Meu Primeiro Imóvel

Assinatura de contrato de imóvel: 8 cuidados a serem tomados

Antes de assinar o contrato de compra de imóvel é preciso tomar alguns cuidados essenciais. Confira quais são!

Quando alguém decide comprar um imóvel deve logo se preparar para resolver uma série de questões. Antes de tudo, é fundamental fazer um bom planejamento financeiro, considerando as reais condições de pagamento que a pessoa apresenta.

Em seguida, com base no próprio orçamento, ela precisa ir ao mercado buscar um imóvel que esteja de acordo com o que ela pretende, levando em consideração a localização, tamanho, se é novo ou usado, além de uma série de outros aspectos que dizem respeito ao imóvel em si.

Depois, chega a hora de partir para a negociação, quando é preciso discutir o preço e a forma de pagamento. Após todo esse esforço, por fim, surge o momento de assinar o contrato o que, para muitos, é a ocasião de relaxar e de curtir a satisfação da compra.

De fato, toda a atenção que uma compra de valor tão alto exige e, eventualmente, a tensão que ela gera, pedem esse momento de tranquilidade. Porém, de forma alguma ele pode acontecer antes da assinatura de contrato de imóvel.

Ao contrário, nesse momento é preciso redobrar a atenção para tomar uma série de cuidados que são indispensáveis, sem os quais as dores de cabeça futuras podem surgir.

Nesse artigo, vamos listar 8 cuidados que você precisa tomar na assinatura de um contrato de imóvel para que tudo corra bem. Confira!

1. Tenha critérios bem definidos

Claro que os gostos pessoais e até os pequenos desejos podem e devem influenciar uma compra. Porém, não tenha dúvidas de que a sua decisão de comprar algo de valor tão alto quanto é um imóvel não pode se basear em impulsos pouco fundamentados. Afinal, essa é uma decisão que terá efeitos de longo prazo, tanto no orçamento quanto na qualidade de vida do comprador.

Portanto, além de definir aquele imóvel que se enquadra na sua necessidade, esteja certo de que ele é compatível com as suas condições de compra. Antes da assinatura do contrato, certifique-se mais uma vez se essas questões foram bem respondidas e de que você tem segurança com relação às respostas.

2. Saiba exatamente com quem você está negociando

Seja com uma pessoa jurídica ou com uma pessoa física, as boas negociações só acontecem quando há idoneidade por parte do vendedor. Portanto, não se acanhe e pesquise bastante a reputação da empresa ou da pessoa com quem você estiver negociando. Busque comprovações de que não há nada que desabone quem está vendendo e que possa significar algum tipo de problema futuro.

Essa atenção deve ser ainda maior se você estiver comprando um imóvel na planta. Se for este o caso, procure saber qual é a confiabilidade do empreendedor no que diz respeito ao cumprimento de prazos. Também pesquise se ele entrega o imóvel na forma como é ofertada pelo corretor, considerando a qualidade de acabamento e os critérios construtivos.

Só assine o contrato quando tiver plena certeza de que está negociando com alguém confiável.

3. Confira a documentação

A documentação de um imóvel é algo público e é ela que comprovará se o bem tem plenas condições de ser vendido pelo ponto de vista legal. Também é pela documentação que é possível assegurar que o empreendedor registrou todas as promessas que fez, no caso de um imóvel na planta.

Portanto, verifique os registros no Cartório de Registros de Imóveis na cidade onde o imóvel está. Se for um imóvel pronto, deve haver o registro da escritura no cartório, junto ao qual haverá todo o histórico de negociações anteriores que possam ter ocorrido e eventuais impedimentos de venda.

No caso de imóvel na planta ou em construção, além da propriedade sobre o terreno, verifique também se há o registro da incorporação e do memorial descritivo do empreendimento. Cabe aqui ressaltar que é o memorial descritivo que especifica tudo o que o construtor prometeu entregar, o que deve ser conferido quando o imóvel ficar pronto.

4. Leia o memorial descritivo com cuidado

Se a compra for de um imóvel na planta ou que ainda esteja em construção, a leitura do memorial descritivo é indispensável. Afinal, é nele que estão especificadas todas as características que deverão ser entregues exatamente da maneira como foram definidas pelo construtor e que também devem estar de acordo com o que foi prometido pelo corretor.

Como você não tem como conferir acabamentos e características da construção em um imóvel não finalizado, essa é o principal registro que você tem do que deve ser entregue pela construtora ao final da obra.

5. Elimine todas as dúvidas

As dúvidas podem ser meras cismas ou sinais verdadeiros de que alguma coisa pode não estar de acordo com aquilo que você pretende. Portanto, elimine-as completamente e não deixe que permaneça qualquer incerteza.

Para tanto, visite o imóvel repetidas vezes, se for preciso. Se for um imóvel em construção, não deixe de visitar a obra.

Olhe atentamente a maquete e confira todos os detalhes. Afinal, ela não é uma mera peça de decoração no estande de venda e serve para representar o resultado que a construtora pretende entregar. Pergunte tudo o que quiser para o corretor e peça as informações por escrito, considerando que elas poderão servir de comprovação futura sobre o que foi prometido, caso necessário.

6. Guarde todos os documentos

Aliás, guarde tudo o que diz respeito ao imóvel e à negociação. Vale montar uma pasta contendo todas as informações que você obteve antes de partir para a compra. Desde o material publicitário até as mensagens trocadas com corretores ou com o proprietário do imóvel servirão para comprovar o que foi prometido antes do contrato ser assinado e poderá servir de base para uma ação judicial, caso surja alguma necessidade no futuro.

7. Leia com atenção o contrato

Antes de fechar negócio e realizar assinatura de um contrato de imóvel, veja se estão especificados todos os deveres e todos os direitos, tanto do vendedor quanto do comprador. Por isso, ele deve ser bastante claro, sem que haja a possibilidade de que alguns aspectos possam receber mais de uma interpretação ou de que outros possam ser omitidos.

Se algo não estiver de acordo com o que foi combinado durante as negociações, peça a inclusão ou a retirada da cláusula que você não considera adequada.

8. Busque uma assessoria profissional

Como vimos, a compra de um imóvel implica em uma série de decisões e de análises e muitas delas são mais fáceis e seguras de seguir quando há a orientação de um profissional.

No caso das questões relativas à escolha do imóvel e à condução da negociação, a assessoria de um corretor de confiança pode significar a garantia de que todos os termos utilizados no mercado imobiliário serão bem entendidos e que nenhum contratempo ocorrerá durante a transação ou de que qualquer problema possa surgir no futuro.

Já no que diz respeito à análise da documentação e do contrato em si, o auxílio de um advogado que tenha bom conhecimento sobre o mercado imobiliário também proporcionará a segurança de que tudo ocorrerá da forma como deve ser.

Então, lembre-se sempre de que, na condição de comprador, você tem todo o direito de se cercar de cuidados antes da assinatura de um contrato de imóvel. Caso o seu imóvel seja usado, leia também nosso post e confira 8 dicas de itens para observar em uma avaliação e não perder dinheiro na hora da compra!