-se contar com os serviços de um advogado especializado em direito imobiliário que orientará caso haja algum item considerado abusivo. Nada impede que se recorra à justiça após a assinatura de um contrato com termos abusivos, contudo é um problema que pode ser evitado de maneira simples e evitar muita dor de cabeça.

Não averiguar as condições do imóvel

Ao visitar o local é importante estar atento aos possíveis defeitos que podem acarretar em custos para o novo proprietário se não identificados antes da compra. Averiguar o fechamento das janelas, o funcionamento de descargas, qualidade de pisos e azulejos e umidade nas paredes são exemplos de itens que carecem de atenção. Também é interessante ir ao imóvel em diferentes dias e horários para verificar detalhes como a exposição ao sol, a vizinhança e possíveis problemas com chuvas na propriedade e seus arredores. Levar um profissional para atestar a segurança estrutural é importante para evitar problemas com defeitos disfarçados por novas pinturas ou reparos eventuais, como rachaduras e fiação elétrica.

Ignorar as despesas extras

Além do valor destinado ao pagamento do imóvel, é necessário ter outra reserva para despesas referentes aos impostos, escritura, registros e outros documentos, como também para eventuais reformas e a mudança. Ao não contabilizar essas despesas, o comprador terá que lidar com gastos de última hora e poderá precisar se endividar para quitá-las, muitas vezes a juros altos. Então se planejar para fazer uma poupança destinada a esses gastos é imprescindível para não ter esse transtorno. Nos consórcios, o valor do imóvel é parcelado integralmente, quem optar por essa modalidade poderá usar a quantia reservada para a entrada em gastos com as despesas extras.

Tornar a decisão emocional

É comum na compra de um imóvel, principalmente quando é o primeiro, que a pessoa se deixe levar pela emoção. Até quem se considera mais racional está sujeito a cair nesta armadilha. Mas é preciso manter as emoções controladas para fechar um bom negócio, pois a empolgação impede uma análise real dos riscos. Conversar com pessoas de confiança pode ser uma solução para ter uma opinião isenta e imparcial. Para compensar a falta de experiência, já que a maioria das pessoas não compram mais de dois imóveis na vida, a informação faz-se fundamental para que não seja levado somente pelo encantamento e expectativa, lembre-se de analisar a compra com olhos de investidor

Não verificar os documentos do imóvel

Para realizar uma compra segura procure saber se todos os documentos estão em ordem e se ele não possui débitos. Caso se adquira uma propriedade com dívidas decorrentes de tributos ou condominiais, a responsabilidade pelo pagamento é incumbida ao novo proprietário pela obrigação com o bem. Pode-se também averiguar em órgãos públicos se o imóvel é declarado como utilidade pública, pois caso seja, existe a possibilidade de desapropriação.

Ter vergonha de tirar dúvidas

Fazer qualquer compra sem ter sanado todas as dúvidas definitivamente não é um bom negócio. Não tenha vergonha de perguntar, por mais simples que pareça sua dúvida, pois uma interpretação equivocada pode trazer desentendimentos futuros e motivar muitos aborrecimentos.

Agora que você já conheceu os principais erros na hora de adquirir um imóvel está mais seguro para realizar a compra? Siga nossas dicas e fique atento para fechar o melhor negócio!

A compra de um imóvel exige planejamento! Aprenda a planejar a compra do primeiro imóvel a dois no post que preparamos para você!

Racon Blog

Por Racon Blog

Data 18 de Abril de 2016

comprar um imóvel comprar um imóvel