Meu Primeiro Carro

Comprar caminhonete: o que levar em conta e como adquirir uma?

As caminhonetes são ótimas opções para quem precisa de potência e espaço. Quer saber como escolher uma? Confira no post!

As picapes são bem famosas no mercado automobilístico não só pelo espaço que oferecem, mas também por sua potência. Por mais que quem escolha comprar caminhonete geralmente o faça motivado por uma necessidade de trabalho — e não é para menos, já que esses carros são ótimos para fazer o transporte dos mais diversos materiais —, qualquer pessoa pode ter um veículo desse tipo para aproveitar seu estilo e sua dirigibilidade.

Ficou interessado em saber mais sobre caminhonetes? Acha que esse modelo de veículo pode ser uma boa pedida para suas necessidades? Então fique de olho nas nossas dicas! Falaremos neste post sobre os pontos que devem ser considerados para fazer uma escolha certeira. Vamos lá?

O que levar em conta ao comprar caminhonete?

Não tem jeito: a compra de qualquer carro requer atenção. Trata-se, afinal de contas, de um bem durável com muitos detalhes a analisar — no caso das caminhonetes, é preciso ser ainda mais cuidadoso. Veja a seguir os pontos que precisam ser considerados!

Análise de necessidades

Todas as compras partem de uma necessidade, certo? Pensando nisso, a primeira pergunta que você deve responder antes de comprar caminhonete é: por que preciso desse carro? Esse simples questionamento vai oferecer respostas que o ajudarão a decidir sobre diversos detalhes da compra, como o tamanho e a potência do veículo.

Vamos supor que você precise de uma picape para transportar material pesado ligado a seu negócio. Nesse caso, é interessante procurar um carro robusto, com força suficiente para levar essas cargas sem deixar a direção desconfortável. Além disso, o espaço seria um elemento essencial nessa escolha.

A situação já seria um pouco diferente para quem pensa em comprar uma caminhonete para usar em viagens e fazer o transporte de cargas leves ou moderadas. Nesse caso, não é preciso se preocupar tanto com o tamanho ou a força do carro, priorizando outros fatores, como o espaço interno ou a opção de tração nas 4 rodas, caso precise rodar em estradas menos conservadas.

Um cuidado importante na análise de suas necessidades é considerar também o futuro próximo. Se você é dono de um negócio e ele está crescendo, por exemplo, pode ser interessante investir na aquisição de um carro que continue servindo bem às demandas da frota da empresa mesmo daqui a 2, 3 ou 4 anos.

Opinião de proprietários

Outro fator que deve ser considerado na compra de uma caminhonete é a opinião de outros proprietários. Você conhece alguém que tem uma picape? Bata um papo com essas pessoas para pedir indicações, esclarecer dúvidas e, quem sabe, até rodar um pouco no carro dos amigos para avaliar a direção.

Outra forma de ter acesso a proprietários de caminhonetes é pela internet. São diversos os sites que reúnem opiniões dos donos sobre esses carros. Você pode pesquisar sobre vários modelos, conhecendo suas vantagens e desvantagens por meio de comentários de quem já teve ou ainda tem esses veículos. Essa é uma ótima maneira de tirar dúvidas.

Relação custo-benefício

É claro que não podemos nos esquecer de avaliar o preço do carro no momento da compra. Mas o valor não é o único fator que importa, ok? Na verdade, é preciso olhar muito mais atentamente para a relação entre custo e benefício do veículo. Afinal, alguns modelos custam mais caro justamente porque oferecem mais facilidades, enquanto outros podem não valer todo o preço cobrado.

O ideal, assim, é considerar a quantia pedida juntamente com os benefícios proporcionados pelo carro. A caminhonete vem, por exemplo, com ar-condicionado, direção hidráulica e protetor de caçamba? Pergunte sobre as condições oferecidas pelo modelo e não deixe de fazer um test drive. Assim vai ficar mais fácil avaliar se o valor do carro condiz com sua qualidade e suas características.

Demais custos relacionados

Há ainda mais um ponto de atenção a analisar ao procurar por uma caminhonete: os gastos que serão incluídos no seu orçamento além do preço de compra do veículo. Estamos falando de combustível, impostos, revisões e seguro. Como esses custos podem variar muito de modelo para modelo, é preciso pesquisar e, de preferência, colocar tudo no papel.

Você pode pesquisar, por exemplo, a respeito do consumo médio do veículo, bem como sobre quanto é cobrado em impostos e seguros. Além disso, também é possível saber antecipadamente o valor médio das manutenções básicas.

Outro cuidado é em relação às revisões. Procure saber se as peças do carro têm boa disponibilidade no mercado. Se você usa a picape para o trabalho, por exemplo, não pode enfrentar esse tipo de dificuldade. Afinal, ficar dias parado, só esperando determinado componente para manutenção, é uma desvantagem e tanto.

Que dicas seguir na hora da aquisição?

Além dos pontos que acabamos de citar, podemos dar mais algumas dicas valiosas para ajudá-lo a comprar caminhonete. E a primeira delas é em relação ao combustível: o motor a diesel é o mais indicado para quem pretende fazer uso comercial desse veículo. Na prática, apesar de mais caro, ele promove uma maior economia no longo prazo.

Outra indicação importante é em relação à compra de seminovos. Sabemos que, muitas vezes, essa escolha é vantajosa por permitir que você adquira um modelo mais moderno por um preço menor. Entretanto, é preciso avaliar isso com muito cuidado, pois sempre existe um certo risco de levar para casa um veículo com problemas. Para evitar, fique atento principalmente ao sistema de suspensão, um dos elementos mais importantes em uma caminhonete. Como esse carro costuma ser colocado em condições severas, é interessante contar com a avaliação de um mecânico antes de bater o martelo.

Quais são as vantagens de fazer um consórcio de caminhonete?

Agora que você já sabe como escolher sua caminhonete e que itens merecem um cuidado maior na hora da compra, que tal falarmos sobre a questão financeira? Como a empolgação com a escolha do carro pode tirar a atenção que esse aspecto merece, muitas pessoas acabam desequilibrando as finanças para arcar com essa grande aquisição. Mas não precisa ser assim.

Focar também nesse ponto é essencial, principalmente se você quer comprar caminhonete como investimento no seu negócio. É preciso buscar uma forma de não impactar tanto as finanças, sejam as pessoais ou da empresa. E a melhor estratégia é, sem dúvida, o consórcio.

Essa modalidade é mais indicada para quem quer programar sua compra e não acabar com seu capital. Também é mais vantajosa que outras formas de compra parcelada, pois não há cobrança de taxa de entrada e de juros. O que existe é a taxa de administração, que geralmente tem um valor bem mais acessível. Assim, você realiza uma aquisição de maneira planejada e sem grandes impactos no orçamento!

A flexibilidade é um dos maiores benefícios do consórcio, que oferece aos interessados a liberdade de escolherem o valor da cota que melhor se adapta as suas possibilidades. E o mais interessante é que, mesmo pagando parcelado, é possível aproveitar as condições de compra à vista — quando a carta de crédito é liberada, o consorciado tem em mãos o equivalente ao valor integral do carro para negociar.

E então, nosso post o ajudou a decidir? Aproveite para conhecer nossas condições imperdíveis para um consórcio de caminhonetes!

Simule Seu Consorcio

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.