Planejamento Financeiro

Planejamento financeiro anual: estabelecendo metas desafiadoras para 2018

Metas estabelecidas para o próximo ano? Entenda o que pode ser feito para que todas sejam realizadas!

Um novo ano se inicia e, com ele, surgem algumas expectativas. Independentemente se você é do tipo de pessoa que faz lista com as resoluções ou não, provavelmente já planeja conquistas ou mudanças para o ciclo que vai começar.

Os planos costumam ir desde perder alguns quilos até comprar um carro 0 quilômetro. E começar o ano com essas metas em mente já é um bom passo para que os desejos se tornem realidade. Com dedicação e determinação, é possível cumprir cada objetivo traçado.

Para aqueles que exigem o investimento de um recurso financeiro maior, é preciso ainda mais disciplina e um bom planejamento financeiro anual. Afinal, a partir desse planejamento, as contas ficam organizadas e até as metas mais desafiadoras se tornam alcançáveis.

Com o objetivo de ajudar quem pretende tirar algum sonho do papel em 2018, listamos alguns pontos que devem ser levados em consideração de modo a aproximar objetivo e realidade. Ficou curioso? Então continue lendo este post:

Manter a organização

Em um planejamento financeiro, a organização é fundamental. Saber quais são os objetivos, o que deve ser feito para alcançá-los e permanecer focado em conquistá-los são práticas que devem ser adotadas para alcançar o que foi traçado.

A organização, por sua vez, é uma característica que reforça a disciplina e colabora para o cumprimento das propostas. Com a premissa de atingir os resultados pretendidos, essa é uma forma de se dispor do sistema da melhor forma possível.

Criar hábitos

Uma vez definidos os objetivos, é necessário criar hábitos para que eles se tornem realidade. Se a meta é perder peso, por exemplo, a alimentação saudável — aliada à prática de exercício — deve começar a fazer parte da sua rotina no ano que se inicia.

A mesma coisa vale para a aquisição de bens. O hábito de economizar ou de buscar alternativas que aumentem a renda devem ser uma prioridade para quem deseja terminar o ano com mais ativos do que começou.

Pensar a curto e a longo prazo

Definir prazos e metas tanto no curto prazo quanto no longo prazo são fatores determinantes para um planejamento financeiro anual de sucesso.

As metas podem ser independentes ou complementares, mas dividi-las de acordo com o prazo necessário para que sejam cumpridas é uma forma de alcançar maior eficiência nessa tarefa.

O curto prazo deve abranger metas mais imediatas e que têm capacidade de serem alcançadas em questão de dias ou de poucos meses. Já o longo prazo vai englobar aquelas que exigem maior esforço e empenho e que, por isso, demandam mais tempo para que sejam realizadas.

Traçar planos de ação para alcançar cada meta

Um plano de ação consiste em elaborar etapas que facilitem a gestão de atividades. Trata-se, portanto, de uma ferramenta para administrar melhor o tempo e os meios que envolvem o alcance de cada meta.

A partir de diversas metodologias existentes, o plano de ação possibilita o atingimento de resultados esperados com maior monitoramento e controle. Entre essas metodologias estão:

· o PDCA:
- planejar;
- desenvolver;
- checar; e
- agir.

· e o 5W2H, sigla para resumir as seguintes variáveis:
- what (o quê);
why (por quê);
where (onde);
when (quando);
how (como); e
how much (quanto).

Quem pretende conquistar objetivos determinados na virada do ano pode contar com esse forte aliado ao desenvolvimento e ao cumprimento de cada etapa. O modelo é adotado por muitas empresas e já se mostrou bastante efetivo quando se trata de mapeamento e de acompanhamento de atividades.

Ter métricas para avaliar o desempenho ao longo dos meses

Depois de determinar as metas e o plano de ação para alcançá-las, é importante acompanhar o desempenho realizado durante o processo. Para isso, definir métricas que avaliem esse desempenho vão te mostrar o que está dando certo e o que precisa ser modificado.

Além disso, métricas que apontam o cumprimento, ainda que parcial, dos objetivos estimulam a continuidade dos esforços empenhados para tal. Dessa forma, você se sentirá ainda mais determinado a perseguir, durante o resto do ano, o que determinou no início dele.

Quando for necessário, tanto as métricas quanto os objetivos podem ser revisados e adequados aos imprevistos que são passíveis de ocorrer ao longo do ano. É natural se deparar com situações não planejadas e, pensando nisso, pode ser necessário um aperfeiçoamento das prioridades definidas anteriormente.

Estabelecer uma diferença clara entre investir e economizar

Tanto investir quanto economizar são conceitos importantes que devem ser adotados em qualquer época do ano, especialmente quando se tem um objetivo a cumprir. Porém, é necessário estabelecer as diferenças entre ambos.

Enquanto a economia consiste no corte de gastos que não sejam essenciais, o investimento se baseia na premissa de fazer com que o dinheiro dê rendimentos e proporcione benefícios para o investidor.

Para quem pretende economizar, a revista Exame divulgou uma matéria com 15 planilhas que proporcionam um maior controle do orçamento anual. Dessa forma, é possível usar a tecnologia e usufruir dessas ferramentas gratuitas de controle de gastos e de manutenção da saúde financeira.

Já quem está focado em investimentos pode contar com diversas opções no mercado para fazer o recurso atual se multiplicar, como Tesouro Direto, mercado de ações e Letras de Crédito Já quem pretende comprar um carro ou um imóvel pode contar com a contratação de um consórcio.

O consórcio é uma maneira fácil de encaixar o sonho definido no início do ano dentro do orçamento disponível. Por meio do pagamento de parcelas em grupo e a contemplação de seus integrantes ao longo do tempo, é possível adquirir bens com parcelas que caibam no seu bolso.

Pronto para cumprir cada meta desafiadora que vai aparecer no seu ano novo? Comece com o pé direito e desfrute de todas as conquistas que 2018 te reserva. Com empenho e foco será possível superar todos os obstáculos.

Aproveite as resoluções e o novo começo para já ir pensando nas metas que definirá e em como alcançá-las. Confira gratuitamente o nosso Guia do Planejamento Financeiro para ter Sucesso no Novo Ano!

Guia Do Planejamento Financeiro Para Ter Sucesso