Planejamento Financeiro

Aproveite o tempo livre e saiba como organizar o guarda-roupa em 8 passos

Com estas dicas de como organizar guarda-roupa, você vai conseguir deixar tudo arrumado em menos tempo. Veja como fazer!

Com a rotina corrida é preciso encontrar brechas para encaixar a arrumação da casa. O que mais sofre com a falta de tempo, sem dúvidas, é o guarda-roupa. Afinal, com o uso, é comum que as peças e os itens pessoais fiquem bagunçados.

Como não é uma tarefa simples, a limpeza e organização do móvel requer um tempo maior, principalmente se o espaço for grande ou dividido com alguém. Além de descansar e aproveitar a família, as folgas, os feriados e os períodos especiais podem ser utilizados para colocar tudo no lugar e facilitar o dia a dia.

Não sabe como organizar o guarda-roupa? A seguir, preparamos um guia com 8 dicas para ajudar nesse momento. Confira!

1. Esvazie o guarda-roupa

O primeiro passo para começar a organizar o guarda-roupa é retirar todas as roupas e os demais objetos. Somente com o móvel vazio você será capaz de ter a noção verdadeira do espaço que tem disponível e pensará na arrumação com calma.

Antes de continuar, é importante limpar todos os espaços de maneira adequada, ou seja, seguindo as especificações do seu tipo de móvel. Retire o pó com um aspirador ou um pano macio e, então, prossiga com a limpeza para remover sujeiras resistentes.

Esse também é o momento de verificar se as gavetas estão bem presas e se há algum conserto a ser feito no guarda-roupa. Sabe o puxador que soltou e você não teve tempo de recolocar? Agora é a hora certa para fazer isso! Pequenos reparos podem ser realizados sem ajuda profissional, mas, se notar que há algo que precisa de atenção especial, vale a pena se organizar para contratar alguém.

2. Faça uma triagem das roupas

Com tudo fora do guarda-roupa, é fácil perceber o que você não usa mais ou o que está velho e apenas ocupando espaço à toa. Portanto, faça uma triagem dos itens que estavam guardados e separe em pilhas o que não usa, o que está em dúvida e o que é usado. As peças que tiverem gerado dúvidas devem ser experimentadas para você se decidir de vez.

Você pode fazer um bazar com as roupas, os sapatos e os objetos que não são usados ou mesmo doá-los para instituições de caridade. É uma forma de ajudar outras pessoas com uma boa ação e não se desfazer de tudo no lixo. Mas, antes, é fundamental conferir se as peças ainda podem ser usadas, pois se não der para consertar ou se estiverem em mau estado, o melhor é jogar fora.

Depois de fazer isso, os itens que ficarão devem ser divididos por categorias, como:

- blusas de manga;
- blusas sem manga;
- calças;
- shorts;
- saias;
- vestidos;
- camisas;
- meias (com seus devidos pares);
- roupas íntimas;
- roupas de banho;
- roupas de ginástica;
- jaquetas e casacos.

Assim, será mais fácil organizar as coisas dentro do armário.

3. Setorize o seu armário

Uma ótima dica de como organizar o guarda-roupa é setorizar a arrumação de forma que funcione para o seu dia a dia. Dá para separar as peças por ocasião, a fim de facilitar na hora de preparar o visual. Divida os itens em:

- roupas casuais.
- roupas formais;
- roupas para o trabalho;
- roupas para se exercitar e assim por diante.

É essencial pensar no seu estilo de vida e nos seus compromissos. Em cada setor, é válido organizar por tipos de roupas, cores ou ambos. Ainda é possível criar subtipos, por exemplo:

- saias curtas, longas e médias;
- blusas sem manga, de meia manga e com manga etc.

O importante é que fique fácil para você se achar. Não adianta organizar suas roupas por cores e ter um armário lindo em degradê e, ao precisar encontrar algo, passar horas até localizar o que deseja. Priorize a praticidade!

Lembre-se de colocar itens que são mais usados em uma altura acessível e de deixar, na prateleira de cima, aquilo que só sai do armário em ocasiões específicas. Se quiser inspirações, pode até usar aplicativos de decoração para ter mais ideias de o que fazer.

4. Use as estações como guia

Outra forma de facilitar a organização do armário — especialmente se você não conta com muito espaço — é se guiar pelas estações do ano. É simples: basta observar o clima da sua cidade e pensar quais peças são mais usadas. No verão, por exemplo, os casacos pesados e quentes podem ser guardados em malas de viagem ou nas partes superiores do guarda-roupa. Isso já economiza espaço, pois são elementos volumosos.

A ideia é que o armário seja sazonal e mude de acordo com a época do ano. Assim, dá para criar looks sem se perder com roupas que não serão usadas por alguns meses. Além do vestuário, essa dica é indicada para peças de cama, como edredons, mantas e colchas grossas, no verão. Durante esse período, vale guardar os itens e apostar em roupas de cama leves.

5. Aposte nas etiquetas

As etiquetas são ótimas aliadas da organização e auxiliam na setorização do guarda-roupa. Portanto, vale aproveitá-las em gavetas e prateleiras ao especificar o que está em cada lugar. Você pode comprar etiquetas prontas e anotar em cada uma delas o tipo de peça, imprimir modelos disponíveis online ou personalizar as suas.

Outra dica é usar post-its coloridos, em que cada cor simboliza um tipo de roupa. Assim, você conseguirá visualizar de longe onde está o que precisa. As etiquetas de gavetas podem ter o desenho das peças de roupa em vez do seu nome anotado, o que também ajuda na hora de achar rapidamente alguma coisa.

6. Invista em organizadores

Um dos principais passos para organizar o guarda-roupa é investir em organizadores. Isso é ideal para móveis que não têm tantas gavetas e, sim, nichos e prateleiras. As caixas empilháveis são ideais para espaços verticais, já os modelos retangulares ajudam a guardar roupas que não devem ser dobradas. As caixas transparentes permitem ver as cores das peças que estão dentro, mas não se esqueça de etiquetar tudo.

As gavetas também ficam arrumadas com organizadores de roupas íntimas e divisórias. Para os armários que não contam com um espaço específico para os sapatos, dá para apostar nos organizadores em formato de sapateira e que são pendurados.

O melhor de tudo é que esses acessórios podem seguir o estilo de decoração do seu quarto, se você preferir. Que tal investir em itens com as cores da paleta do cômodo?

7. Cuide dos cabides

Os cabides são ótimos para guardar peças que não devem ser dobradas, como camisas sociais, calças, roupas de festa e jaquetas. Por isso, é fundamental cuidar desses itens para que possam sustentar as roupas sem problemas. Ao arrumar o seu armário, verifique se há algum cabide quebrado ou torto e troque por novos.

É importante investir em opções resistentes, como os de madeira ou metálicos, e evitar os de plástico, que podem quebrar facilmente. Alternativas aveludadas são boas para segurar itens delicados, como roupas de alças finas ou de tecido liso, como a seda.

Outra dica consiste em recorrer aos cabides multifuncionais. Com eles, dá para pendurar mais de uma peça sem que elas fiquem amontoadas ou bagunçadas e sem ocupar espaço extra.

8. Dobre as roupas corretamente

Manter as roupas dobradas adequadamente também é uma forma de deixar o seu guarda-roupa sempre organizado. É importante seguir um padrão de dobra para que todas as peças fiquem do mesmo tamanho. Dá para fazer moldes de guias a fim de dobrar mangas e roupas complicadas com facilidade.

Você verá que, ao dobrar todas as roupas das gavetas, o armário parecerá mais espaçoso do que é. Além disso, é possível ver melhor os itens quando estão dobrados e dispostos lado a lado.

Saber como organizar o guarda-roupa é uma ótima forma de aproveitar o tempo livre e deixar a sua casa arrumada e longe da bagunça. Com dicas simples, dá para manter tudo no lugar e agilizar o seu dia a dia na hora de se trocar.

Agora que você já sabe como organizar o seu armário, veja as tendências de decoração para 2020 e aplique no seu lar!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.