Tudo Sobre Consórcio

Entenda se vale a pena antecipar parcelas do consórcio

É vantajoso antecipar as parcelas do consórcio? Se eu resolver antecipá-las, como devo proceder? Saiba neste post!

Em todo consórcio, o integrante do grupo paga uma prestação (normalmente mensal), que inclui valores relativos ao objeto do contrato (bem móvel, imóvel ou serviço), à taxa de administração e às demais obrigações estabelecidas no contrato de adesão.

Em alguns casos, nos deparamos com a possibilidade de o consorciado antecipar parcelas do consórcio. Mas vale a pena? É esse o assunto do nosso post de hoje!

O consórcio

Apesar de muitas pessoas confundirem o consórcio com o financiamento, eles têm diferenças substanciais. Reajustes ou juros, autofinanciamento ou financiamento pelo banco, dentre outros pontos, não nos permite confundir as duas formas de aquisição de bens.

consórcio é uma forma facilitada para a aquisição de um bem ou serviço. Uma administradora autorizada pelo Banco Central do Brasil é responsável por formar e gerir um grupo de pessoas físicas ou jurídicas (consorciados) interessado em adquirir coisas semelhantes. Esses interesses podem ser variados como, por exemplo, um carro, um apartamento, uma viagem, uma cirurgia estética, dentre outros desejos.

Cada pessoa contribui com um valor mensal (prestação do consórcio), que inclui o valor parcelado do bem, a taxa de administração da Administradora e os demais encargos acordados no contrato. Essa contribuição permite que, periodicamente, um ou mais consorciados sejam contemplados com uma carta de crédito, que o possibilita adquirir o objeto do consórcio.

E como ele funciona? De forma simplificada, podemos elencar as seguintes etapas:

  1. Formação do grupo de consórcio pela administradora, que define o objeto, o tempo de duração, o valor das parcelas, dentre outros direitos e obrigações.

  2. Após determinado tempo, a Administradora passa a realizar as assembleias, que, dentre outras funções, são convocadas para contemplar os consorciados. A contemplação ocorre por sorteio ou lance.

  3. O integrante contemplado recebe uma carta de crédito com o valor do bem ou serviço, mas continua pagando as prestações mensais até o fim do grupo. Por meio dela, ele escolherá um fornecedor (de sua livre escolha) do objeto do contrato, e a Administradora procederá à aquisição do bem e à sua transferência ao contemplado.

  4. Após a contemplação de todos os consorciados, a Administradora quita eventuais obrigações e encerra o grupo de consórcio.

Com esse breve resumo sobre como funciona o consórcio, a explicação sobre a antecipação das parcelas é mais fácil!

Como antecipar as parcelas do consórcio?

A primeira providência a se tomar quando se decide antecipar as parcelas do consórcio é ler o contrato de adesão, que estabelece obrigações e direitos para as partes envolvidas (consorciado, grupo e administradora). É nele que há definições sobre a antecipação de parcelas para o consorciado, contemplado ou não.

Na antecipação de parcelas, a diferença entre o integrante do grupo contemplado e o não contemplado é que o primeiro, ao quitar todas as parcelas vincendas, encerra sua participação no grupo, enquanto o segundo permanece nele, ficando sujeito ao pagamento de eventuais diferenças de valor nas parcelas (podem ser reajustadas conforme atualização no valor do bem pretendido).

Existem algumas formas de quitar antecipadamente o consórcio:

  • Direta: quitação das prestações vincendas mais próximas, conforme o valor antecipado oferecido.

  • Inversa: o consorciado antecipa o pagamento a contar da última parcela. Ele poderá, assim, pagar a prestação do mês e a relativa à prestação final do consórcio. Se em cada mês, por exemplo, ele pagar a primeira e a última, antecipará o fim do consórcio pela metade (de 48 meses para 24 meses, por exemplo).

  • Diluída: o integrante do grupo oferece um valor como antecipação e esse valor é diluído, reduzindo as parcelas mensais até o fim do consórcio.

  • Quitação total: o consorciado quita todas as parcelas de uma só vez e se libera das garantias. Se, ao final do grupo de consórcio, houver saldo positivo, ele poderá ser ressarcido com algum montante.

Utilização do FGTS

Além das formas de quitação antecipada, se o consórcio disser respeito a imóvel residencial, o consorciado poderá utilizar o saldo de sua conta vinculada ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço para quitar ou amortizar as prestações, conforme manual da Caixa Econômica Federal (gestor do FGTS).

Por fim, uma pequena observação: o consorciado que ainda não foi contemplado não terá direito à contemplação imediata caso resolva antecipar as parcelas vincendas e nem terá direito a ter descontos no valor total (isso deve ser discutido caso a caso com a administradora)

Vantagens de antecipar parcelas do consórcio

Quitar antecipadamente as parcelas do consórcio tem algumas vantagens significativas, que devem ser levadas em consideração na hora de decidir. Quer saber quais são?

  • Liberar-se das parcelas mensais, aliviando o impacto no seu orçamento.

  • Redução do saldo devedor, já que quanto maior o número de parcelas antecipadas, menor o valor que resta a pagar.

  • A flexibilidade para adequar o pagamento do plano de consórcio ao seu orçamento atual e ao planejamento financeiro;.

  • Em caso de consórcio de imóvel residencial, há possibilidade de utilização do FGTS.

Em suma, essas vantagens podem fazer muita diferença para quem quer se livrar das pendências do consórcio e das demais obrigações que o contrato estipulou.

Por fim, convém lembrar que a antecipação de parcelas no consórcio deve ter suas regras previstas no contrato de adesão feito entre administradora e consorciado. Também no contrato estarão as condições para a operação (número de parcelas que se permite quitar, se a antecipação se aplica apenas ao consorciado contemplado, dentre outros assuntos).

Antecipar parcelas do consórcio pode ser uma alternativa boa para quem não quer ficar com pendências mensais que podem atrapalhar o orçamento ou para quem tem um valor extra para aplicar no plano. Se um deles é o seu caso, com esse post ficaram esclarecidas as vantagens da antecipação e a forma como fazê-la!

Caso ainda tenha outras dúvidas, não hesite em nos procurar. Você sabia, por exemplo, que o consórcio é uma forma de poupança?