Planejamento Financeiro

13 opções de trabalho para quem precisa de renda extra na faculdade

Conheça, neste post, formas de ganhar dinheiro na faculdade, sem perder o foco na sua formação!

Conciliar estudos acadêmicos e trabalho não é uma tarefa fácil, apesar de ser a realidade para muitos universitários. Vários estudantes têm que pagar pelas mensalidades de instituições privadas — que não costumam ser baratas — e por isso precisam buscar como ganhar dinheiro na faculdade.

organização financeira nessa época também pode ser difícil para estudantes de universidades públicas, pois é necessário o desembolso com outras despesas como moradia, livros, alimentação, transporte, além de outros gastos pessoais.

Nem sempre é possível conseguir um emprego regular durante essa fase, seja pela indisponibilidade de tempo, seja pela falta de experiência profissional. Pensando nisso, elaboramos uma lista com 13 opções de trabalho para quem precisa de renda extra na faculdade. Conheça todas!

1. Faça um estágio

Uma das melhores opções para conseguir dinheiro enquanto cursa a faculdade é um estágio remunerado. Mesmo quando a bolsa oferecida não é muito alta, essa é uma ótima oportunidade para ganhar experiência, estabelecer novos contatos profissionais, pagar as contas e, quem sabe, investir

Para quem ainda está nos primeiros períodos, pode não ser nada fácil conseguir um estágio remunerado. No entanto, a participação nos processos seletivos pode ajudar a desenvolver habilidades de oratória e postura corporal.

Já para os estudantes que estão perto da formatura é interessante procurar por oportunidades em empresas que possam, posteriormente, contratá-los para uma vaga de emprego.

2. Seja monitor da faculdade

Também é possível encontrar oportunidades de trabalho dentro da própria faculdade, como monitor de laboratórios e de disciplinas do curso. Como essas oportunidades são oferecidas pela universidade, elas se adequam bem à disponibilidade de horários dos estudantes e são uma experiência valiosa para o aluno.

A remuneração pode variar de acordo com a instituição, mas geralmente vai de descontos expressivos na mensalidade até bolsas que podem chegar a um salário mínimo.

Além de a monitoria possibilitar uma grande sinergia com os estudos, ela auxilia também na redução de gastos com transporte, pois na maioria das vezes essa atividade será no mesmo campus que o estudante frequenta as aulas.

3. Trabalhe no departamento administrativo da instituição de ensino

Se a renda extra da monitoria e do estágio não bastam para suprir os gastos, uma alternativa é buscar por uma vaga de emprego no departamento administrativo da própria instituição de ensino.

Diferentemente das alternativas anteriores, essa é uma possibilidade de emprego em tempo integral, o que faz com que ela normalmente só possa ser aproveitada por estudantes do turno noturno.

Apesar de cansativa, essa opção pode ser recompensadora. Além da remuneração de um emprego ser normalmente melhor que a de qualquer estágio, os funcionários da faculdade têm descontos significativos nas mensalidades dos cursos da instituição.

4. Venda doces ou lanches no intervalo

Para quem tem talento culinário e conhece receitas deliciosas, a venda de doces ou lanches no intervalo das aulas pode ser uma possibilidade criativa de conseguir renda extra na faculdade.

Apesar de não parecer lucrativo, vender doces e lanches na universidade pode se tornar um negócio bem rentável. Além disso, é uma forma de manter a dedicação firme aos estudos e conseguir um pouco mais de dinheiro para cobrir os gastos do mês.

Mas antes de se dedicar a essa empreitada, é fundamental conhecer as regras para esse tipo de atividade na universidade. Algumas instituições proíbem o comércio nos corredores e, nesse caso, é melhor tentar vender apenas do lado de fora da faculdade.

5. Preste serviços em horários livres

Existem muitos trabalhos que podem ser feitos em horários livres ou aos finais de semana, como bartender, garçom (ou garçonete), recepcionista de eventos, e até mesmo cuidar de crianças, idosos e animais de estimação.

Se você gosta de pets, pode divulgar seus serviços aos donos. Tem ainda o dog walker, que é caminhar com cães em avenidas e parques. Todas são atividades que garantem uma renda extra com pagamento imediato, na maioria das vezes.

6. Revenda produtos de marcas conhecidas

Os famosos catálogos oferecidos por marcas de cosméticos, alimentos (fitness, orgânicos e veganos), roupas, potes plásticos, casa e decoração podem render um bom dinheiro no final do mês. Para revender, cadastre-se nos portais ou aplicativos das fabricantes, utilize o material de apoio oferecido e apresente as mercadorias, destacando seus diferenciais.

7. Venda coisas usadas

Quando se está no campus, não falta gente para comprar os mais variados produtos. Logo, utilize sua rede de relacionamentos para ganhar dinheiro: faça uma pesquisa na faculdade para saber o que interessa as pessoas. Geralmente itens usados como roupas e livros costumam agradar.

Após levantar os dados e selecionar os produtos em potencial, parta para a venda. Leve-os na sua mochila, tire fotos e faça anúncios em grupos no WhatsApp, Facebook ou Instagram, como se fosse um brechó online, ou de outra forma que achar mais prática.

O desafio desse negócio é torná-lo sustentável, ou seja, conseguir ou comprar itens usados para vender, mas basta procurar, pois não faltam pessoas que querem se desfazer de coisas que não usam mais.

8. Escreva conteúdo como redator freelancer

Uma boa dica para quem está estudando, precisa de uma fonte de renda consistente e com um horário de trabalho flexível, é a possibilidade de escrever conteúdo como redator freelancer em plataformas como a Rock Content.

Os textos produzidos são de diversas áreas de conhecimento, sendo que muitas dessas áreas terão relação com a faculdade cursada. Portanto, essa fonte de renda é também uma excelente forma de estudo e aprendizado.

A principal vantagem aqui é que os estudantes podem escrever quando tiverem tempo livre, sem atrapalhar suas obrigações acadêmicas, e não terão custos com transporte.

9. Crie um blog

Você gosta de um determinado assunto (bem-estar, culinária, decoração, esportes, tecnologia, turismo)? Uma boa sugestão é montar um blog e alimentá-lo com conteúdos semanais. Aposte também em linguagens visuais para chamar a atenção do público, como imagens, infográficos e vídeos curtos.

Para ganhar dinheiro de fato, ofereça espaços para propagandas via programas de afiliação (Hotmart, Lomadee, Submarinos, Monetizze, Amazon Associados, Uol Afiliados etc.) a fim de direcionar seus leitores para varejistas famosos e ganhar comissão por cliques. Garanta que as mercadorias oferecidas tenham alguma semelhança com a essência do seu blog.

Outra sugestão é gravar vídeos e subir no YouTube. Para isso, é preciso ser desenvolto e discutir sobre temas que tenham relevância para um determinado público, além de ser algo que você goste, é claro. Quanto maior o número de curtidas, visualizações e inscritos, maior a possibilidade de conseguir retorno financeiro com essa plataforma.

10. Seja cliente oculto

Cliente oculto nada mais é do que uma pessoa contratada para analisar de forma independente e imparcial o atendimento de uma marca. Sua função é coletar informações reais sobre a qualidade do serviço prestado e da experiência disponibilizada aos consumidores durante toda a etapa de venda.

O melhor de tudo é que essas avaliações podem ser remuneradas e em horários que o voluntário escolher, o que é excelente para conseguir uma grana a mais no final do mês.

Essa tarefa permite que você conheça diferentes produtos, faça compras em lojas, experimente comidas diferentes, dirija um carro bacana, e viva experiências inesquecíveis que, talvez, não tivesse chance de aproveitar em sua rotina. Além de lapidar seu senso crítico como cliente perante as ofertas do mercado.

11. Busque bolsas de iniciação científica

Para quem pretende se dedicar à carreira acadêmica, bolsas de iniciação científica são a escolha certa de renda extra na faculdade. Oferecidas por instituições de fomento como o CNPq e a FAPEMIG, elas são criadas para estabelecer um contato inicial entre o graduando e o ambiente de pesquisa científica.

As bolsas de iniciação científica abrem várias portas para o estudante no mestrado e doutorado e, apesar de o valor das bolsas não ser muito alto, já auxilia nas contas do mês.

12. Seja um professor particular

Uma outra forma de como ganhar dinheiro na faculdade, sem comprometer todo seu tempo com um emprego formal, é dando aulas particulares de idiomas ou música, por exemplo.

Apesar de não ser um requerimento, é interessante que os estudantes que pretendem dar aula em tempo parcial procurem cursos e certificações nas matérias que vão ensinar. Hoje, com a difusão dos cursos online e com a disponibilidade de materiais gratuitos, isso não será uma tarefa difícil.

Para quem já possui uma experiência de intercâmbio em países que não falam a língua portuguesa, dar aula particular é uma excelente forma de continuar praticando outro idioma e completar a renda mensal.

O grande diferencial desse trabalho é possibilidade de definir horários que não prejudicarão a rotina acadêmica, além de ser uma oportunidade de aperfeiçoar os conhecimentos e talentos existentes.

13. Formate trabalhos acadêmicos

Uma das maiores dificuldades dos universitários é formatar um trabalho acadêmico para se adequar à ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Portanto, a demanda para a formatação de trabalhos é grande e pode representar um ótimo caminho para ganhar dinheiro extra no fim do mês.

É muito importante que você estude as normas técnicas para realizar a tarefa corretamente. Outra dica é organizar bem seu tempo para entregar o trabalho dentro do prazo e não prejudicar os estudos.

Viu só? Opções de como ganhar dinheiro na faculdade não faltam. Basta analisar o que você gosta de fazer e tirar proveito. Ao conseguir uma grana extra, você pode até montar uma poupança para iniciar investimentos futuros e realizar sonhos. O segredo é aproveitar o tempo ocioso e transformá-lo em lucro.

Agora que você já sabe como conseguir renda extra na faculdade, confira nosso guia financeiro para ser independente e morar sozinho.
Guia Financeiro Para Sair Da Casa Dos Pais E Morar Sozinho Banner Blog Ok

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.