Meu Primeiro Imóvel

O consórcio para construção de casa vale a pena?

Está pensando em construir sua casa? Conheça as possibilidades de fazê-la por meio do consórcio para construção de casa!

Desde sempre, a casa própria é o sonho da grande maioria das pessoas. E tem quem passe anos imaginando como ela será: o tamanho, a disposição dos cômodos, o acabamento e até a disposição dos móveis. Comprá-la à vista, porém, não é uma realidade para a maioria das pessoas.

Uma das melhores formas de realizar esse sonho é optar por um consórcio. Com ele, essa compra fica mais perto, pois trata-se de uma opção bem flexível.

Ela inclui além da aquisição de empreendimentos prontos, a possibilidade de uso para a compra de terrenos e para a realização de obras de construção e reformas. E é justamente dessa alternativa que vamos tratar a seguir. Confira:

Afinal, o que é exatamente um consórcio?

Para quem nunca fez um, é natural que haja dúvidas sobre o funcionamento desse processo e suas reais vantagens. Um consórcio é uma modalidade de aquisição que reúne um grupo de pessoas com um objetivo em comum (nesse caso, adquirir a casa própria) para fazer uma compra planejada e, dessa forma, poupar em grupo.

Para participar de um consórcio é preciso procurar uma administradora. Ela reúne os interessados e, ao atingir um número mínimo de participantes, dá início ao consórcio. Antes de entrar, porém, informe-se sobre o valor e a quantidade de parcelas e a idoneidade da instituição.

No consórcio, paga-se uma parcela mensal a uma administradora, que fica responsável por gerenciar o dinheiro. Essa parcela é menor do que nos financiamentos convencionais, já que não há cobrança de juros. É um investimento seguro e a forma mais econômica, amigável e inteligente de se realizar os planos.

Para imóveis, os consórcios costumam durar entre 10 e 15 anos. É, portanto, uma boa opção para quem não está com pressa. Todos os meses acontecem as assembleias nas quais são feitas o sorteio — um participante ou mais participantes podem ser sorteados, dependendo do saldo do grupo.

Quando é sorteado, o participante recebe a carta de crédito no valor que será usado para aquisição de um bem ou para o pagamento de um determinado serviço. Com ela em mãos, é possível tanto comprar imóveis prontos quanto usar o valor correspondente no custeio da construção de uma casa.

Seu grande diferencial é o pagamento parcelado e sem juros. Paga-se apenas a taxa de administração, fundo de reserva e quando contratado o seguro. Todos os participantes que estiverem em dia com o pagamento concorrem nas assembleias. E podem, ainda, oferecer lances para conseguir a carta de crédito mais rapidamente.

É importante que você saiba que o dinheiro da carta de crédito não é entregue ao interessado, ele é usado na compra do bem.

Se o bem for de valor inferior ao da carta de crédito, é possível usar o restante do dinheiro para quitar as parcelas do consórcio, o IPTU e o registro do imóvel. Se for maior, usa-se a carta de crédito e completa-se o valor restante com outros recursos.

Como funciona o consórcio para construção?

Para usar a carta de crédito do consórcio para a construção de um imóvel, o interessado deve ter um lote de terreno em território nacional. Dependendo do valor da carta, ele pode, ainda, usá-la tanto para adquirir o terreno quanto para construir o imóvel.

O prazo e plano escolhido vão depender do valor a ser usado na construção. Eles podem variar conforme o tipo, a localização e o tamanho do imóvel. Como pode parcelar o valor total sem precisar pagar juros, o consorciado tem tempo suficiente para planejar a construção do seu imóvel com mais economia.

Quando estiver com a carta de crédito em mãos, você pode escolher outro bem (caso o que queria inicialmente não atenda mais suas necessidades). O importante é que ele seja da mesma categoria. Ou seja, no caso do consórcio de imóveis, é possível comprar uma casa nova ou usada, um apartamento ou um terreno.

Vantagens do consórcio para a construção de casa

Envolver-se com uma obra de construção civil nunca é uma tarefa fácil. Esse é um dos principais motivos para que muita gente acabe optando pela compra de um imóvel pronto.

A grande maioria desses empreendimentos, porém, é entregue sem acabamentos básicos (como pintura e revestimentos) e o comprador tem de fazer essa obra. Nesses casos, cabe aos novos proprietários desembolsar recursos para adequar a moradia às suas necessidades e ao seu gosto pessoal.

Embora seja de menor porte, trata-se de um processo semelhante ao da construção. Além do acabamento, é preciso pensar, ainda, no orçamento para a decoração do imóvel recém-comprado. Tudo isso deve ser planejado para que os custos extras não pesem no bolso.

Por todos esses motivos, a construção do imóvel desde o alicerce acaba apresentando mais vantagens. Evitam-se transtornos e possíveis despesas para a adequação (como ocorre no caso de imóveis já prontos). E, se essa escolha for concretizada a partir de um sistema de consórcio, há ainda mais vantagens.

Saiba quais são elas:

Flexibilidade

O consórcio é a modalidade mais flexível para quem está buscando adquirir a casa própria. O sistema permite que a carta de crédito seja usada de diversas formas.

Uma das maiores vantagens no caso de construção é que o tipo, a localização e o tamanho do imóvel ficam a critério do comprador. Existe apenas uma exigência: o imóvel deve ser construído em território nacional.

É possível, ainda, escolher diversas opções de prazos e planos, que podem chegar a 180 meses (ou seja, 15 anos). O sistema não cobra juros e o interessado pode usar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para oferecer lances, complementar o valor da carta de crédito e até mesmo quitar as parcelas em aberto.

Economia

As condições de crédito disponíveis no mercado são variadas, mas quando se opta pelo consórcio, o orçamento apertado não se torna mais motivo para desistir da construção da casa própria.

Por outro lado, quando se opta por outras modalidades (que não o consórcio), um simples empréstimo para o custeio dos materiais e serviços profissionais pode significar grandes despesas em forma de taxas e juros.

Por esse motivo, o consórcio se apresenta como uma boa saída para quem não tem dinheiro suficiente para construir. Muitas vezes, uma negociação em contrato é o incentivo que falta para aqueles que não conseguem se organizar para poupar ou investir.

Personalização do imóvel

A personalização é um benefício garantido a qualquer pessoa que opte pela construção da casa. Com planos de consórcio variados e que possibilitam o pagamento em até 180 meses, o interessado tem condições de programar sua construção com mais economia e tranquilidade.

Com tempo suficiente disponível, é possível, ainda, investir em um projeto de qualidade para uso da família e com boa valorização em uma possível venda futura.

O que considerar antes de optar pelo consórcio?

Os principais fatores a considerar antes de fazer um consórcio para construção de casa são tempo e condição financeira. A questão do tempo em um consórcio envolve um pouco de sorte, já que os consorciados dependem do sorteio para serem contemplados com a carta de crédito.

Se você não tiver o montante suficiente para dar um lance, terá que aguardar até que a contemplação por sorteio ocorra. Em relação à condição financeira, o consórcio é mais vantajoso para quem não dispõe de recursos reservados, ou mesmo para quem consegue se planejar e com isso, fugir dos juros de um financiamento bancário.

Como não há incidência de juros, as parcelas destinadas ao pagamento da carta se tornam acessíveis e vantajosas.

Assim, se você não tem pressa para adquirir a casa própria e ainda deseja personalizar cada espaço do novo lar, o consórcio para construção vale a pena. Considere que, mais do que garantir tempo para planejar cada detalhe do projeto, o sistema também ajuda a economizar recursos durante a concretização do seu sonho.

Escolha da administradora

Aos que consideram esse sistema o melhor caminho para construir, a escolha da administradora deve ser feita com muita cautela. Em um mercado de consórcio bastante vasto, ninguém está livre de fechar negócios enganosos ou até mesmo ilegais.

Para ficar mais tranquilo, indicamos que o interessado sempre verifique a credibilidade da administradora no site do Banco Central do Brasil, pois é ele quem fiscaliza e rege as normas das administradoras de consórcio. Lá, é possível conferir se a mesma está registrada e autorizada a operar com esse tipo de sistema.

Agora que você já sabe como usar um consórcio para a construção da sua casa própria, pesquise para encontrar um plano que se encaixe em suas necessidades e condições. Dessa forma, fica mais fácil garantir que a construção do seu imóvel resulte no projeto que você sempre sonhou.

Saiba mais sobre as possibilidades do consórcio imobiliário e fique mais próximo de realizar o seu sonho.
Simule Seu Consorcio