Meu Primeiro Imóvel

7 dicas para manter a segurança do imóvel durante uma viagem

Vai viajar e não sabe o que fazer para manter a segurança do seu imóvel? Leia nosso post e confira algumas dicas!

Quem é que não gosta de sair de férias? Afinal, passar um tempo viajando é ótimo, não é mesmo? No entanto, não podemos esquecer que alguns cuidados são essenciais para manter a segurança do imóvel durante o período em que estivermos ausentes.

As medidas de segurança não têm como objetivo apenas prevenir contra a entrada de ladrões e invasores, mastambém evitar acidentes dentro da casa.

Quer saber quais medidas são essas? Então continue a leitura e descubra como preparar a sua casa para que você possa ter uma viagem tranquila!

1. Evite deixar as luzes acesas

Muitas pessoas gostam de deixar uma luz acesa para indicar que o imóvel não está vazio e, assim, manter os invasores longe. É verdade que essa medida pode ser útil quando você chega tarde do trabalho, mas durante viagens longas, não é uma ideia tão boa.

Isso porque você gastará muita energia elétrica e, caso haja criminosos de olho na sua casa, eles notarão que a mesma luz está o tempo todo acesa e concluirão, portanto, que a casa deve estar vazia.

O ideal é ter lâmpadas de sensor, que acendem quando alguém passa na frente da casa. Elas são uma forma de ter mais segurança contra bandidos, sem um impacto muito grande na conta de luz.

2. Desligue tudo

Sempre que for sair de casa por alguns dias, tire todos os eletrodomésticos da tomada — exceto a geladeira, para os alimentos não estragarem. Também feche os registros de água e de gás. Assim, você deixa o imóvel completamente seguro contra vazamentos.

Computadores, TVs, fogões, micro-ondas e máquinas de lavar podem queimar facilmente se houver uma chuva forte com raios ou qualquer outra instabilidade no fornecimento de energia elétrica. Por isso, desligue todos esses itens.

Antes de sair, verifique de novo se tudo está fora da tomada. Além de evitar perder um aparelho precioso, você também terá uma boa economia de energia elétrica.

3. Verifique trancas e cadeados

Tranque todas as portas, janelas e portões da casa e sempre confira novamente se está tudo bem fechado. Se a porta de entrada tiver mais de uma fechadura, o ideal é passar a chave em todas.

Caso você tenha alguma janela, porta ou portão com algum defeito, não deixe de fazer o reparo antes da viagem — ainda que seja, por exemplo, uma janela voltada para os fundos da casa. Afinal, caso alguém pule o muro, poderá ter acesso a ela.

Evite deixar cadeados do lado de fora do portão, pois isso indica que não há pessoas em casa. Quem mora em apartamento também precisa verificar se tudo está trancado, apesar de os riscos serem menores.

4. Conte com alguém de sua confiança

Mesmo que você passe somente uma semana fora, é bom ter uma pessoa com quem você possa contar para verificar se está tudo bem em sua casa, além de receber a correspondência por você. Afinal, correspondência acumulada na frente de casa é uma forma de deixar claro para pessoas mal-intencionadas que o imóvel está vazio.

Você pode avisar para os vizinhos ou para o porteiro que vai viajar e pedir que ele chame a polícia caso note alguma movimentação em sua casa. Se a viagem for mais longa, pergunte se você pode ligar de vez em quando para saber se está tudo bem.

Se você tem plantas e animais em casa, combine com algum amigo ou parente para que ele possa ir periodicamente a sua casa para alimentar o bichinho e regar as plantas.

5. Invista em tecnologia

Para quem passa longos períodos fora com frequência e sempre deixa a casa vazia, pode ser uma boa ideia investir um pouco mais em segurança. Por exemplo, instalando uma cerca elétrica no muro.

Essa é uma forma bastante segura de evitar que pessoas mal-intencionadas entrem na sua casa. No entanto, para que a cerca seja realmente eficiente, é preciso que o portão também seja resistente.

Câmeras de segurança também são uma boa ideia, e hoje em dia é possível monitorar as imagens captadas por elas diretamente do celular, utilizando aplicativos de integração para smartphones e tablets.

6. Tome cuidado com as chaves

Jamais esconda uma chave debaixo de tapetes ou vasos próximos à porta, pois esse é um truque conhecido. Além disso, só deixe uma cópia das suas chaves com outra pessoa se você realmente precisar que alguém verifique algo dentro do imóvel.

Se você tem animais de estimação, mas não tem ninguém de confiança para tomar conta deles durante a viagem, hospede-o em um hotel para pets ou na casa de cuidadores especializados.

Jamais deixe a chave do seu imóvel com alguém que você não conhece, nem mesmo com vizinhos ou porteiro, somente com amigos próximos e familiares de confiança.

Leve todas as suas chaves para a viagem e sempre deixe-as juntas em um lugar seguro, como em sua bagagem de mão. Na hora de sair para passeios, guarde a chave de casa no hotel, para evitar perdas.

7. Faça um seguro residencial

É muito importante se resguardar para que infortúnios não aconteçam. No entanto, também é fundamental ter em mente o que você fará caso aconteça algum problema em sua casa.

Por isso, recomendamos que você contrate um seguro residencial. Dependendo do plano escolhido, ele pode cobrir danos na estrutura da casa, roubo de eletrônicos, incêndios e até mesmo prejuízos no imóvel causados por fenômenos naturais.

Para que dê tudo certo na hora de garantir a segurança do imóvel durante as férias, é importante fazer um bom planejamento. Assim, você conseguirá se organizar com calma.

E se você for viajar de carro ou pretende alugar um veículo, procure saber quais são os melhores modelos para pegar a estrada.

Gostou deste artigo? Então aproveite para descobrir como comprar um imóvel na praia. Se você gosta de viajar e precisa de um lugar tranquilo para relaxar, essa pode ser uma ótima opção! Confira!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.