Meu Primeiro Imóvel

Vale a pena comprar casa para reformar? Leia e entenda quando

Entenda nesse post quais os fatores devem ser considerados na hora de comprar uma casa para reformar.

A decisão sobre comprar casa para reformar é sempre delicada, pois muitos elementos estão envolvidos nessa escolha. Cabe então ao comprador ficar atento a cada um desses elementos para chegar a um entendimento amplo e favorável, independentemente de sua decisão.

No post de hoje, saiba quando, de fato, vale a pena comprar casa para reformar.

O que o comprador deve considerar antes de comprar casa para reformar?

Saber avaliar corretamente um imóvel usado aumenta a chance de o comprador fechar um excelente negócio. Sendo assim, uma inspeção apurada da real situação do imóvel poderá garantir um preço melhor na sua aquisição.

Vale lembrar que é imprescindível que o comprador obtenha um preço favorável em tal negociação, de outro modo, a reforma se torna inviável.

Portanto, nos tópicos a seguir, elencamos os principais elementos que devem ser observados pelo comprador de uma casa para reforma:

Tamanho do imóvel

Seja novo ou usado, o tamanho do imóvel é preponderante na formatação do seu valor venal. O comprador, por sua vez, deve ficar atento quanto à legalização da respectiva planta.

Isso se deve ao fato de que são comuns os casos em que o imóvel é ampliado ou reduzido sem que as devidas alterações na planta sejam registradas junto à prefeitura, o que demanda tempo e recursos financeiros para tal regularização.

Número de dormitórios

A quantidade e o tamanho de cada dormitório devem ser considerados. A disposição de cada quarto também é importante de ser observada. Quartos muito estreitos — ou cujo acesso demande a passagem por lances de escada — podem inviabilizar os planos de moradia do comprador.

Presença de suítes

Para determinados perfis de compradores a presença de suítes é fundamental. Para outros, nem tanto. É certo, porém, que uma casa com suítes é mais bem valorizada que as demais.

No caso de imóveis usados, o acabamento das suítes deve ser observado atentamente. À semelhança dos banheiros, as suítes de casas antigas geralmente contam com azulejos e porcelanas antiquadas.

Número de vagas de garagem

Tanto em casas quanto em apartamentos, as vagas na garagem são extremamente importantes.

Nos casos em que o imóvel não dispõe do número de vagas na garagem desejado pelo comprador, este deve se certificar quanto à possibilidade de estacionar nas dependências externas do imóvel, ou até mesmo contar com serviços de estacionamento de terceiros.

Presença de varanda

A presença de varanda — principalmente com vista privilegiada — enobrece qualquer imóvel. Seja em apartamentos ou em casas, elas criam um ambiente aconchegante e favorecem momentos de confraternização.

O comprador, no entanto, deve ficar atento quanto à presença de telas de proteção e grades de parapeito bem desenhadas nesse ambiente, capazes, principalmente, de prevenir acidentes.

Localização

Certamente, este é um dos fatores mais determinantes na formatação do preço de qualquer imóvel. Por isso, o comprador deve observar se a casa está próxima, por exemplo, a uma estação de metrô, a um terminal rodoviário, a centros de emprego, a supermercados, a centros de saúde etc.

Ao mesmo tempo em que a proximidade de locais com esses pode ser favorável por conta da comodidade, ela pode também ser prejudicial, por conta do excesso de ruídos, da alta concentração de pessoas e da formação de trânsito de veículos em horários de pico.

Muitos outros fatores poderiam ser elencados aqui, tais como instalações elétricas e hidráulicas, móveis embutidos, pintura interna e externa, conservação do telhado, vizinhança, entre outros.

No entanto, para não ser surpreendido com os gastos elevados na reforma, o comprador deve pesar cada um desses fatores na hora de decidir se a compra de uma casa para reformar vale realmente a pena.

Quando vale a pena comprar casa para reformar?

Visto que existem muitas situações em que é viável a compra de uma casa para reforma, o comprador deve prestar atenção à combinação de elementos favoráveis do imóvel usado. Por isso, apresentamos alguns desses elementos abaixo:

Localização privilegiada

A localização de casas mais antigas tende a ser melhor que a localização de casas mais novas. Apesar desse fator não ser uma regra que se aplique a todos os casos, é comum regiões mais aquecidas economicamente serem povoadas primeiro.

Uma localização excelente tende a agregar valor ao imóvel e torná-lo mais caro. O comprador, então, no momento da negociação, deve destacar os fatores que contribuem para a desvalorização do bem, a fim de barganhar o melhor preço.

Amplo espaço interno

Casas ou apartamentos antigos geralmente possuem estrutura mais reforçada, e também dispõem de amplo espaço interno. Os traços arquitetônicos do passado contemplavam espaços maiores, principalmente porque as famílias também eram maiores.

Casas com amplo espaço interno, após serem reformadas, garantem aos moradores aconchego e maior liberdade. Antes da compra, porém, o comprador deve se certificar de que o montante a ser investido na reforma não tornará o negócio inviável em curto prazo.

Quando não vale a pena comprar casa para reformar?

Assim como existem elementos favoráveis, também existem aqueles que inviabilizam a aquisição de uma casa para reforma. Confira alguns a seguir:

Trânsito intenso de veículo nas vias da redondeza

A localização de uma casa pode trazer problemas ao comprador. Estar próximo a centros comerciais, estações de mobilidade urbana, universidades, entre outros, ao mesmo tempo em que pode oferecer comodidade aos moradores, também pode trazer decepções pelo intenso trânsito de veículos nos arredores.

Locais com elevado movimento de veículos exigirá paciência dos moradores, principalmente nos horários de pico. Os momentos de sair de casa, pela manhã, e os de retornar, no final da tarde ou à noite, podem demandar longas filas de espera todos os dias, sobretudo nos dias úteis.

Estrutura comprometida

A estrutura de uma casa é um ambiente delicado de se reformar. Sendo assim, se a estrutura estiver comprometida, os gastos com a reforma tendem a ser ainda maiores.

Uma boa casa, devidamente acabada e construída em local adequado, deve possuir estrutura para durar dezenas de anos, sem necessidade de reforço. Problemas estruturais graves podem demandar, inclusive, a demolição do imóvel.

Condições de negociação pouco favoráveis

Há casos em que o imóvel usado está corretamente legalizado, dispõe de boas condições estruturais e de excelente localização, mas o valor solicitado pelo proprietário torna inviável a reforma posterior.

O comprador, por sua vez, deve ficar atento às estimativas de gastos com a reforma. De outro modo, a compra e a reforma demandarão recursos em excesso. Portanto, é necessário que o comprador perceba isso antes do fechamento do negócio para evitar surpresas.

Agora que você já sabe mais sobre as vantagens e desvantagens de comprar uma casa para reformar, que tal ler sobre o consórcio imobiliário e saber como essa modalidade de aquisição pode te ajudar!