Tudo Sobre Consórcio

Fuja da inadimplência no consórcio! Dicas para não atrasar as parcelas

Confira dicas para evitar problemas com consórcio atrasado, como negociar e o que fazer para regularizar sua situação.

Atrasar as parcelas do seu consórcio pode trazer vários prejuízos, tanto para você, quanto para o grupo. Além disso, se você ainda não estiver contemplado, deixa de participar da assembleia, postergando o seu acesso à carta de crédito e, consequentemente, à aquisição do seu bem. 

Por isso, é importante se planejar antes de contratar seu consórcio. Depois de contratado, ele deve ser encarado como um compromisso que precisa ser honrado mensalmente. E, caso alguma situação inesperada prejudique seu orçamento, há formas de se reorganizar! Confira mais a respeito no post de hoje.

Quais as consequências das parcelas de consórcio atrasadas?

Quando as parcelas de algum consorciado ficam atrasadas, a administradora pode recorrer às ações previstas em contrato para resguardar o poder de compra dos demais consorciados do grupo, e não colocar em risco o investimento de todos por causa de um participante que está tendo dificuldades para realizar os pagamentos.

A legislação diz que cada administradora tem a prerrogativa de reger, por meio do regulamento de consórcios, sobre a inadimplência dos consorciados contemplados e não contemplados, bem como as suas consequências.

Veja o que pode ocorrer em cada situação:

Consorciado não contemplado

Dentre as práticas de mercado, as administradoras costumam estabelecer que o consorciado não contemplado inadimplente não concorrerá na assembleia de contemplação, e também está sujeito ao pagamento de multas e juros. Além disso, a inadimplência poderá levar ao cancelamento da cota.

Consorciado contemplado que não tenha adquirido o bem

Caso o consorciado contemplado não tenha adquirido o bem, a inadimplência poderá causar o cancelamento da contemplação e até mesmo da cota, além de ser um fato que poderá impedir a liberação do crédito para a aquisição do bem.

Consorciado contemplado que já adquiriu o bem

Para o consorciado contemplado que já adquiriu o bem, a adimplência é fundamental para evitar o pagamento de encargos de mora e eventuais despesas referente à cobrança dos valores em atraso, bem como a retomada do bem ofertado como garantia.

É importante registrar que por meio da leitura do regulamento de consórcio, o consorciado tomará conhecimento sobre os encargos e/ou as consequências geradas em decorrência da inadimplência, bem como a quantidade de parcelas que poderá causar o cancelamento da contemplação e/ou o cancelamento da cota entre outras informações importantes

Estar adimplente é fundamental para o bom funcionamento do consórcio e, geralmente, as administradoras possuem opções de negociação para auxiliar os consorciados em momentos difíceis

Como não ficar inadimplente com o consórcio?

Antes da contratação, como dissemos, é fundamental ter um orçamento doméstico bem claro. Assim, você saberá o máximo que pode assumir de parcela mensal sem comprometer o bem-estar e a qualidade de vida da sua família.

Faça um planejamento financeiro eficiente

Portanto, tenha um planejamento financeiro que contemple o pagamento prioritário de suas dívidas e compromissos atuais, além de uma reserva de segurança para eventuais dificuldades. Assim, você se resguarda da possibilidade de contratar um consórcio e colocar em xeque seu equilíbrio financeiro.

Para que esse orçamento funcione, lembre-se de controlar o consumo desenfreado, evitando compras desnecessárias. Além disso, projete gastos para cada necessidade pessoal — como alimentação, saúde, lazer, entre outros.

Procure aplicativos de finanças para ajudar a manter o orçamento

Vale a pena buscar bons aplicativos de controle financeiro que ajudem você a manter seus planos sempre em dia. Assim, você evita cair em tentação e gastar por impulso, prejudicando seu planejamento e correndo o risco de atrasar os pagamentos do consórcio.

Livre-se de dívidas anteriores

E, ainda, lembre-se de quitar possíveis dívidas com cartão de crédito ou cheque especial. Esse tipo de crédito tem juros altos e, se não for pago em dia, pode atrapalhar seu orçamento e causar bastante dor de cabeça.

Procure opções junto à administradora

Além disso, caso perceba que está em uma situação complicada, você deve entrar em contato com a administradora. Ela pode oferecer saídas para evitar o atraso, como:

- reduzir o valor da carta de crédito, diminuindo o valor das parcelas. Opção para clientes que não tenham sido contemplados;
- negociar a diluição do valor atrasado nas parcelas seguintes. Por exemplo: o cliente adquire uma cota de um grupo de 100 parcelas, do qual já se passaram 4 assembleias, então, seu prazo de pagamento será 96 parcelas;
- postergar o valor das parcelas já ocorridas para o momento da contemplação da cota;
- vender a cota para outra pessoa e sair do consórcio, evitando desgastes pessoais e negativação do seu nome.

É possível reativar a cota cancelada?

Caso você não tenha conseguido honrar com os pagamentos e sua cota tenha sido cancelada, saiba que é possível pagar as parcelas atrasadas com valores reajustados e reativar o seu consórcio. O valor das parcelas é atualizado de acordo com o valor do bem referencial na data da reativação da cota.

É importante entrar em contato com a administradora e verificar se há disponibilidade de cotas no grupo no qual você está inserido.

O ideal, porém, é se organizar financeiramente antes de assumir novamente esse compromisso, para não correr o risco de ficar inadimplente.

Avalie a possibilidade de vender sua cota

A venda da cota é um processo legal, mas precisa ser feito com responsabilidade para evitar que você passe por situações de risco. Em todo caso, não faça negócios informais, já que é seu nome que vai estar em jogo. Por isso, deixe tudo registrado.

Tomando esses cuidados, você não corre o risco de ficar com o consórcio atrasado e bagunçar todos os seus planos. O consórcio é uma das formas mais eficientes para conquistar sonhos e acumular patrimônio pessoal de forma planejada e econômica. Portanto, leve-o sempre muito a sério! Sua cota de consórcio representa o poder de conquistar seu sonho. Por isso, a disciplina e a organização financeira são fundamentais.

Que tal ver mais algumas dicas sobre finanças? Então confira nosso artigo com 5 estratégias para pagar contas em dia e não sofrer com juros.

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.