O que é Open Banking e quais vantagens para seus usuários?

Aprenda o que é Open Banking e como ele será benéfico tanto para consumidores quanto bancos.
  • Atualizado em July 14, 2021
  • Publicado em July 14, 2021
  • Planejamento Financeiro

Tecnologia e inovação andam de mãos dadas em todos os segmentos. Então, é benéfico para todos que as instituições bancárias possam aproveitar esse tipo de progresso. Essa é a proposta por trás do Open Banking.

Ao longo dos últimos anos, o Banco Central vem desempenhando esforços para modernizar a estrutura bancária brasileira. Um exemplo disso é o Pix, nova modalidade de transferências e pagamentos que já realizou 1,5 bilhão de transações em 6 meses de operação.

O Open Banking é a mais nova proposta voltada para permitir facilidades aos serviços bancários. Dessa vez, o objetivo é integrar as informações de clientes para que tenham seus dados compartilhados entre os bancos via APIs seguras - mais adiante vamos entender um pouco melhor sobre o que são APIs.

Quer saber mais sobre o que é Open Banking e como ele pode facilitar a vida dos usuários dos bancos? Então, confira este artigo.

O que é Open Banking?

O Open Banking é uma metodologia em implementação pelo Banco Central. Ele traz um conjunto de regras e tecnologias que têm como objetivo facilitar o compartilhamento de informações entre as instituições bancárias. Tais informações incluem não apenas dados, como também serviços. Isso significa que os bancos passarão a trabalhar de forma integrada, visualizando as mesmas informações sobre os seus clientes, mesmo que tenham níveis de contato diferente com eles.

Com isso, as instituições financeiras passam a ser capazes de fazer ofertas muito mais direcionadas a potenciais clientes. Afinal, conhecem os seus hábitos e preferências, podendo adequar os seus serviços às necessidades deles.

Por fim, o Banco Central reitera que esse compartilhamento de dados dependerá do consentimento do usuário. O correntista precisará autorizar a conexão usando o sistema do Open Banking.

O que é uma API?

Os dados bancários dos usuários serão compartilhados a partir do uso de APIs seguras com o Open Banking. Isso significa que as conexões entre as instituições bancárias utilizarão meios próprios para essa integração.

A sigla API significa Application Programming Interface, ou interface de programação de aplicações. Trata-se de um conjunto de padrões usados por múltiplas soluções para que "falem a mesma língua".

Ou seja, o uso de uma API permitirá que todas as instituições financeiras possam trabalhar com a mesma base. Isso ajudará na criação de produtos e serviços fundamentados nessa integração de dados.

Isso também é positivo porque garante o melhor ambiente possível para a troca de dados sensíveis. Uma API exclusiva para a troca de informações tende a ser o caminho mais seguro para esse fim.

Como funciona hoje e como será com o Open Banking?

Para entender o que é Open Banking, podemos pensar em uma comparação entre como as operações bancárias funcionam hoje e de quais maneiras mudariam depois da implementação do sistema.

Atualmente, um banco não consegue saber quais serviços uma pessoa utiliza de determinada instituição financeira. Isso o coloca em uma desvantagem competitiva, não podendo oferecer produtos e serviços que atendam às necessidades dela.

Por exemplo, pode ser que determinado cliente esteja pagando taxas altas demais para manter suas contas em um banco. Poderia ser vantajoso migrar para outro que tenha descontos nesse sentido, mas essa oferta somente pode ser feita se os dados forem compartilhados.

Então, com o Open Banking, esse usuário será livre para compartilhar as suas informações com as instituições financeiras. Os bancos saberão que ele está em desvantagem ao pagar taxas altas demais e poderão oferecer serviços que melhor atendam ao perfil dele.

Quais são as principais vantagens do Open Banking?

Ao entender o que é Open Banking e de quais formas ele transformará o segmento das instituições financeiras, resta entender quais benefícios ele trará.

A seguir, confira quais são os principais benefícios do Open Banking.

Liberdade e autonomia

O Open Banking é um formato que coloca o usuário no controle sobre os próprios dados e operações bancárias. Ele não precisará mais ser "refém" dos serviços de determinado banco, sendo livre para usufruir de outro.

Da forma como o processo funciona atualmente, o cliente não tem controle sobre os próprios dados. Já com o Open Banking, ele poderá tomar decisões efetivas a respeito de seus serviços bancários.

Maior competitividade

A competitividade é algo que beneficia o consumidor. Com todas as empresas buscando atraí-lo, elas se veem obrigadas a oferecer produtos e serviços cada vez melhores e direcionados.

O Open Banking será um catalisador desse movimento. Não só possibilidades mais interessantes poderão surgir no mercado, como os clientes também estarão empoderados para buscá-las.

Custos menores

Como o Open Banking possibilita uma maior competitividade entre as instituições bancárias, isso tem vantagens diretas para a diminuição dos custos dos consumidores.

Ou seja, permitirá que os bancos direcionem ofertas muito mais econômicas para determinados clientes, baseando-se no quanto sabem a respeito das suas preferências e relacionamentos com outros bancos.

Foco em segurança

O compartilhamento de dados do Open Banking é baseado no uso de APIs seguras. Além disso, o Banco Central está investindo em infraestrutura dedicada a manter essa comunicação sempre protegida.

Popularização de novos serviços

Outro resultado do aumento da competitividade graças ao Open Banking é a popularização de novos serviços bancários.

Instituições financeiras fundamentadas na inovação poderão aprender mais sobre seus públicos e criar soluções especiais para atendê-los.

Melhora na concessão de créditos

O compartilhamento de dados de clientes também vai mudar a maneira de disponibilização de empréstimos. Com as informações de outros bancos agrupadas e disponíveis, a instituição financeira poderá tomar as melhores decisões possíveis na hora de conceder um crédito.

Agora que você sabe o que é Open Banking, já pode aguardar a sua implementação com otimismo. Com essas informações, basta decidir como você usará os seus dados bancários a partir de agora.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Planejamento financeiro para autônomos: 10 boas práticas para realizar seus objetivos

attach_money
Planejamento Financeiro

Reserva de emergência: por que é importante e por onde começar

attach_money
Planejamento Financeiro

Conheça 6 investimentos de baixo risco e saiba qual é o melhor para você