Meu Primeiro Carro

10 caminhonetes mais baratas do Brasil e como pagar por elas

Veja quais são as caminhonetes mais baratas do mercado e aproveite para entender como é possível comprar a sua!

Já notou como as picapes caíram no gosto dos brasileiros? Esses veículos que costumam ser os favoritos dos norte-americanos estão fazendo muito sucesso por aqui. E não é para menos! Segundo dados da Fenabrave, as vendas dessa categoria vêm crescendo ano a ano e parece que a tendência veio para ficar. Curioso para saber mais informações sobre esses automóveis? Que tal começar aprendendo sobre caminhonetes baratas e como fazer para ter a sua?

Neste post, você vai conhecer as seguintes companheiras de estrada:

1. Volkswagen Saveiro Robust CS;
2. Chevrolet Montana LS;
3. Renault Duster Oroch Express;
4. Fiat Strada Adventure CD;
5. Chevrolet S10 Advantage Flex 4x2 MT;
6. Fiat Toro Freedom Flex;
7. Ford Ranger XLS Flex;
8. Volkswagen Amarok S Diesel;
9. Toyota Hilux Cabine Simples;
10. Mitsubishi L200 Triton Sport GLX 2.4 MT.

Então vamos lá?

As 10 caminhonetes mais baratas do Brasil

O mercado de caminhonetes no Brasil é bem desenvolvido e diversificado. É possível encontrar desde picapes menores e derivadas de veículos de passeio até carros maiores e mais robustos. Nesta lista você verá modelos de vários portes e marcas. Certamente, uma dessas caminhonetes vai combinar com seu estilo e bolso. Veja só!

1. Volkswagen Saveiro Robust CS, a partir de R$52.360

Com motor 1.6 MSI 8 v, 101 cv, a picape de entrada da Volkswagen sofreu algumas mudanças de visual e mecânica nos últimos anos, mas continua com versões apenas manuais. Os valores iniciais são bem próximos da concorrente Montana, mas apresenta mais modernidade. De série vêm airbags frontais, freios ABS com EBD. Conta ainda com alerta de frenagem de emergência e freio a disco nas 4 rodas.

2. Chevrolet Montana LS, a partir de R$52.590

Essa caminhonete tem um motor 1.4 flex, 99 cavalos de potência e capacidade para carregar até 756 quilos. Os modelos 2018 e 2019 passaram por algumas mudanças externas que deixaram a picape mais parecida com o Ônix, carro mais vendido da fabricante. Como ponto negativo, vale citar que ela mudou muito pouco desde seu primeiro modelo, inclusive ainda utilizando a plataforma do Corsa B.

3. Renault Duster Oroch Express, a partir de R$72.890

A Duster Oroch Express conta com um motor 1.6 de 16 v, manual e 120 cv. Os itens de segurança incluem freios ABS, airbag duplo e alerta de cinto de segurança do motorista. A direção é eletro-hidráulica, não tem opções de automática e nem tem 4x4. Porém, diferentemente das anteriores, a cabine é dupla. Ocupando a 6ª posição no mercado em quantidade de emplacamentos, a Renault Duster Oroch Express tem capacidade de carga de 680 quilos.

4. Fiat Strada Adventure CD, a partir de R$79.990

De cabine simples, essa versão está disponível com motor 1.8, 16 v, direção hidráulica e câmbio manual de 5 marchas. Além disso, conta com airbag duplo, freios ABS com EBD e sensor de estacionamento traseiro. Considerada prática e robusta, a Strada Adventure CD é líder de vendas na categoria da montadora, mesmo com o sucesso da Toro. Mesmo assim, deve passar por uma atualização em 2020, de acordo com informações da própria Fiat.

5. Chevrolet S10 Advantage Flex 4x2 MT, a partir de R$105.990

Versão de entrada da S10, a Advantage voltou ao mercado no ano passado e se tornou a caminhonete mais barata entre as médias. A picape conta com airbags duplos frontais e sistema ABS/EDB nos freios, motor 2.5 flex, 16 v, 206 cv, câmbio manual e direção elétrica progressiva. A capacidade de carga é de 1.061 litros e cabine dupla, o que a torna ideal tanto para trabalho quanto para passeio.

6. Fiat Toro Freedom Flex, a partir R$106.990

Com a proposta que deu certo de combinar o conforto de um SUV com uma caçamba de picape, a Fiat Toro pode ser considerada um fenômeno de vendas. Apesar da Strada ainda ser a mais vendida da montadora, sua irmã vem batendo recordes mês a mês. O motor é 1.8 flex, 16 v, 135 cv, direção elétrica, câmbio automático e cabine dupla. Apresenta uma capacidade de carga de 650 quilos, é equipada com airbag duplo e freios ABS com EBD.

7. Ford Ranger XLS Flex, a partir de R$110.490

A Ford Ranger de entrada tem motor 2.5 flex, 173 cv, direção elétrica e transmissão manual de 5 velocidades. Além disso, conta com câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro e piloto automático. Apesar do modelo ser tração 4x2, essa picape apresenta ainda cabine dupla e 7 airbags. A capacidade de carga é de 1.298 quilos. É ideal para quem precisa de um carro mais forte e robusto.

8. Volkswagen Amarok S Diesel, a partir de R$122.990

Uma caminhonete com motor 2.0 TDI turbo de 140 cv, câmbio manual de 6 velocidades e direção hidráulica progressiva é o que você encontrará nessa versão da Amarok. Apresenta o diferencial de ser a única caminhonete entre as médias equipada com tração 4x4 permanente. Além disso, é cabine simples e tem capacidade de carga útil de 1.139 quilos. Por isso, é indicada para trabalho ou passeios individuais.

9. Toyota Hilux Cabine Simples, a partir de R$ 126.320

Líder em vendas das picapes médias, a Hilux de entrada conta com motor Diesel D-4D, 2.8, 177 cv, 16 v turbo com torque 42,8 kgf.m. A transmissão é manual de 6 velocidades, a direção é hidráulica e é equipada com freios ABS com EBD e airbags frontais. Cabine simples, tração 4x2, 4x4 e 4x4 reduzida. A capacidade de carga é de até 1.580 litros. Para 2019, a caminhonete ganhou reestilização, mas sem alterações mecânicas.

10. Mitsubishi L200 Triton Sport GLX 2.4 MT, a partir de R$131.990

A última caminhonete da lista tem o maior preço das 10, mas também é uma das mais completas. O motor dessa L200 é 2.4 turbodiesel, 190 cv, câmbio manual de 6 marchas e tração Super Select II — 4x2, 4x4 e 4x4 reduzida. A direção é hidráulica, o airbag é duplo e os freios são ABS, além de ter câmera de ré e multimídia. Leva uma carga útil de 1.020 quilos e a cabine é dupla. Todos esses atrativos a tornam indicada tanto para o trabalho como para o lazer.

O consórcio como forma de pagamento

Agora que você já conhece boas opções de caminhonetes e provavelmente já até escolheu aquela que mais atende a seus desejos e suas necessidades, é hora de se planejar para adquirir a sua. É bem possível que você não disponha de todo o capital necessário para o pagamento à vista, certo? Então que tal considerar o consórcio como forma de pagamento da sua picape?

O consórcio é uma forma programada de aquisição de bens e serviços como alternativa aos financiamentos, que apresentam juros altos. Além de taxas mais acessíveis, que fazem o valor final sair bem mais em conta, o consórcio permite que você faça um investimento planejado para conquistar o seu veículo, com segurança e baixo risco. E o melhor é que ainda dá para aumentar suas chances de contemplação por meio dos lances!

Como você viu, o mercado de picapes só cresce a cada ano no Brasil. Esses veículos que se tornaram objetos de desejo de muitos brasileiros apresentam várias opções, desde potência e tamanho a capacidade de carga e acessórios. Algum modelo certamente vai se encaixar com suas necessidades e com seu bolso!

E para se planejar para adquirir a sua caminhonete, considere entrar para um grupo de consórcio! Assim vai ficar mais fácil tirar o sonho do papel. Aproveite e veja agora mesmo como o consórcio de caminhonete é uma boa opção!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.