Meu Primeiro Imóvel

Como saber se tenho perfil para morar em apartamento?

Morar em apartamento é a melhor escolha para você? Saiba o que levar em conta na hora de decidir.

Morar em apartamento é uma escolha que tem crescido bastante nos últimos anos e pelos mais variados motivos. Afinal, existem apartamentos nas mais variadas faixas de preço e que, no geral, costumam ser mais baratos do que uma casa, além de muitas pessoas acharem que ele dá menos trabalho.

Apesar de a convivência com os vizinhos ser mais intensa, o que é uma desvantagem para a maioria das pessoas, morar em apartamento pode ser muito compatível com seu estilo de vida, bem como uma boa escolha para o futuro. Agora, para continuar aprendendo sobre o assunto, acompanhe esta leitura!

As principais vantagens de morar em apartamento

Primeiro, vamos começar destacando as vantagens. Como você perceberá durante a leitura, tanto os prós e contras podem ser relativos a depender do seu estilo de vida e orçamento. No entanto, selecionamos algumas vantagens mais gerais, apontadas tanto pelas pessoas como pela própria realidade do mercado e dos apartamentos. Veja!

Localização

Ao morar em apartamento, você tem a oportunidade de pagar menos pela compra ou aluguel desse imóvel em relação a casas e sobrados na mesma região. Isso se deve, entre outros aspectos, ao fato de que a oferta de apartamentos é muito grande hoje em dia, ao passo que a de outros tipos de imóveis tem diminuído.

Além disso, em áreas mais centrais, próximas a locais importantes e estações de metrô, predominam os apartamentos. Quem opta por morar em um deles tem muito mais opções para escolher a localização, podendo ficar mais próximo do trabalho, de lojas, shoppings e restaurantes.

Lazer

Um dos maiores benefícios de morar em um apartamento são as opções de lazer. A maioria dos condomínios, mesmo que não sejam caros, têm piscina e salão de eventos. Muitos também contam com uma área de churrasqueira, bastando reservar a data e o horário com antecedência para usar o local.

Obviamente, o custo-benefício disso é muito melhor se comparado ao de ter uma casa com churrasqueira e piscina. Isso porque, além de esses itens elevarem muito o valor do imóvel, ainda é preciso gastar com sua manutenção, enquanto ela já está inclusa no condomínio.

Tarefas

Quem mora em apartamento não precisa lidar com muitas das questões enfrentadas em casa. Por exemplo, não é necessário limpar o quintal e a garagem, nem se preocupar com problemas nas áreas comuns, como rachaduras ou vazamentos.

Até na hora de receber compras online e outras entregas não é preciso ter o trabalho de verificar se haverá alguém em casa, pois o porteiro toma conta disso.

Segurança

Embora a complexidade do sistema de segurança varie de acordo com o padrão do condomínio, quase todos os prédios residenciais hoje em dia têm, pelo menos, controle de portaria e câmeras de segurança. E, mesmo que um ladrão consiga chegar até seu apartamento, ele terá bastante dificuldade em transportar os itens roubados.

Amizades

Entre todos os pontos, esse é o mais relativo. Caso você tenha uma personalidade mais introspectiva, pode ser que não aproveite tanto dessa vantagem. Mas a grande realidade é que a maior proximidade entre vizinhos acaba estimulando um senso de cumplicidade, incentivando novas amizades.

As principais desvantagens de morar em apartamento

Já aqui chega o momento de olhar o “copo meio vazio”. Da mesma forma que os apartamentos oferecem uma melhor estrutura e senso de segurança, o fato de morar em um torre junto a inúmeras outras famílias acaba refletindo em uma diminuição da sua privacidade. Veja!

Regras

A começar pelas regras. Por se tratar de uma comunidade residencial, é fundamental que existam normas para regular a boa convivência. Por isso, as regras do condomínio são tão importantes para minimizar os atritos decorrentes da convivência de um grande número de pessoas.

No entanto, é normal achar algumas regras rigorosas demais e, em certos casos, desligadas da realidade e sem nenhuma lógica. Mas é sempre importante lembrar que o objetivo de uma assembleia condominial é determinar condições harmônicas de moradia para todos.

Por isso, é comum que existam normas mais rigorosas à emissão de ruídos, pois esse é um ponto crucial para a manutenção do silêncio e da paz, sobretudo em condomínios voltados a famílias e pessoas idosas.

Privacidade

A transição de casa para apartamento nem sempre é fácil. Ainda que existam vantagens objetivas, existem muitos hábitos que precisarão ser adaptados. Por exemplo, ao se mudar para um apartamento, é preciso reaprender a fazer as atividades do dia a dia com menos barulho. Isso é importante para não incomodar seus vizinhos e também para proteger sua intimidade.

Além de as unidades serem muito juntas entre si, as paredes que separam um apartamento do outro também costumam ser mais finas que as de casas. Isso significa que os vizinhos podem ficar sabendo quando você canta no banho, faz uma fritura, entre outros.

Espaço

Na esmagadora maioria dos apartamentos, o espaço é bem reduzido em relação às casas. Em geral, as cozinhas são pequenas e contíguas à área de serviço, com pouco espaço para estender roupas e lençóis. Nesse cenário, você precisa adaptar sua realidade, muitas vezes aproveitando da decoração e da tecnologia para otimizar seu espaço útil.

Um exemplo disso é contar com eletrodomésticos como lavadora e secadora de roupas, aproveitando ao máximo as paredes para criar locais de armazenamento e melhorar ainda mais a circulação de pessoas dentro do imóvel.

Áreas comuns

Apesar de ser muito vantajoso ter piscina, academia e outras comodidades tão perto de você, é normal surgirem conflitos por causa do uso de áreas comuns. Um dos problemas mais constantes são as discussões que envolvem os elevadores.

Para quem tem filhos, também ocorrem com frequência conflitos devido ao uso da piscina ou área de lazer. Além dessas questões, podem existir atritos provocados pela disputa de datas para o uso dos ambientes comuns, como os salões de festa.

A compreensão do seu perfil

Se você acha que as vantagens se sobrepõem às desvantagens e está disposto a ser mais silencioso para manter a paz entre vizinhos, você tem o perfil certo para viver em apartamento. Por isso, elencamos alguns pontos para que você adapte sua tolerância aos desafios da vida em apartamento. Veja!

Filhos

Para quem tem filhos, é importante orientá-los sobre como conviver de maneira pacífica com as outras crianças. Além disso, é necessário pedir que façam mais silêncio em casa, principalmente de manhã e de noite.

Animais de estimação

Se você tem animais, é interessante treiná-lo para que ele não fique assustado no ambiente novo — evitando que faça muito barulho, sobretudo nos períodos da sua ausência.

Objetivos

Por serem substancialmente mais baratos e flexíveis para colocar no mercado, seja por meio de venda ou locação, apartamentos são a escolha certa para quem busca conciliar carreira (trabalho ou estudo) com a moradia temporária em determinado lugar.

Tratando-se de casas, os investimentos são maiores e mais demorados, pois a venda ou locação não costuma ser tão ágil quanto a de apartamentos bem localizados em pontos estratégicos de uma cidade.

Orçamento

Obviamente, o fator custo. Se você dispõe de todos os meios para investir em uma casa, inclusive com as mesmas comodidades de segurança, conforto, lazer e localização, você tem o combo perfeito. No entanto, essa realidade pode ainda estar distante, reforçando a importância de ingressar na solução mais compatível com seu bolso.

Estilo de vida

Por último e talvez mais importante, o seu estilo de vida. De certa forma, essa é uma questão bastante subjetiva e que complementa o fator orçamento. Em um cenário em que todas as condições são ideais, tanto para a aquisição da casa ou do apartamento perfeito, cabe a você identificar aquilo que fará o seu dia a dia mais prazeroso.

A escolha do melhor tipo de apartamento

Agora, chega o momento de conhecer as diferentes modalidades de apartamento. Veja:

- torre única: voltados à privacidade e exclusividade, geralmente com um apartamento a cada um, dois ou três andares;
- condomínio clube: voltados a uma vida mais social e ativa, com ampla oferta de serviços, comodidades e áreas comuns em um empreendimento com várias torres e centenas de moradores;
- padrão: convencionais em condomínios;
- studio: compactos, modernos, práticos e planejados, geralmente com um único ambiente;
- loft: mais sofisticados que os studios, agregando pé direito alto, mezanino e ainda mais praticidade.

Por fim, vale lembrar que, se você está considerando comprar um apartamento, o ideal é investir em um consórcio, pois você consegue adquirir seu imóvel de forma planejada, de acordo com suas possibilidades financeiras.

Agora que você já sabe se tem um perfil compatível para morar em apartamento, descubra agora como descobrir o valor real de um imóvel tanto na compra como na venda!

Racon Blog

Por Racon Blog

Data Publicado em 3 de Maio de 2018 | Atualizado em 27 Julho de 2020.

morar em apartamento morar em apartamento

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.