Meu Primeiro Carro

Dirigindo bem: 6 dicas que vão ajudar você a ser um bom motorista

Quer saber se está dirigindo bem? Leia este post e veja se você segue as nossas dicas para uma direção segura!

Pouco importa se você é motorista há muitos anos ou se acabou de conseguir a sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação), há sempre novas informações capazes de melhorar a forma como você se porta atrás de um volante.

Se você já se perguntou alguma vez se está dirigindo bem, é porque se importa não apenas com a sua segurança, mas também com a de todos aqueles que estão ao seu redor. Portanto, é fundamental se manter informado para garantir que está fazendo o seu melhor.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura deste post e conheça 6 dicas sobre como melhorar a direção automotiva.

1. Evite distrações

Em tempos de WhatsApp, redes sociais e vida agitada, é fundamental falarmos sobre os riscos do uso do celular enquanto se dirige.

Se antes a preocupação era "apenas" com as ligações, atualmente, as coisas saíram um pouco de controle e a questão é muito mais ampla. Os motoristas têm desenvolvido o hábito de digitar e gravar áudios ou vídeos enquanto dirigem.

Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicou que o uso do celular no trânsito aumenta em até 400% os riscos de acidente. Outras pesquisas indicam, ainda, que digitar enquanto está dirigindo é mais perigoso do que a combinação álcool e volante, logo, se você tem esse costume, pare imediatamente!

No entanto, não é apenas o celular que é inimigo de uma direção segura. Costumes, como comer, se maquiar, conversar olhando para o passageiro e até mesmo se empolgar muito com a trilha sonora, são bastante perigosos quando o assunto é trânsito.

Portanto, evite o excesso de confiança e tenha atenção total na direção quando você for o motorista.

2. Siga as leis de trânsito

Esta dica pode parecer boba, mas é necessária. Muitas pessoas, ainda mais quando estão atrasadas, optam por infringir conscientemente as leis de trânsito, seja no excesso de velocidade, seja ao andar no acostamento quando o trânsito está parado.

Principalmente nas grandes cidades, onde o fluxo de carros é intenso e dirigir pode se tornar uma atividade bastante estressante, motoristas acreditam que está tudo bem serem seletivos no cumprimento das leis e que as suas ações não poderão trazer consequências graves.

Além de você poder causar um acidente, ainda corre o risco de encontrar uma fiscalização móvel, ganhar uns pontos na carteira e perder dinheiro pagando a multa.

3. Invista na direção defensiva

No trânsito é importante prestar atenção ao que você está fazendo e prever as ações dos outros. Assim, investir na direção defensiva é essencial.

Para isso, mantenha uma distância segura do carro da frente, faça uso da seta sempre, independentemente se a via é movimentada ou não, mantenha as luzes dos faróis acesas mesmo dentro da cidade, etc. Essas atitudes simples podem fazer muita diferença no trânsito e garantir não apenas a segurança, mas também o conforto de quem estiver dentro do carro com você.

4. Ajuste os retrovisores

O ajuste correto tanto dos retrovisores laterais quanto do central é essencial para dirigir com segurança e diminuir os pontos cegos. Se você não divide o seu carro com ninguém, essa é uma tarefa muito mais simples, porque uma vez que os espelhos estejam ajustados, não há mais problemas.

Por outro lado, se o seu carro não é de uso exclusivo e você precisa partilhá-lo com outra pessoa da sua família, lembre-se sempre de garantir que os retrovisores estejam adaptados para você. No início pode parecer meio chato, mas depois que pegar o jeito, fica mais fácil. Para tanto, sigas as dicas abaixo:

- posicione corretamente o banco, de modo que o seu pé alcance o fundo do pedal, as mãos alcancem a parte superior do volante, seus braços fiquem semiflexionados e as suas costas estejam bem apoiadas;
- depois, regule o retrovisor interno, de forma que você enxergue a maior área possível do vidro traseiro;
- e, por fim, regule os retrovisores externos colocando-os mais para fora de forma que você veja apenas a parte traseira do seu veículo e a maior parte da via, evitando os pontos cegos.

5. Faça revisões periódicas

Fazer a revisão do carro periodicamente é essencial para garantir a segurança do motorista, dos passageiros e dos pedestres. Além disso, também evita que o veículo tenha problemas em situações inoportunas e que poderiam ter sido evitados.

Logo, tenha uma rotina para verificar a calibragem, se os pneus estão carecas, se está na hora de fazer um rodízio ou de trocá-los. Também é importante checar o óleo, a embreagem, a condição das palhetas e dos freios, entre outros itens.

Se o seu carro ainda estiver na garantia, a própria concessionária realizará as revisões que normalmente acontecem a cada 10 mil quilômetros rodados. Se não for o seu caso, tenha sempre um mecânico de confiança para que você possa levar o seu veículo para um checkup.

6. Não dirija cansado

Nós sabemos que pode ser bastante difícil evitar o cansaço, ainda mais se você mora em cidades com o trânsito caótico, em que às vezes é necessário encarar muito tempo dentro do carro para chegar até o destino.

Mas o ideal é evitar dirigir quando estiver muito cansado. Portanto, tenha uma boa rotina de sono para estar com atenção pela manhã. À noite, depois de sair do trabalho ou da faculdade e entrar no carro, faça alguns alongamentos rápidos.

Agora, se você estiver viajando para algum local distante, programe pausas estratégicas para descansar as pernas, esticar as costas, tomar um café. Se você estiver sozinho, redobre ainda mais a atenção para que não durma no volante e acabe causando um acidente.

Se a sua preocupação é sobre estar dirigindo bem ou não, lembre-se de que isso envolve mais a atenção e o cuidado com os detalhes que você tem do que dirigir rapidamente ou saber fazer manobras perigosas com o carro.

Gostou das dicas e quer se informar mais? Então, leia também nosso artigo com com dicas de direção econômica para que seu carro gaste menos!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.