Meu Primeiro Imóvel

Saiba o que considerar ao decorar seu primeiro apartamento

Compartilhamos tudo o que você precisa saber para acertar em cheio na decoração do seu primeiro apartamento.

Com o sonho de ter um canto para chamar de seu bem perto de se tornar realidade, é chegada a hora de concretizar seus desejos e decorar o primeiro apartamento para deixá-lo do jeito que você sempre imaginou!

Porém, quem não tem muita experiência morando sozinho acaba inevitavelmente correndo risco de errar ao montar o apê, não é verdade? Afinal, fazer com que seu imóvel fique com cara de revista de decoração não é tão fácil quanto parece nas fotos!

Pensando nisso, resolvemos compartilhar neste post tudo o que você precisa saber para acertar de primeira na decoração da sua casa nova! Quer ver? Então, fique de olho:

Não tenha medo dos objetos usados

Nem tudo o que você colocar no apartamento precisa ser novinho em folha, sabia disso? Além de ajudar a diminuir o peso no orçamento para a decoração, os móveis e eletrodomésticos usados — adquiridos em brechós ou, quem sabe, até herdados da família — podem ser uma excelente medida provisória até que você possa trocá-los por outros melhores ou simplesmente diferentes.

Isso sem dizer que, para os adeptos do estilo vintage, não tem nada mais charmoso que um usado bem conservado! Só tenha o cuidado de checar se os objetos estão mesmo funcionando como deveriam e se não precisam passar por algum tipo de reforma antes de irem para a sua casa, ok?

Fique de olho nas medidas

Não importa se você está comprando móveis e eletrodomésticos novos ou usados, nem se vai trazer as antiguidades da casa da vovó. Qualquer que seja o caso, é imprescindível lembrar-se de medir cada cantinho da casa para ter certeza de que os objetos vão mesmo caber ali.

Conte com um esboço da planta do apartamento e anote lá as principais medidas, como:

  • Do espaço onde vão ficar objetos grandes, como geladeira, fogão, sofá, mesa, etc.
  • Do espaço entre um móvel e outro (entre as cadeiras da mesa de jantar e o sofá, entre o sofá e o móvel onde ficará a TV, e por aí vai);
  • Do tamanho dos cômodos, incluindo armários e espaços de circulação;
  • Do tamanho, altura e localização de portas e janelas, contando com o espaço de que precisam para abrir e fechar.

Assim, você não perde tempo olhando itens que não cabem na sua casa nem corre o risco de descobrir tarde demais que um móvel vai bloquear um espaço de circulação importante, por exemplo.

Fotografe antes de comprar

Não há dúvida de que decorar o primeiro apartamento é um investimento: todo mundo quer que a decoração dure e valha cada centavo, não concorda? Pois se é assim, todo cuidado na hora de escolher o que comprar é pouco.

Fuja de compras impulsivas e compare muitos itens diferentes antes de tomar a decisão final. Para ajudá-lo a escolher, tire fotos dos móveis e outros objetos (como almofadas, quadros, e por aí vai) pelos quais se interessar, anote a loja e o preço de cada um e leve essas informações para casa para refletir, consultar algum amigo e comparar com outras opções.

Vale até mesmo fazer uma montagem no computador para ver como os seus itens preferidos ficam juntos! Dessa forma, você evita arrependimentos e ainda consegue comparar o custo-benefício de diferentes itens e lojas.

Saiba combinar cores e texturas

Se você não é dos mais ousados quando se trata de estampas e cores, a regra de ouro é apostar em um fundo neutro (como, por exemplo, branco, bege ou cinza) e deixar o colorido por conta dos enfeites, capas de almofadas, tapetes, pôsteres, luminárias, etc.

No entanto, se quiser um visual bem diferente, é possível brincar com diferentes texturas, desenhos e tons. Para não errar a mão, contudo, procure visualizar a paleta escolhida em conjunto antes de tomar atitudes drásticas: tenha certeza de que a combinação não vai ficar pesada demais e, se precisar, não hesite em contar com ajuda de um profissional!

Como aproveitar bem o ambiente

Diferentes tipos de apartamentos têm necessidades distintas para serem aproveitados ao máximo, certo? Isso quer dizer que enquanto um imóvel muito grande pode precisar de mais móveis e apetrechos para ficar confortável, um menorzinho requer outros truques para gerar aquela sensação de amplitude.

Antes de começar a decoração, portanto, pense sobre cada um dos cômodos e quais são suas principais necessidades. Com isso em mente, é só seguir estas dicas:

  • Use espelhos, muita luz natural e cores claras para deixar um cômodo apertado mais amplo;
  • Aposte em tapetes, almofadas, estampas, cores fortes e enfeites para deixar um espaço menos vazio e mais aconchegante;
  • Aproveite o espaço das paredes e do teto para pendurar quadros, prateleiras, plantas suspensas e ganchos que deixam o cômodo mais prático e bonito.
  • Conte com gavetas e armários para guardar a bagunça do dia a dia (papéis, roupas, utensílios e outros) e deixar sua casa sempre arrumada para receber.

Deixe a sua casa a sua cara

Por último, não se esqueça de que o seu objetivo ao decorar o primeiro apartamento é deixá-lo do jeito que você sempre quis, então não tenha medo de contrariar a opinião de amigos, familiares e até decoradores para que o apê fique a sua cara.

Antes de comprar algum móvel, enfeite ou utensílio, reflita: aquele objeto realmente tem a ver com a sua personalidade? Ele vai mesmo ficar bem na sua casa ou só fica bonito ali, na vitrine da loja?

Outro ponto importante são as suas necessidades particulares. Se você gosta de receber os amigos, vai precisar de espaço (mesa de jantar, cadeiras, sofá) e itens (louça, talheres, copos) para tal. Por outro lado, se você quase nunca trabalha ou usa o computador em casa, não tem motivo para investir em um home office enorme, não acha?

Quanto antes você começar a pensar sobre os seus hábitos e do que você precisa no seu apartamento, mais chances terá de acertar na decoração!

Alcançar todos os seus objetivos requer se organizar financeiramente. Veja dicas para conquistar suas metas!