Meu Primeiro Imóvel

Verão refrescante: dicas para construir uma piscina em casa

Você tem dúvidas ou nem imagina como construir uma piscina? Calma, pois neste post vamos ajudá-lo nessa tarefa. Confira!

Para quem deseja ter uma área de lazer gostosa e refrescante em casa, vale a pena entender como construir uma piscina. Assim, será possível colocar a mão na massa e investir nesse sonho gratificante de transformar o seu imóvel próprio em um local incrível para curtir os dias de calor, especialmente durante o verão.

Muitos acabam desistindo de ter esse tipo de lazer em casa por acharem que a construção de uma piscina tem um custo muito elevado ou porque o processo pode ser complicado demais. De fato, é necessário ter alguns cuidados para evitar problemas e arrependimentos no futuro.

Para ajudá-lo a entender como construir uma piscina, elaboramos um passo a passo. Assim, você conhecerá os modelos existentes, os procedimentos para a construção, o modo de instalação e como poupar dinheiro, a fim de arcar com os custos. Ficou interessado? Então, vamos lá!

Escolha o local de instalação e o tipo de piscina

Se você deseja entender como construir uma piscina, saiba que é preciso definir um bom local. Para tanto, em primeiro lugar considere o terreno, pois a presença de pedras, por exemplo, pode dificultar a escavação e elevar os custos.

Observe também a incidência solar e a proximidade com árvores, plantas e telhado. Prefira um espaço que tenha sol no início da manhã ou fim da tarde e, se possível, sem muitas folhagens ou construções ao redor. Um profissional da área ou um arquiteto pode indicar a localização ideal.

Outro ponto importante é conhecer quais são os tipos de piscina, pois eles têm valores e formas de manutenções diferentes. Os mais comuns são os seguintes:

- piscina de alvenaria;
- piscina de fibra;
- piscina de vinil.

Em geral, as de alvenaria, fibra e vinil são as mais populares em casas, no sítio da família, em condomínios e no imóvel na praia. Entretanto, ainda existem outros modelos, como de vidro e portátil. A seguir, explicaremos como é feita a construção das três principais.

Saiba como construir uma piscina de alvenaria

Em primeiro lugar, piscina de alvenaria também pode ser conhecida como piscina de concreto, já que suas partes são unidas por uma argamassa. Para construí-la é necessário fazer o projeto arquitetônico, escolher o local e escavar o terreno.

O ideal é que o planejamento seja feito por um arquiteto ou profissional da área. Mas uma boa dica é definir as medidas incluindo a espessura de todas as camadas — cimento, revestimento, pedra ou porcelanato utilizados.

Lembre-se, ainda, de considerar outras medidas, como a da profundidade, das áreas rasas, das bordas e até mesmo da hidromassagem, se desejar. Aliás, planeje inclusive o espaço para as movimentações dos profissionais durante a obra, especialmente se a piscina for colocada bem perto de uma parede.

As demais etapas da construção da piscina de alvenaria variam de acordo com o método e os materiais usados, mas é possível categorizá-las como:

- colocação da tubulação;
- preparação do fundo da piscina;montagem das armações;
- concretagem do fundo;
- construção e concretagem das paredes;
- revestimento e impermeabilização;
- acabamento e paisagismo, se quiser.

Vale ressaltar que a etapa de impermeabilização é bastante importante para evitar prejuízos e problemas com vazamentos. Então, preste bastante atenção quanto à escolha do material utilizado e priorize a qualidade dos produtos.

Descubra como instalar uma piscina de fibra e de vinil

Agora que você já sabe como construir uma piscina de alvenaria, chegou a hora de entender como é feito o processo da de fibra e de vinil. Em primeiro lugar, para ambas também é feita a escavação ou a montagem da caixa de concreto.

No caso da de fibra, ela é acomodada no espaço e concretada. Por sua vez, a montagem da de vinil é feita igualmente à de alvenaria, mas no lugar do revestimento, é colocada uma espécie de capa com um produto de vinil. Algo em comum às duas, é o fato de ser necessário instalar a parte hidráulica.

Independentemente de qual for a sua escolha, todas as opções explicadas devem ter uma casa de máquina própria, que nada mais é do que um espaço devidamente fechado para acomodar o registro, filtros, parte elétrica e bombas de sucção. A orientação é deixar esse local o mais seco e limpo possível, sem a presença de produtos químicos.

Fique atento em relação aos custos

Depois de conhecer os modelos e como construir uma piscina, você deve estar curioso para saber quanto custa tudo isso, certo? De fato, os valores podem variar muito conforme o projeto, o tamanho e tipo de piscina, além dos materiais usados e da mão de obra.

Uma piscina de alvenaria, por exemplo, exige um investimento maior e, se uma parte do revestimento quebrar, a manutenção pode ficar cara. No entanto, já existem muitos produtos de alta qualidade para a construção desse tipo de piscina.

Por outro lado, uma piscina de vinil tem um preço mais em conta, que depende do tamanho, do formato e de outros fatores. A do tipo fibra, por exemplo, pode custar ainda menos do que a de vinil.

Pensando na realização desse sonho, economizar, poupar e investir são atitudes necessárias. Dessa forma, você evita gastos exorbitantes e planeja com antecedência todas as etapas desse processo.

Veja como juntar dinheiro para o projeto

É fundamental ter um planejamento financeiro adequado antes de começar a construção da sua piscina. Para tanto, pesquise as empresas que prestam esse tipo de serviço e verifique qual é o preço de cada uma delas.

Depois de definir o projeto e ter noção do valor que será gasto nele, elimine despesas extras desnecessárias e passe a economizar durante alguns meses ou até mesmo anos. Se você e o seu parceiro não têm o hábito de poupar, tente criar uma rotina ou opte por um consórcio de reformas — uma maneira simples, segura e consistente de investir o seu dinheiro.

É melhor, sempre que for possível, guardar antecipadamente o que será investido na piscina, tanto para se livrar das dívidas e evitar ficar no vermelho quanto para ter mais controle sobre os gastos. Além disso, considere, ainda, os custos com a manutenção periódica, inclusive para o tratamento da água.

Com essas dicas sobre como construir uma piscina, você conseguirá realizar seu sonho e ter mais frescor no verão. Portanto, aproveite para aprender passos simples e ter uma área de lazer incrível na sua casa!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.