Sustentabilidade

Energia solar: por que é a melhor opção?

Quer saber por que a energia solar é uma ótima opção para o meio ambiente e para seu bolso? Então, confira este post!

Vivemos em uma época em que economizar água não é o bastante, pois também existe o esgotamento gradual de fontes de energia não renováveis, como os combustíveis de origem fóssil (diesel, gás natural e gasolina). Uma solução viável para isso é o investimento em fontes de energia ecologicamente corretas, como é o caso da energia solar.

Isso porque essa alternativa é capaz de reduzir a emissão de gases e outros poluentes na natureza, o que diminui impactos ambientais, como contaminação dos lençóis freáticos, chuva ácida, efeito estufa etc. Para você ter uma ideia da importância disso, as energias solar e eólica responderão pela metade da geração mundial de eletricidade em 2050, segundo artigo publicado no site Ecodebate.

Pensando nisso, criamos este post. Aqui, você vai saber o que é energia solar, como funciona e os benefícios para quem opta por instalar esse sistema energético sustentável em casa. Acompanhe!

O que é e como funciona a energia solar?

A Energia solar é uma fonte limpa e renovável de geração de energia elétrica obtida por meio da captação de calor, irradiação e luz. Sua utilização tem aumentado muito, pois a procura por redução de custos, economia colaborativa e energia consciente tem feito as pessoas cogitarem esse tipo de investimento de médio e longo prazo. Ainda mais no Brasil, que tem bastante incidência de luz solar durante a maior parte do ano.

Vantagens da energia solar:

- não emite poluentes durante o seu uso;
- necessita de manutenção mínima;
- painéis solares estão cada vez mais potentes e o custo está caindo de forma gradativa;
- é ideal para lugares remotos e de difícil acesso, uma vez que a sua instalação não exige grandes investimentos em estruturas de transmissão.

Desvantagens da energia solar:

- dependendo da estação do ano, existem variações de energia produzida conforme as condições climáticas (chuvas, nebulosidade, neblina, neve etc.). Além disso, durante a noite não há geração alguma, o que exige armazenadores de energia;
- regiões de altitudes médias e altas sofrem quedas bruscas de produção durante o inverno por causa da baixa disponibilidade solar;
- o armazenamento desse tipo de energia é pouco eficiente em relação à energia hidroelétrica (água) e aos combustíveis fósseis (carvão, gás e petróleo);
- cada painel solar tem rendimento médio de apenas 25%, o que exige um conjunto significativo de placas para aumentar a eficiência do sistema e gerar economia energética em médio prazo.

Quais são os tipos de energia solar?

Existem três modalidades viáveis: energia solar fotovoltaica, energia solar heliotérmica e aquecimento solar. Entenda melhor sobre cada tipo abaixo.

Energia solar fotovoltaica

Essa modalidade utiliza painéis fotovoltaicos para converter calor em energia elétrica. O seu funcionamento é simples. Basta que a energia térmica incida sobre as placas para gerar radiação e estimular os elétrons, fazendo-os sacudir, e, a partir disso, há o surgimento de uma corrente elétrica contínua.

Esses componentes precisam ser fixados em áreas da casa em que exista alta incidência solar (por exemplo, fachada, quintal, telhado) para garantir uma boa eficiência energética.

No entanto, a modalidade fotovoltaica custa um pouco mais caro, pois, além da aquisição das placas — que podem ter um custo elevado, dependendo do fornecedor —, é necessário comprar outros componentes, como: conectores, cabeamentos, estrutura de fixação, inversor de frequência e outras peças.

Energia solar heliotérmica

Usa o calor do sol de maneira concentrada — logo, também é conhecida como energia solar térmica concentrada — para gerar energia elétrica. Em virtude da sua complexidade e do espaço necessário, essa alternativa é empregada somente em grandes usinas heliotérmicas.

Nesses locais, grandes refletores (espelhos), chamados de concentradores, absorvem a luz do sol e direcionam o calor para um determinado local, normalmente um tubo a vácuo ou o topo de uma torre.

Depois, é adicionado um líquido específico que se aquecerá com a alta temperatura causada pela concentração da radiação solar a fim de produzir vapor e alimentar uma turbina para gerar energia elétrica.

Aquecimento solar

Entre as três modalidades mencionadas, o aquecimento solar é o único que não converte calor em eletricidade, pois ele reutiliza a carga térmica do sol para esquentar a água e ajudar nas tarefas e atividades domésticas (lavar louça, limpar a casa, tomar banho etc.). Aplicado tanto em apartamentos quanto em casas, é uma ótima alternativa para quem quer diminuir a conta de energia elétrica, já que essa solução elimina o uso convencional do chuveiro e dos aquecedores elétricos.

Para ter esse sistema, basta adquirir painéis solares e um reservatório térmico para armazenar a água aquecida, além de instalar um circuito hidráulico de distribuição. Seu funcionamento é simples: a água é aquecida após circular abaixo das placas solares e cai no reservatório.

Vale ressaltar que, em dias frios e/ou nublados, é possível contar com água quente, pois o recipiente de armazenamento conta com uma cobertura isolante, impedindo que o calor se dissipe para o ambiente externo.

Por que é uma boa opção ter energia solar em casa?

Existem diversos benefícios que podem ser obtidos ao instalar equipamentos de energia solar em sua residência. Conheça os principais a seguir.

Economia

O dinheiro gasto no início é rapidamente recuperado graças à economia gerada futuramente, visto que você não terá mais aumentos no consumo e não terá que se preocupar com taxas de energia.

Além disso, os painéis fotovoltaicos têm uma durabilidade extensa (cerca de 20 anos), o que diminui os custos em longo prazo.

Fácil instalação

O sistema de energia solar é muito fácil de ser instalado em sua casa e quase não interfere na parte elétrica já existente. Por ser uma ferramenta modular, ela pode passar por ajustes e aumentar a sua capacidade a qualquer instante caso cresça a demanda de energia elétrica na residência.

Valorização do imóvel

Um imóvel que tem esse tipo de sistema é muito valorizado no mercado. Por ser uma tecnologia relativamente nova no Brasil, ter energia solar é algo bem-visto, afinal, o futuro comprador gastará menos com energia elétrica.

Ampla possibilidade de uso

É possível ligar todos os equipamentos da sua residência com essa ferramenta, sem exceção. Isso porque ela gerará energia em simultâneo com a rede de fornecimento. Dessa forma, durante o período noturno, a rede faz a distribuição elétrica. Caso falte energia, o sistema de baterias é acionado.

Ao contar com um sistema de energia solar, você incentiva outras pessoas a fazer o mesmo, bem como evita o uso excessivo de fontes de energia não renováveis, como diesel, gás e óleo. Assim, não prejudicará o meio ambiente, pois se trata de uma solução 100% limpa.

E então, o que achou deste conteúdo? Aproveite o gancho do tema e baixe o nosso eBook sobre a importância de colocar o consumo consciente em prática!
Consumo Consciente Entenda A Importancia E Saiba Como Colocar Em Pratica Banner Artigo Blog

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.