O que é liquidez e qual a sua relação com rentabilidade?

Você sabe como funciona a liquidez em um investimento? Leia este artigo e conheça as diferenças, as vantagens e as desvantagens de cada tipo.
  • Atualizado em September 30, 2021
  • Publicado em September 30, 2021
  • Planejamento Financeiro

Saber o que é liquidez é essencial para dar passos positivos no mercado financeiro. De fato, se torna muito comum decidir os investimentos com base na rentabilidade, mas nem sempre as vantagens são reais. Tudo depende de seus objetivos, organização com o dinheiro e disponibilidade de reserva.

É essencial considerar que tirar sonhos do papel e torná-los bens materiais representa um processo repleto de decisões. Em função disso, conhecer as opções disponíveis faz muita diferença na busca pelas melhores oportunidades.

Quer saber mais? Vamos mostrar o que é liquidez e sua relação com a rentabilidade.

Entenda o que é liquidez

Antes de mais nada, ao fazer um investimento, você precisa considerar como os valores podem ser resgatados para que o ativo se torne dinheiro outra vez. Dessa forma, o conceito de liquidez se destaca por tratar, justamente, da velocidade e da facilidade em que é possível converter um investimento em dinheiro.

Vale considerar que, ao optar por um aporte, o investidor deixa de ter o valor disponível imediatamente, mesmo que ele passe a compor seu patrimônio. Por este motivo, um investimento considerado de alta liquidez possibilita a conversão rápida, de preferência sem perdas importantes nas questões de rentabilidade.

Entretanto, o investimento com liquidez baixa representa uma dificuldade maior na hora do resgate, repleta de possibilidades que envolvem perdas financeiras. No mercado financeiro de maneira geral, os investimentos apresentam características diversas de regaste. Alguns, como a poupança podem ser resgatados a qualquer momento, outros são negociados em dias úteis e existem ainda os que têm prazo certo.

Liquidez diária e de vencimento

Agora, vamos falar sobre as diferenças entre liquidez diária e de vencimento. Nas aplicações de liquidez diária, o investidor consegue pedir o resgate do valor aplicado e do rendimento proporcional quando desejar. Já na liquidez de vencimento, o recebimento será do valor aplicado com o adicional da rentabilidade na data definida na realização da compra.

As duas opções, assim como os vários tipos de investimentos disponíveis no mercado, apresentam pontos positivos e pontos fracos e tudo depende da necessidade do perfil de cada investidor. Mesmo que poder retirar os valores a qualquer momento pareça a solução perfeita, saiba que é preciso avaliar uma série de questões antes de decidir entre liquidez diária e de vencimento.

Saiba como escolher investimento ao considerar a liquidez

Bom, agora que você já sabe o que é liquidez e quais as diferenças entre diária e de vencimento, vamos avaliar os pontos que devem ser considerados para acertar na escolha. O primeiro de tudo é ter um objetivo para o investimento. Assim, conforme as expectativas, fica mais simples alinhar a opção que vai ser mais vantajosa no momento.

A liquidez diária é interessante para quem pode precisar do dinheiro investido em situações de emergência, por exemplo. Dessa forma, os valores não ficam parados na conta corrente e rendem enquanto estiverem investidos. Quem opta por esse formato tem um prazo para retirada do dinheiro. Porém, não será preciso "respeitá-lo" exatamente na hora de conseguir o rendimento.

Pontos negativos

Quem retira o valor na metade do período estipulado vai ter, consequentemente, metade do rendimento esperado. Já a parte negativa da liquidez diária é que, com frequência, o prazo de vencimento desse tipo de investimento costuma ser menor. Se a intenção é manter o dinheiro investido em longo prazo, será difícil encontrar boas condições.

A rentabilidade também conta como uma desvantagem. O motivo é que, por ter a possibilidade de retirar o dinheiro mais cedo, a rentabilidade acaba menor na maioria dos casos. Em consequência disso, o melhor caminho envolve definir o que é prioridade no momento e decidir entre ganhar mais ou resgatar a qualquer momento.

Liquidez no vencimento

A liquidez no vencimento traz a possibilidade de pensar no futuro com segurança. Para quem sempre precisa de uma reserva de emergência disponível, com certeza a opção não é a mais indicada. No entanto, existem vários pontos positivos em deixar o dinheiro render. Esse tipo de investimento costuma gerar mais retorno do que a liquidez diária na maioria das vezes.

Afinal de contas, se o patrimônio do investidor fica na instituição financeira escolhida até o prazo determinado, ele pode ser usado de diversas maneiras dentro de um planejamento. Quando o dinheiro está disponível para ser recuperado a qualquer hora, o processo é mais complexo e ele precisa ficar acessível caso o resgate aconteça.

Como resultado, manter o dinheiro parado por mais tempo vai gerar mais retorno e é uma excelente opção para quem deseja investir no futuro, como em uma aposentadoria. Uma dica muito bacana, em uma situação como essa, é entender sua realidade financeira e se planejar para os próximos passos antes de definir o investimento ideal.

Conheça os investimentos que têm liquidez imediata

Muitas pessoas só conhecem a poupança como uma opção de liquidez imediata, mas saiba que existem diversas possibilidades que se encaixam com vários perfis. Acompanhe a seguir!

Tesouro Selic

O rendimento do título segue a taxa SELIC, que é a taxa básica de juros. Logo, o investimento rende conforme a variação da SELIC no período determinado, independentemente de resgate antecipado. O dinheiro pode ser retirado antes do prazo de vencimento de maneira simples. Basta fazer uma solicitação que, em um dia útil, ele será enviado para a conta indicada.

CBD com liquidez diária

O Certificado de Depósito Bancário representa um título de renda fixa privado. Essa opção é oferecida por bancos e também pode ser distribuída por corretoras de valores.

A grande vantagem do CBD é que o investimento mínimo é baixo. Dessa maneira, pela possibilidade de atender a diferentes tipos de orçamento e o resgate rápido, se tornou uma das opções mais procuradas para manter a reserva financeira.

Fundos de renda fixa

Fundos de renda fixa são boas escolhas para quem procura investimentos rentáveis e menos arriscados. Aqui, mais de 80% do fundo é destinado a títulos públicos com pouca variação em termos de rentabilidade.

Agora ficou claro o que é liquidez e qual a sua relação com rentabilidade. Ao ter isso claro, fica mais simples tomar boas decisões com o dinheiro e navegar por outras áreas quando o assunto é investimento. O resultado será um olhar estratégico focado em saúde financeira e realização de sonhos.

Gostou das informações do artigo? Então conheça os investimentos mais seguros para você apostar.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Planejamento financeiro para autônomos: 10 boas práticas para realizar seus objetivos

attach_money
Planejamento Financeiro

Reserva de emergência: por que é importante e por onde começar

attach_money
Planejamento Financeiro

Conheça 6 investimentos de baixo risco e saiba qual é o melhor para você