Planejamento Financeiro

6 dicas práticas de como economizar para fazer intercâmbio

Veja nossas dicas de formas inteligentes de poupar dinheiro e ajustar seu orçamento para fazer um intercâmbio!

Quando você está construindo sua vida profissional, precisa buscar todas as formas de incrementar o currículo e solidificar suas experiências. Assim, economizar para fazer um intercâmbio é uma iniciativa bastante inteligente, já que esse pode ser um diferencial de peso na batalha por oportunidades de trabalho.

O intercâmbio proporciona conhecimentos que o estudo em sala de aula oferece de forma limitada. Conhecer outras culturas, aprender uma nova língua conversando diretamente com falantes nativos e lidar com as eventuais dificuldades de estar em um lugar estrangeiro são alguns aspectos que podem trazer bastante crescimento pessoal e contribuir para uma visão mais madura da vida.

Se você pretender organizar suas contas para encaixar um intercâmbio no orçamento, não perca nossas dicas. Elas vão ajudá-lo na jornada de economizar e garantir dinheiro suficiente para viver essa experiência com tranquilidade!

1. Defina o destino e o período do seu intercâmbio

Pode não parecer, mas essa definição está diretamente relacionada à economia que você fará. Isso porque existem diferentes modalidades de experiências de intercâmbio, incluindo au pair, trabalhos de férias, cursos de idiomas, entre outras opções.

Ao definir o tipo de intercâmbio que quer fazer, o lugar e o período que pretende passar por lá, você pode pesquisar preços em agências especializadas e, assim, saber quanto, aproximadamente, terá que juntar.

Com esse valor em mente, estabeleça suas metas. Responda às seguintes questões para traçar seus planos:

· Quando pretende colocar seu projeto em prática?
· Quanto tempo falta para essa data?
· Qual valor será necessário poupar mensalmente?
· Essa parcela cabe no seu orçamento?
· Como conseguir ajustar as contas para não sair dos planos?

2. Planeje-se e economize com antecedência

Ao reunir as respostas a esses pontos fundamentais, você saberá o que precisa fazer para alcançar seus objetivos. Resta colocar os planos em prática, concorda? Para isso, organize seu orçamento mensal. Ele é a chave para a conquista de seus planos.

Faça uma planilha, anote as informações em um caderno ou use um app de finanças pessoais: não importa a ferramenta. O ponto principal é que ela não tenha erros e seja compatível com sua rotina. Assim, você pode anotar todos os seus gastos e enxergar com clareza para onde seu dinheiro está indo e em que áreas é possível economizar.

A antecedência é parceira da economia: quanto antes você começar a separar dinheiro, menor será o sacrifício mensal para alcançar o montante necessário para fazer seu intercâmbio.

3. Garanta a efetividade do seu plano

Faça aportes mensais guardando a mesma quantia, com disciplina, como se estivesse pagando um boleto. Se tiver dificuldades em cumprir esse plano, procure alternativas que o ajudem a controlar o impulso de gastar, como um consórcio. Essa é uma forma de garantir que você tenha comprometimento com seus planos de intercâmbio.

Sabia que, ao desviar seus recursos de forma impensada, muitas pessoas estão boicotando seus próprios sonhos? Em vez de assinar contratos caros e ter que arcar com esses compromissos (quem muitas vezes não agregam nada na sua vida), que tal focar na sua estabilidade financeira e profissional?

4. Corte gastos desnecessários

Especialistas elencam como alguns dos principais gastos supérfluos, que podem comprometer até 20% da renda mensal:

· a TV a cabo (contratos acima de sua utilização);
· os planos de telefonia;
· os serviços de streaming;
· a compra de itens de tecnologia mais modernos.

Pare para pensar: é preciso mesmo ter contratos caros em alguns desses serviços? Se você trabalha e estuda, poucos são os momentos de que dispõe para ficar diante da TV, concorda? Talvez, apenas nesses itens você encontre formas de economizar e abrir espaço para a parcela do seu intercâmbio.

Você não precisa abrir mão completamente de coisas que gosta, como filmes, smartphones e música. Basta apenas procurar alternativas mais econômicas e esperar um pouco mais para trocar de celular, em prol da realização de um sonho maior.

5. Busque uma renda extra

Se, mesmo revendo todos os seus gastos e economizando cada centavo, ainda fica difícil alcançar a economia desejada, avalie a possibilidade de buscar uma renda extra. Há diversos tipos de trabalho freelancer que podem ser feitos presencialmente ou pela internet.

Estude alternativas e veja qual delas se encaixa mais no seu perfil pessoal. São opções:

· dar aulas de reforço em matérias que você domine;
· fazer artesanato ou qualquer trabalho manual com o qual tenha afinidade (de marcenaria a costura);
· escrever artigos pela internet para empresas de marketing;
· prestar serviços de assistente remoto para médicos, advogados e profissionais que precisem de alguém para manter sua agenda em dia.

Ao fazer isso, você pode direcionar todo o dinheiro recebido para o fundo reservado para seu intercâmbio.

6. Busque boas alternativas para investir seu dinheiro

Pelas suas contas, quanto é necessário juntar para bancar seu intercâmbio, caso viaje hoje? R$ 5 mil? R$ 10 mil? Qual é o tempo que você dispõe para investir? Três anos? Depois de poupar mensalmente e ser completamente fiel ao seu planejamento, você vai se deparar com uma pedra no sapato: a desvalorização do dinheiro.

Isso mesmo, a inflação come o valor do dinheiro, reduzindo seu poder de compra. Se hoje você precisa de R$ 5 mil para fazer sua viagem, em três anos esse valor vai ser insuficiente. Por isso, invista seu dinheiro, preferencialmente em uma alternativa que garanta o reajuste do montante, de forma a manter a meta atualizada.

E, nessa busca, tenha cuidado com a poupança! Em temos de estabilidade financeira e TR (taxa referencial de juros da economia) muito baixa ou até mesmo zerada, o rendimento desse investimento fica abaixo da inflação e pode não ser nada útil para os seus planos.

E então, gostou dessas dicas? Seguindo-as, você consegue economizar para fazer um intercâmbio sem correr contra a inflação e sem se sujeitar aos juros de empréstimos bancários. A chave do sucesso está no planejamento, nunca esqueça disso! Ele ajuda a pensar com cuidado e tomar decisões calculadas para todos os aspectos da sua vida.

Quer conhecer mais formas de economizar? Confira 8 dicas excelentes para fazer um controle de despesas e garantir o alcance de suas metas e a realização de seus maiores projetos!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.