Planejamento Financeiro

Saiba como economizar na faculdade sem dificuldade em 7 passos

Quem está na faculdade sabe que todo trocado é importante! Então veja dicas de como fazer seu dinheiro render mais!

A faculdade é uma fase de crescimento e de descobertas. É a hora em que aprendemos uma profissão e fazemos amigos que vão nos acompanhar por muito tempo. Mas é também nesse período da vida em que muitas vezes lidamos com o dinheiro curto.

Começar a se organizar financeiramente logo cedo permite entrar na vida adulta com mais tranquilidade. É possível, por exemplo, destinar o dinheiro economizado para a contração de um consórcio, para que o estudante já possa pensar em formar patrimônio, seja um carro ou imóvel.

Por isso, nessa hora é importar fazer opções conscientes de consumo. Acompanhe este post e veja dicas de como economizar na faculdade.

1. Defina um limite de gastos com saídas

Muito da vida universitária acontece nas festas, não é mesmo? No entanto, por mais que sejam divertidas e excelentes oportunidades de conhecer mais pessoas, elas podem representar um gasto muito grande. Para não deixar todo seu dinheiro em bares e baladas, estabeleça uma quantia limite e os dias em que você vai sair.

Se antes de o mês terminar o dinheiro reservado para esse fim acabar, vai ser preciso se contentar com passeios gratuitos (ou mesmo ficar em casa) até o mês seguinte. Isso te ajudará a controlar os recursos disponíveis e a escolher melhor quais saídas valem mesmo a pena.

2. Faça as suas próprias refeições

Outro hábito com potencial de fazer seu dinheiro evaporar em pouco tempo é comer fora constantemente. No entanto, algumas práticas podem ajudar a economizar nesse quesito. Caso sua faculdade tenha refeitório, veja se comer lá sai mais barato.

Outra forma de gastar menos é carregando sempre um lanche na bolsa, para evitar que você fique com fome e precise comprar comida na rua.

Porém, não existe maneira mais eficaz de economizar com alimentação do que cozinhando suas próprias refeições. Para vencer a preguiça, se organize para ir ao supermercado pelo menos uma vez por semana.

Depois, é só cozinhar os alimentos, dividi-los em potes e congelá-los em pequenas porções. Na hora da fome, é só usar o micro-ondas. Variando o cardápio, é possível fazer isso sempre sem enjoar das opções disponíveis.

3. Economize com livros

Os livros utilizados por alguns cursos costumam ser bem caros, por conta disso, é difícil economizar, porque eles são essenciais para acompanhar as disciplinas. Contudo, até nisso é possível encontrar alternativas.

Para não precisar desembolsar dezenas, ou mesmo centenas, de reais em um exemplar novo, você pode recorrer à biblioteca da sua faculdade, que provavelmente vai contar com o volume necessário.

Se esse não for o caso, ainda existem opções: veja com alunos que já passaram pelo seu ano se eles podem te emprestar os livros em questão ou mesmo vendê-los por preços mais em conta.

Nessas horas, sebos também são de grande valia: neles, é possível encontrar exemplares usados a preços mais acessíveis. E nem precisa sair de casa, já que é possível contar com sites como a Estante Virtual.

4. Aproveite as vantagens da economia colaborativa

O termo economia colaborativa está cada vez mais na moda: ele designa práticas em que pessoas com mesmos interesses e necessidades compartilham algo não necessariamente em troca de dinheiro.

Por isso, não hesite em utilizar esses serviços. Apps de carona podem te ajudar a encontrar um jeito mais barato de chegar à faculdade e sites como o Airbnb oferecem acomodações compartilhadas em diversos locais por preços menores que os de hotéis.

5. Procure informar-se sobre bolsas de monitoria ou descontos na mensalidade

Várias faculdades buscam alunos que possam atuar por algumas horas semanais prestando serviços de monitoria em laboratórios e bibliotecas. Há instituições que pagam bolsas em dinheiro, enquanto outras concedem descontos nas mensalidades. Seja qual for o caso, isso pode representar um alívio no orçamento.

Fique atento também às oportunidades de estágio. Além de agregar experiência profissional ao seu currículo, eles garantem uma valiosa renda extra.

6. Venda aquilo que não estiver usando mais

Sabe aquela pilha de itens amontoadas no armário? Elas podem ter algum valor! Faça uma limpeza periódica em seus pertences e separe tudo o que não estiver mais sendo usado: livros, roupas que não servem mais e até o tênis que você comprou para malhar, usou uma única vez e depois desistiu.

Com tudo separado, procure interessados em grupos de Facebook, organize um bazar ou vá a sebos e brechós que comprem esses itens. Além de juntar um dinheiro a mais, vai ser a chance de se livrar de vários objetos que estavam ocupando espaço sem necessidade.

Existem outras formas de aumentar os seus ganhos: faça e venda aquela receita de brigadeiro que todos admiram ou dê aulas particulares na matéria que você domina. Sendo bom o suficiente, sempre haverá interessados.

7. Elabore um planejamento e mantenha-se nele para economizar na faculdade

De nada adianta seguir todas essas dicas se você mal sabe de onde está vindo e para onde está indo seu dinheiro. O primeiro passo, portanto, é anotar todas as suas receitas (o dinheiro que entra) e suas despesas (tudo o que sai).

O importante nessa hora é não deixar nada passar, mesmo aquele docinho na padaria ou qualquer outro gasto que pareça inofensivo. Para essa tarefa, você pode usar planilhas eletrônicas, um aplicativo de finanças ou mesmo um caderninho.

Olhando todos os dados organizados, fica bem mais fácil saber por onde o seu dinheiro está escorrendo. Você vai ver quais gastos são realmente necessários, onde é possível economizar e o que precisa ser cortado definitivamente.

A regra de ouro é não gastar mais do que se recebe. Se por algum imprevisto for preciso sair do planejamento, se esforce para reorganizar tudo o mais rápido possível, certo?

Manter as finanças em ordem exige alguns sacrifícios, mas a recompensa fará com que o esforço valha a pena. Economizar na faculdade pode significar abrir mão de alguns momentos de diversão ou de algumas facilidades, mas começar a vida adulta com as contas em dia é imprescindível.

Gostou das dicas sobre como economizar na faculdade e quer mais? Veja nosso vídeo e anote quais são as 7 mudanças de hábito que vão ajudar a organizar sua vida financeira!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.