Meu Primeiro Imóvel

Como avaliar a segurança de um bairro? 7 pontos de atenção

Vai comprar um imóvel? Não deixe de avaliar se o bairro é seguro! Veja os fatores que devem ser avaliados.

Na hora de escolher uma casa nova, a maioria das pessoas busca avaliar a segurança do imóvel, pesquisando pontos como portaria 24 horas, câmeras de vigilância e grades na janela. Isso é importante, mas, ao considerar a valorização de imóveis e a própria segurança ao chegar e sair de casa, é preciso ir além e ter certeza de que está se mudando para um bairro seguro.

Entre os pontos essenciais para avaliar a segurança do entorno estão infraestrutura do bairro, movimentação noturna e estatísticas do local. Pedir a opinião dos vizinhos, analisar o policiamento e os tipos de comércio na região também são cuidados essenciais ao considerar o fator segurança. Veja 7 pontos de atenção para avaliar se um bairro é seguro.

1. Infraestrutura

Um dos pontos que devem ser considerados na avaliação de um bairro seguro é a infraestrutura. Afinal, não basta morar em uma casa em condomínio com tudo o que precisa no ambiente fechado, disponível apenas para moradores. É importante também que o bairro conte com os recursos necessários para manter sua família segura e com acesso a serviços essenciais fora dos muros de segurança.

Nesse sentido, veja se o bairro tem toda a estrutura que precisa para, pelo menos, atender às necessidades básicas. Supermercados, farmácias, restaurantes, hospitais e postos de policiamento, por exemplo, são estabelecimentos ou instituições que tornam um bairro mais atrativo para morar, independentemente da segurança residencial.

Não se esqueça de verificar ainda se o bairro dispõe de boa oferta de transporte público. Isso é um indicativo de que há uma boa movimentação de pessoas na região, o que pode aumentar a segurança no local.

2. Movimentação noturna

Não são poucos os bairros residenciais que têm imóveis excelentes, mas pecam no quesito segurança, principalmente, por serem ermos no período da noite. Quem não deseja correr riscos ao chegar e sair de casa após 18h não pode deixar de considerar, portanto, a movimentação noturna no bairro.

O ideal é que exista circulação de pessoas e veículos durante vários períodos do dia. Ou, pelo menos, que exista vigilância 24 horas no período noturno para ter garantia de segurança ao circular nas ruas do bairro à noite.

3. Estatísticas do local

Conhecer as estatísticas do bairro antes de fazer um investimento em um imóvel no local é um cuidado importante. Uma boa fonte é a Secretaria de Segurança Pública do seu estado e, também, jornais locais. Busque analisar estatísticas como taxa de delitos e ocorrências mensais para cada distrito policial da região em que tem interesse em morar.

Vale a pena ainda verificar se houve aumento de algum índice no período recente, como roubo de carro ou assalto a pedestres e avaliar o quanto essa mudança impacta a segurança do local em que deseja viver ou trabalhar.

4. Opinião dos vizinhos

Conversar com quem mora no bairro é uma das formas mais eficazes de se certificar de que a localidade é realmente segura. Afinal, por mais que estatísticas sejam importantes, nada se compara à vivência de quem realmente está no local dia e noite.

Por isso, converse com seus potenciais vizinhos sobre o tema segurança. Procure saber, entre outros pontos, se há alguma região do bairro que seja especialmente perigosa, se é seguro circular pelas ruas à noite e se há incidentes frequentes na região e de que tipo.

Além da conversa presencial, vale a pena buscar grupos do bairro na internet, especialmente em redes sociais, para ver os principais problemas discutidos pelos moradores. Dessa forma, você consegue ter uma ideia do que acontece no bairro e as principais ocorrências, como assaltos, roubos de carro etc.

5. Policiamento

Um ponto de atenção indispensável para saber se um bairro é seguro é o policiamento no local. Converse com moradores da região para descobrir com que frequência viaturas policiais circulam pelas ruas e, ainda, se há um posto permanente da polícia no entorno. Vale também andar pelas ruas do bairro em diferentes horários para ver se há algum tipo de policiamento.

Além do policiamento oficial, muitos bairros contam com segurança particular, com profissionais que circulam a pé ou motorizados, principalmente no horário noturno. Vale a pena checar se o entorno do seu imóvel conta com esse tipo de proteção e qual é a sua eficácia.

É importante perguntar ainda se há câmeras de vigilância na região, se elas permanecem ligadas 24 horas e quem é o responsável por elas. Esse é um ponto importante para garantir que não só seu prédio ou condomínio é seguro, como todo o entorno.

6. Tipos de comércio da região

Outro indício de bairro seguro é a presença ampla de comércio na região. Nesse sentido, não deixe de verificar quais são os tipos de estabelecimento comerciais que atuam no local em que deseja morar ou trabalhar.

Caso exista oferta considerável de academias, farmácias, supermercados, postos de combustível e hospitais 24 horas, por exemplo, já é um sinal de que o bairro oferece algum tipo de segurança, permitindo que esses locais funcionem inclusive no período noturno.

Além disso, ter tipos variados de comércio na região é sinônimo de movimentação de pessoas em diferentes horas do dia. Essa característica contribui para o aumento da vigilância no local, inibindo a ação de criminosos e vândalos, que não querem correr o risco de serem pegos.

7. Outros fatores além da criminalidade

Saber os índices de criminalidade da região em que vai morar é importante. No entanto, para garantir que o bairro é realmente seguro, vá além. Preste atenção a outros fatores que podem comprometer a segurança local, como pontos de alagamento, ocorrência de acidentes de trânsito e atropelamentos.

Analise, ainda, como é o saneamento na região. Veja se há algum tipo de problema com rede de esgoto e como é o fornecimento de água e luz na região. A segurança passa também por ter acesso a uma iluminação pública de qualidade e ruas bem asfaltadas. Não deixe de colocar esses pontos no seu checklist antes de investir no imóvel.

Morar em um bairro seguro é muito importante não só para o bem-estar da família, como também para garantir a valorização constante do seu imóvel. Por isso, não deixe de analisar esses 7 fatores antes de fazer o seu investimento. Certamente um bairro seguro fará a diferença no valor do seu imóvel.

Gostou deste conteúdo? Então também nosso e-book que mostra como adquirir o seu segundo imóvel!
Guia De Compras Como Adquirir Seu Segundo Imovel Banner Artigo Blog

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.