Meu Primeiro Carro

Por que a desvalorização do carro zero é tão grande? Leia e entenda!

Se você quer trocar de carro sem tomar prejuízo leia este texto agora mesmo. Ele pode mudar sua decisão.

Imagine sair de casa para passear com a família com aquele carro zero-quilômetro que há tanto tempo você vinha sonhando. A emoção de saber que o veículo foi adquirido como resultado de alguns anos de trabalho é única. Sentir o famoso cheirinho de carro novo não tem preço.

Bem, a sensação pode até não ter preço, mas um carro novo custa caro. Independentemente de sua decisão ser comprar um carro novo ou seminovo, é importante saber que existem vantagens e desvantagens nas 2 opções. Por isso, é importante deixar claro que a questão da desvalorização do carro zero tem peso na decisão.

Saber que um patrimônio tão estimado perde o seu valor monetário a cada mês pode ser doloroso. Se você quer descobrir os motivos disso, está no lugar certo. Leia este post e entenda o que está por trás da depreciação de veículos!

As vantagens e as desvantagens de comprar um carro zero

Talvez você sinta que o prazer de ter um carro novo pode ir por água abaixo ao se avaliar os reais custos do empreendimento, Mas nem tudo é tão ruim assim. Depois de fazer uma análise cuidadosa da sua situação financeira, pode ser que o carro zero caiba no seu orçamento.

As vantagens

- Sem preocupações com manutenção nos primeiros anos;
- garantia de fábrica;
- pouca burocracia com documentação;
- ideal para quem planeja ficar muito tempo com o automóvel;
- possibilidade de revenda com maior facilidade se o carro estiver em boas condições;
- poder personalizar o veículo com itens de fábrica, inclusive com tecnologias novas.

As desvantagens

- Alto valor;
- depreciação logo após a retirada da concessionária;
- para manter a vigência da garantia, é preciso pagar para estar com as revisões em dia, que podem ser realizadas somente na concessionária autorizada.

Pode-se dizer que a maior preocupação dos compradores está relacionada à desvalorização. Entender como ela funciona pode fazer diferença na hora de comprar ou trocar seu 1º carro.

A porcentagem média de depreciação ano a ano

Já ouviu falar que, assim que sai da concessionária, o veículo perde valor imediatamente? Saiba que é verdade. Por que isso acontece?

Imagine que você quer desfilar por aí com um sedã de luxo. O modelo zero-quilômetro custa R$ 88 mil reais. Ao pesquisar entre os seminovos, você encontra um com 6 meses de uso e as mesmas características do novo custando R$ 85 mil reais.

Qual você compraria? O novo, certamente. Para valer a pena comprar o seminovo, o preço precisa ter uma diferença notável.

A taxa anual de depreciação não surgiu do nada. Ela foi estabelecida pela Instrução Normativa № 1.700 da Receita Federal e diz que veículos para transporte de passageiros perdem 20% do seu valor anualmente.

Mas você se lembra da lei da oferta e da procura, certo? Essa lei interfere na taxa estipulada pela IN № 1.700. Se um automóvel for muito procurado, a depreciação dele será menor.

Veja 2 exemplos presentes em uma matéria da revista Auto Esporte para entender de vez a questão:

- o Chevrolet Onix possui uma taxa de depreciação de −8,3%, uma das menores;
- já o Chery Tiggo é depreciado em −21,9% ao ano, uma das maiores taxas.

Todavia, essas taxas não são arbitrárias e vários outros aspectos interferem na desvalorização do carro zero.

O grau de conservação

“Existem jovens de oitenta e tantos anos”, como diz a letra de Roberto Gómez Bolaños. E você já deve ter reparado alguns carros com pouca idade e em péssimo estado. Entre os itens mais observáveis nesse sentido estão:

- arranhões externos;
- aspecto geral do painel;
- condições da pintura e dos estofados.

O contrário também é verdade. Um proprietário pode contribuir bastante para a vida útil do seu veículo se tomar cuidados que vão muito além da limpeza. Além disso, um carro bem conservado poderá ser vendido por um valor acima do estipulado pela tabela Fipe.

Pode-se dizer que, dos fatores que influenciam o valor da revenda de um automóvel, esse é bem relevante. Veja outras dicas para manter seu carro com uma ótima aparência por mais tempo.

A garantia do fabricante

Algo muito atraente ao tomar a decisão de comprar um carro zero é a garantia oferecida pela fábrica. Entre os prazos dos diversos fabricantes, há alguns que oferecem apenas 2 anos, enquanto outras oferecem 5 anos.

Em alguns casos, apenas partes do carro estão incluídas depois de determinado tempo. E, ao sair desse período, o carro se desvaloriza. O motivo é simples: a fábrica deixa de arcar com quaisquer falhas e toda manutenção preventiva e corretiva passa a ser por conta do proprietário.

A cor e os acessórios do carro

O que acha da ideia de comprar um carro rosa, verde ou amarelo? Se você não for um amante de uma dessas cores, é provável que a ideia de entrar todos os dias em um veículo assim seja horrível.

Carros com cores inusitadas possuem um público de compra bem menor, e isso aumenta a desvalorização.

O mesmo acontece quando o carro possui acessórios que são valorizados por um público bem restrito. Por exemplo: mudanças na estrutura aerodinâmica, no motor e nos acessórios internos dificultam a revenda e, consequentemente, têm um forte impacto na depreciação.

A marca do automóvel

Veículos de marcas importadas se desvalorizam com maior rapidez. Isso não acontece por serem de má qualidade. Ao contrário: normalmente, são produzidos levando em conta padrões de qualidade superiores aos do Brasil.

No entanto, em alguns casos, conseguir peças de reposição não é fácil, os valores do seguro e IPVA são maiores, entre outros motivos.

Deu para notar que a compra de um carro zero é um grande investimento. Talvez por isso muitas pessoas optam por modelos seminovos.

E, para realizar o sonho de ter um veículo, muitas pessoas recorrem ao consórcio. Tire suas dúvidas sobre essa forma de aquisição!

Existem muitas variáveis que afetam a desvalorização do carro zero. Esperamos que este post tenha te ajudado a entender os motivos de haver a depreciação e como minimizá-la para conseguir ter um preço melhor na hora de revender seu carro.

Se você ainda sonha em comprar seu 1º carro, não deixe de conferir excelentes dicas neste vídeo!