Meu Primeiro Carro

Higienização automotiva: 7 dicas para fazer em casa sem dificuldade

Aprenda, com dicas simples, como fazer a higienização automotiva em casa e descomplique essa tarefa!

Há quem veja a higienização automotiva como um hobby ao qual são dedicadas horas de atenção, além de investimentos em equipamentos e produtos. Para uma grande parcela de pessoas, porém, a limpeza de um veículo é considerada uma tarefa bem complicada e desprazerosa. Por isso, em vez de cumpri-la em casa, muitos acabam recorrendo aos serviços profissionais.

Neste post você vai encontrar 7 dicas imbatíveis para facilitar os cuidados com seu automóvel. Preparado para ver como a limpeza automotiva pode até ser uma atividade bastante agradável? Então confira!

Como fazer higienização automotiva em casa?

1. Comece pelas preliminares

Uma higienização automotiva eficiente pede que sejam cumpridas algumas preliminares que facilitam o trabalho e previnem transtornos. A primeira delas é tirar o veículo do sol. Além de evitar o desconforto de ter que lidar com um automóvel quente na hora da limpeza, essa precaução ainda ajuda a conservar a pintura — que pode ser danificada se a lavagem for iniciada com a lataria quente.

Em seguida, enquanto o carro esfria, você pode já ir organizando sua tarefa. Vale a pena gastar alguns minutos com essa etapa, uma vez que ela afastará a bagunça — essa, aliás, é a justificativa que muitas pessoas usam para dar preferência aos serviços de um lava-rápido. Reúna todos os equipamentos necessários onde a higienização será realizada, facilitando o acesso aos itens. Estamos falando de mangueira, aspirador, panos, escovas e baldes, entre outros.

Ao mesmo tempo, organize em uma caixa os produtos que serão usados, deixando-os à mão sempre que necessário. Nesse ponto, vale a pena destacar que retornar com um produto para a caixa logo após o uso é uma medida muito útil. Assim, quando você precisar dele novamente, não precisará ficar procurando, o que evitará aborrecimentos.

Tome o cuidado de usar produtos adequados para a limpeza veicular, uma vez que sabão e detergente comuns podem causar manchas na pintura, tirando o brilho da cor do veículo e das forrações. Pelo mesmo motivo, use esponjas e panos apropriados, para evitar qualquer tipo de risco na lataria. E, por fim, retire pulseiras e anéis para impedir que os acessórios danifiquem a pintura e os tecidos do veículo, além de evitar qualquer risco de ferimentos.

2. Lave a parte externa seguindo uma sequência

Com o veículo frio, procure lavá-lo seguindo uma sequência lógica. Antes de mais nada, lave o teto, porque assim a sujeira desce para onde ainda não foi limpo. Depois, você pode ir para a parte dianteira, lavando em seguida a parte traseira e as laterais. Deixe os pneus e as rodas por último. Dessa forma, você conseguirá eliminar a sujeira de cima para baixo, evitando que ela volte para peças já lavadas.

3. Use mais o balde que a mangueira

Privilegie o uso de baldes na lavagem do seu veículo, reservando a mangueira apenas para a sujeira mais pesada. Dessa forma, você consegue evitar que o local onde está trabalhando fique excessivamente molhado, ao mesmo tempo em que economiza água.

Em um balde, portanto, faça a diluição correta do produto de limpeza automotiva de sua preferência — basta seguir as instruções indicadas no rótulo. Com a esponja, espalhe a solução pela lataria, esfregando suavemente e concentrando um esforço maior onde houver sujeira incrustada. Em seguida, use outro balde, agora com água limpa, para o enxágue.

Concluída a lavagem externa, seque a lataria com um pano macio, preferencialmente de microfibra, que é o material apropriado para essa finalidade. Se quiser dar um toque a mais de capricho, finalize com a aplicação de uma camada de cera, que também deve ser removida com um pano macio. Ao terminar essa etapa, é hora de partir para a limpeza interna.

4. Aspire todos os cantinhos

Antes de começar a limpeza interna, retire todos os objetos de dentro do carro, bem como resíduos e tapetes. Esses itens precisam ser lavados externamente com água e sabão, só devendo ser recolocados no veículo depois que estiverem bem secos. Em seguida, esmere-se no uso do aspirador, buscando alcançar todas as frestas do interior. Em geral, os aspiradores de pó contam com acessórios que facilitam essa tarefa.

Combinar o uso de uma escova macia nos bancos e nas forrações internas com a aspiração aumenta a eficiência do processo. E cuide para que os mesmos cuidados que você adotar na limpeza da cabine do veículo sejam repetidos no porta-malas, ok?

5. Procure por manchas e sujeira acumulada

Após a limpeza com o aspirador de pó, procure por manchas nos bancos, nos forros das laterais e do teto, além de sujeiras que possam ter se acumulado em frestas e cantinhos mais inacessíveis. Para as manchas existem produtos em spray disponíveis no mercado que facilitam bastante a remoção e evitam que você danifique os tecidos com receitas caseiras ou produtos inadequados. A sujeira acumulada naqueles pontos em que o acesso é mais difícil pode ser removida com escovas e pincéis.

É importante salientar que o uso de água na limpeza interna do veículo deve ser evitado ao máximo, uma vez que a secagem é mais demorada em ambientes fechados. Você não quer provocar mofo e cheiros indesejáveis no seu carro, certo? Portanto, procure usar somente produtos adequados e panos umedecidos.

6. Cuide dos painéis

Os painéis dos veículos merecem atenção especial, uma vez que ficam bastante expostos ao sol e ao acúmulo de sujeira. Além disso, como são muito visíveis, é importante que eles fiquem tão limpos quanto a lataria. Para chegar a um bom resultado, você pode iniciar a limpeza do painel com um pano seco, retirando a poeira mais superficial. Em seguida, remova a sujeira mais incrustada com um pano úmido. Não se esqueça de limpar o porta-luvas e os porta-objetos com o mesmo cuidado.

Mais uma vez, vale destacar que o uso de sabão e detergente convencionais pode provocar manchas no material dos painéis. Portanto, evite-os. Você pode fazer um acabamento na limpeza do painel com silicone líquido, que dará um aspecto de novo ao acessório.

7. Limpe os vidros com os produtos certos

A limpeza dos vidros na parte externa pode ser feita junto com a lavagem da lataria. Porém, se houver manchas ou sujeira acumulada, vale a pena adotar um cuidado especial tanto na limpeza externa, quanto na limpeza interna.

Na parte interna, faça a limpeza superficial utilizando um pano macio para retirar a poeira e o excesso de oleosidade. Em seguida, aplique um limpa-vidros apropriado, seguindo as instruções da embalagem. Se houver necessidade, você pode aplicar o produto também na parte externa.

Limpe um vidro de cada vez, o que permite maior eficiência no processo. Na higienização interna, prefira produtos que previnam que os vidros embacem em dias de chuva ou durante o uso do ar-condicionado.

Como decidir entre a higienização caseira ou profissional?

Se você chegou até aqui, já aprendeu a fazer uma higienização automotiva caprichada, não é mesmo? Às vezes, porém, surge aquela dúvida: limpar em casa ou levar o carro para um lava-rápido profissional? Antes de mais nada, saiba que esse é um questionamento normal entre os motoristas. Para respondê-lo, muitas variáveis precisam ser avaliadas.

Listamos alguns pontos que devem ser levados em consideração em diferentes situações para que você consiga decidir qual se encaixa melhor em sua realidade. Acompanhe!

Pontos positivos de fazer higienização automotiva em casa

Em casa, você:

- economiza dinheiro, uma vez que não precisará pagar ninguém para realizar o serviço;
- tem maior controle sobre os produtos utilizados na higienização;
- relaxa a mente enquanto aproveita seu tempo livre para cuidar do próprio patrimônio.

Pontos negativos de higienizar o carro em casa

Por outro lado, se você opta por lavar o carro em casa:

- pode danificar a pintura do carro ao usar produtos errados por pura falta de prática;
- vai ter que passar uma parte do seu tempo livre lavando o carro em vez de estar na companhia de amigos e familiares;
- é bem possível que não tenha um local realmente adequado para essa atividade, que seja amplo, com acesso a água corrente e protegido do sol, para evitar o aparecimento de manchas na lataria;
- pode chegar à conclusão de que higienizar um carro inteiro com frequência é trabalhoso e cansativo.

Pontos positivos de fazer higienização automotiva em um lava-rápido

As maiores vantagens de deixar o carro na mão de profissionais são:

- a segurança do processo, especialmente se o motor estiver muito sujo;
- o acesso a produtos diferenciados, muitos inclusive vendidos apenas para empresas;
- a possiblidade de, enquanto o veículo é limpo, você conseguir fazer outras atividades.

Pontos negativos de higienizar o carro com profissionais

Por outro lado, quando você deixa o carro no lava-rápido:

- se o local não é de confiança, você não consegue ter certeza dos produtos usados;
- você gasta um dinheiro que poderia ser poupado para fazer uma viagem, trocar de carro ou até mesmo comprar sua casa própria no futuro;
- dependendo da lotação, a higienização pode levar o dia inteiro para ficar pronta.

Avalie todos os prós e contras para chegar a uma conclusão sobre o que é mais importante para você. Inclusive, a decisão entre fazer em casa ou no lava-rápido não precisa ser fixa, imutável. Escolha entre uma ou outra opção de acordo com suas necessidades!

Mas atenção: se você optar por fazer a higienização com profissionais, não deixe de verificar se eles cumprem todos os itens deste passo a passo. Caso não conheça o local, primeiramente passe algum tempo observando como eles fazem o serviço para garantir que o trabalho será bem feito e que seu carro estará em boas mãos.

Por fim, vale destacar que a limpeza do veículo se torna mais fácil quando feita com frequência e adotando os cuidados necessários. Caso contrário, o acúmulo de sujeira dificultará o procedimento quando ele se tornar inevitável, além de prejudicar a vida útil do automóvel.

Agora que você já sabe como fazer higienização automotiva em casa, que tal ler sobre alinhamento e balanceamento? Veja para que servem e quando fazer!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.