Meu Primeiro Imóvel

Saiba quais os principais cuidados durante a aquisição de um imóvel

A aquisição de imóvel exige cuidados antes, durante e depois da compra. Leia o nosso post e evite dores de cabeça!

A aquisição de um imóvel é um passo importante na vida de quem almeja formar um patrimônio sólido para o futuro, ao mesmo tempo em que investe em qualidade de vida.

Significa investir em liberdade, seja se livrando do aluguel, saindo da casa dos pais para ter seu espaço independente, seja preparando o novo lar para se casar e formar sua própria família. E justamente pela importância desse passo em sua vida, a aquisição de imóvel requer planejamento e cuidados para evitar dores de cabeça.

Este será, provavelmente, o compromisso financeiro mais alto de seu orçamento, e então, bem além da conferência cuidadosa da documentação, você precisa tomar outros cuidados antes, durante e depois da compra.

É sobre esses tais cuidados que vamos falar neste post. Leia com atenção!

1 - O que é preciso fazer com antecedência

Ao escolher seu imóvel

Observe o comportamento do mercado para saber se este é o momento certo para dar o primeiro passo em direção ao seu imóvel.

A procura está aquecida, o que provoca alta de preços? Ou a oferta anda mais farta do que a procura, o que favorece o comprador que poderá pedir e conseguir um bom desconto? Preste atenção se o ideal seria esperar mais algum tempo até que o mercado esteja favorável a você.

Casa ou apartamento? Pense nas vantagens e nas desvantagens de cada tipo de propriedade. Você terá mais liberdade morando em uma casa, já que não precisa obedecer regras de condomínio, mas lembre-se de que terá gastos extras com equipamentos de segurança e com a manutenção do jardim ou do quintal.

Já o apartamento ganha nos quesitos segurança e praticidade, mas envolve custos mensais com condomínio que podem ser bem altos, dependendo da estrutura que o prédio oferece.

Analise também a vizinhança e o bairro. Converse com os moradores, visite os pequenos comerciantes, informe-se sobre a segurança e sobre os meios de transporte que servem a região. Afinal, se você vai morar nesse lugar por um bom tempo, é importante que se sinta em casa.

Ao escolher os meios financeiros para a compra

Se você dispõe da importância necessária para uma aquisição de imóvel à vista, parabéns! No entanto, na grande maioria das vezes, como a compra envolve valores altos, será necessário estudar meios de levantar os recursos.

Analise com cuidado as opções de financiamento bancário disponíveis e compare os juros e encargos cobrados por vários bancos diferentes. Se você não tem pressa, é importante analisar a aquisição por meio de consórcio, já que esta modalidade é bem menos burocrática e não envolve juros.

No consórcio, você pagará apenas uma taxa de administração, o que resultará em prestações mensais mais baixas do que as do banco, o que é bastante vantajoso.

Lembre-se, também, de que aquisição de imóvel envolve gastos adicionais, como os custos de registro da escritura em cartório, a decoração de seu futuro lar, as despesas para a constituição do condomínio, em caso de prédio novo, etc. Então, faça um levantamento de todas as despesas envolvidas e some tudo ao preço do imóvel, ao fazer seu planejamento.

2 - O que é preciso fazer durante a aquisição de um imóvel

Em primeiro lugar, não decida sob pressão. Corretores de imóvel são peritos em técnicas de venda e vão tentar convencer o comprador a assinar logo o contrato. Mantenha a tranquilidade e peça tempo para analisar a proposta com calma. E não deixe de fazer uma contraproposta: sempre haverá a possibilidade de conseguir mais um desconto!

Depois de decidir que este é mesmo o imóvel que você quer, sua atenção precisa ser redobrada. Antes de assinar o contrato particular de compra e venda, é necessário analisar com cuidado toda a documentação envolvida no negócio, para ter certeza de que o vendedor é idôneo e que não há impedimento para que o imóvel seja negociado.

Caso não se sinta seguro para concluir a negociação, peça a consultoria de um advogado da área imobiliária, mas que não seja o mesmo representante do vendedor. Lembre-se, também, de que o contrato de compra e venda não precisa seguir um modelo rígido que não possa ser alterado.

Você pode discutir com seu advogado a inclusão de cláusulas para garantir a segurança do negócio, inclusive quanto a uma eventual devolução do sinal pago, caso a transação não se concretize.

E, ao assinar a promessa de compra e venda, exija a assinatura de testemunhas e providencie o reconhecimento em cartório de todas as assinaturas.

Está tudo certo com a documentação e a promessa de compra e venda foi assinada? O melhor é acompanhar pessoalmente todas as etapas do processo até ter suas chaves na mão. Afinal, você é o maior interessado em que a transação seja concluída o mais rápido possível, não é mesmo?

3 - O que é preciso fazer depois da conclusão da compra

Um cuidado essencial depois da aquisição de imóvel, que não pode ser negligenciado, é este: registre sua propriedade em cartório. Muitas pessoas adiam essa tarefa, pois as despesas com o imposto de transmissão de bens imóveis (ITBI) e de cartório são altas, e foi por isso mesmo que alertamos no item 1 deste post sobre a necessidade de incluir esse gasto em seu planejamento.

Já ouviu dizer que quem não registra não é dono? Então, por mais altas que sejam as despesas, não deixe de registrar a escritura em cartório, para garantir a posse de seu patrimônio.

Ao receber as chaves, faça uma vistoria cuidadosa do imóvel e acione o vendedor imediatamente, caso note defeitos.

Alguns problemas não são visíveis imediatamente e podem aparecer depois de algum tempo, mas não se preocupe: se o seu imóvel é novo, a lei determina que a construtora continuará responsável por defeitos como infiltrações, rachaduras e vazamentos surgidos em um prazo de cinco anos depois do término da construção.

Outro cuidado importante depois da aquisição de um imóvel, e que muitos compradores ignoram, é a contratação de um seguro residencial. Mesmo que seja o mais simples e econômico, o seguro oferece cobertura para eventos como explosão, queda de raios, incêndio e até pagamento de aluguel, caso seja necessário sair do imóvel devido a alguma dessas ocorrências.

A aquisição de imóvel é um investimento alto e que requer muitos cuidados, seja antes, durante ou depois do processo concluído. Com um bom planejamento, pesquisa cuidadosa e muita paciência, em breve você estará com suas chaves na mão e desfrutando o conforto de seu novo lar.

Aproveite para ler nosso post sobre a documentação necessária para a aquisição de um imóvel e comece já a se preparar para ser um feliz proprietário!