Meu Primeiro Carro

Confira 7 pontos de atenção ao fazer um test drive

Tem um test drive marcado? Entenda quais são os principais pontos de atenção para não deixar passar nenhum detalhe!

O mundo automobilístico é considerado uma paixão por muita gente e, por isso, um assunto muitas vezes levado a sério nas rodas de conversa. No entanto, na hora de comprar um carro, até quem não é especialista no assunto quer entender todas as características que devem ser consideradas para que a escolha não decepcione.

O fato é que o sonho de ter um carro próprio ou de trocar o automóvel que já está na garagem por um modelo mais novo é muito comum entre as pessoas, mas demanda um certo conhecimento, organização financeira e planejamento.

Justamente por exigir uma maior investimento, essa é uma compra que deve ser realizada de forma consciente e cautelosa. Ter a oportunidade de fazer um test drive, por exemplo, é uma maneira de ver as vantagens e desvantagens do carro pretendido e, assim, chegar mais perto do acerto na hora da escolha.

Pensando nisso, listamos alguns pontos de atenção que devem ser observados na tomada de decisão para não frustrar quem está prestes a adquirir esse bem.

Muitas questões que impactam diretamente no nível de satisfação do carro mais tarde devem ser verificadas de modo que o sonho não se transforme em dor de cabeça. Confira, a seguir, o que precisa ser observado na hora de fazer um test drive!

1. Verifique se o carro realiza os ajustes ergonômicos ideais para o tamanho do motorista

Quem já tem o costume de dirigir sabe que a primeira coisa que deve ser feita ao entrar no carro é o ajuste no banco e nos retrovisores.

Especialmente pessoas que são muito altas, muito baixas ou, até mesmo, possuem necessidades especiais devem observar se o carro escolhido é o ideal para o seu perfil e suas dimensões.

A diversidade de modelos disponíveis atualmente no mercado possibilita a escolha de um veículo que se adeque perfeitamente ao tamanho do motorista e proporcione conforto e estabilidade no trânsito.

Por isso, verificar se o carro realiza os ajustes ergonômicos ideais é um passo importante e que deve ser tomado logo no início do test drive.

2. Ajuste os retrovisores

Seguindo a premissa de regular o carro para que se tenha a melhor experiência possível, o ajuste dos retrovisores também é algo que deve ser feito assim que o motorista entra no veículo.

Dessa forma é mais garantido que você vá realizar uma experiência mais segura e livre de pontos cegos. O modelo do carro também influencia nesse ponto, ou seja, alguns são mais confortáveis que outros e isso vai variar de pessoa para pessoa.

Somente experimentando, entrando no carro e realizando os ajustes necessários você poderá ter a certeza de que está fazendo a melhor escolha.

3. Tire as dúvidas com o vendedor

Por se tratar de um percurso mais curto, nem sempre todas as dúvidas são esclarecidas apenas durante o test drive. Ao longo do trajeto, questões como quantos quilômetros o carro faz por litro de gasolina e a disponibilidade de peças no Brasil são essenciais para descobrir qual será o aumento no seu consumo com abastecimento e manutenção, por exemplo.

Principalmente em casos de veículos de marcas chinesas não muito conhecidas, os consumidores reclamam bastante a respeito da dificuldade em encontrar as peças quando elas precisam ser trocadas.

Um carro sustentável não só para o meio ambiente, mas para seu próprio dono, deve oferecer essa facilidade para que não seja necessária uma nova troca de automóvel ao primeiro sinal de defeito.

4. Passe por percursos críticos

Ainda que a concessionária sugira um determinado percurso, é importante passar por percursos críticos como ruas com buracos, quebra-molas, morros acentuados, entre outros.

Lembre-se de que você é quem fará o investimento no veículo e não hesite em insistir para que um trecho conhecido faça parte do trajeto no test drive.

Só assim será possível observar como realmente o carro se comporta diante desses obstáculos existentes no seu dia a dia.

5. Sinta a resposta dos pedais e da direção

Vai fazer um test drive? Não se esqueça de analisar a resposta dos pedais e da direção ao longo do percurso. Esses itens representam uma das partes mais relevantes do carro e devem estar em perfeito funcionamento.

A direção precisa ser fácil de controlar e de realizar manobras. Em carros que tem direção hidráulica, deve-se observar o tempo de resposta aos comandos, uma vez que ele não deve ser nem muito rápido nem muito lento.

Com relação aos pedais, o ideal é que eles respondam de forma leve e suave, ou seja, não podem dar trancos e solavancos no veículo e em seus passageiros no momento em que forem acionados.

6. Observe se o carro cabe na garagem

Parece simples, mas na hora da empolgação de comprar o carro muita gente esquece de observar se ele caberá na garagem.

Muitos prédios e casas possuem lugares bem apertados e portões estreitos, que fazem com que o motorista tenha que fazer diversas manobras para conseguir tirar e colocar o veículo da vaga.

Nesses casos, é essencial optar por modelos mais compactos, caso contrário a aquisição pode se tornar uma grande frustração quando chegar em casa.

Acabou de fazer um test drive? Olhe bem para o carro e calcule se o tamanho dele condiz com o espaço que você tem para estacioná-lo.

7. Use o ar-condicionado e a central multimídia

O ar-condicionado e a central multimídia são itens que às vezes as pessoas não se lembram de checar, mas que devem fazer parte da primeira experiência na direção do futuro carro.

É recomendado observar se o ar-condicionado funciona bem, não apresenta barulhos inconvenientes e está livre de mal cheiro. No que diz respeito à central multimídia, a dica é entender as funções oferecidas e avaliar a real necessidade de cada uma delas.

Às vezes você pode estar pagando mais caro por uma função que não vai utilizar ou que não funciona com seu aparelho celular. O interessante é realizar essas considerações antes ou depois do test drive de fato.

Isso porque os vidros fechados ou a preocupação com o painel de controle não devem atrapalhar a atenção exigida nos pontos citados anteriormente.  

Pronto para fazer um test drive? Antes de fechar negócio, saiba porque o consórcio pode ser a melhor alternativa para comprar o seu carro!