Planejamento Financeiro

Fazer festa de casamento x comprar apartamento: o que é melhor?

Confira 4 pontos que os casais devem considerar ao decidir entre fazer uma festa de casamento e comprar um imóvel

"Devemos comprar um apartamento ou fazer festa de casamento?". Essa é uma dúvida bastante comum a vários casais que decidem oficializar a união.

Apesar de ser o sonho da maioria das pessoas, uma festa normalmente envolve custos consideráveis que podem impactar diretamente o orçamento e impedir que os noivos iniciem a vida a dois com um imóvel próprio.

Mas, como não existe uma resposta correta para todos os casais, o ideal é avaliar a situação de cada um antes de tomar uma decisão. Para ajudar os noivos a refletirem sobre essa dúvida, selecionamos quatro pontos importantes que devem ser levados em consideração. Confira!

1. Tenha mente quais serão os gastos futuros

Vocês já pararam para pensar nos gastos futuros que terão após o casamento? Esse é o primeiro ponto a levar em consideração porque, provavelmente, o orçamento ficará mais apertado, afinal serão duas pessoas morando juntas, consumindo mais energia, água, comida, entre outros.

Será que adicionar a isso tudo o valor alto da parcela de um financiamento ou até mesmo o preço de um aluguel não fará com que o casal precise cortar supérfluos que depois podem deixá-los frustrados? Ou, pior ainda, os coloque em uma situação bastante vulnerável diante de imprevistos?

2. Avalie o retorno do investimento

Comemorações são uma parte importante da vida de todos. É muito bom reunir amigos e familiares em uma festa e receber/passar toda aquela energia positiva.

Além disso, as celebrações proporcionam momentos inesquecíveis ao lado das pessoas que amamos e fazem com que esqueçamos um pouco os problemas da vida.

Apesar disso tudo, é preciso pensar no retorno do investimento que a festa trará comparado à compra de um imóvel. É claro que essa comparação pode ser bastante subjetiva, mas, ainda assim, é um ponto a ser avaliado pelo casal.

3. Considere outras formas de comemoração

Será que uma festa de casamento é a única forma de celebrar a união de vocês? Há várias formas de comemorar e por isso mesmo os noivos não precisam se limitar à clássica e tradicional cerimônia realizada na igreja, seguida de uma festa de arromba.

Vários casais têm optado pelo chamado "elopement wedding", o casamento a dois, que acontece sem a presença de amigos e até mesmo da família. Esse tipo de celebração é bastante econômica e prática, além de ser muito comum em diversos países.

4. Lembre-se de que planejamento de uma festa de casamento pode ser cansativo e estressante

Por ser um evento, o planejamento de uma festa de casamento pode ser bastante cansativo e desgastante para os noivos.

Além de todos os detalhes que precisam ser pensados, como a decoração, cardápio do buffet, lembrancinhas, lista de convidados, convites, entre outros, é necessário também ficar atento à parte burocrática e financeira para não estourar o orçamento e entrar em dívidas. Se o casal não tem tempo e nem paciência para tudo isso, pior ainda.

Tomando a decisão entre fazer festa de casamento X comprar apartamento

Como é possível perceber, ao fazer a comparação do que pode ser mais vantajoso, comprar um imóvel é a alternativa mais segura para os casais que querem iniciar a vida a dois com um orçamento controlado, perspectivas maiores de investimentos e mais tranquilidade.

Ainda assim, muitos casais preferem priorizar a festa de casamento para realizar um sonho. E não há problema nenhum nisso, justamente porque é perfeitamente possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo! O segredo é ter um bom planejamento e saber tomar as melhores decisões.

Antes de iniciarem todos os preparativos da festa, os noivos devem entender que ela não precisa ser necessariamente custosa. Lembrem-se de que os casamentos mais marcantes não são os mais chiques e caros, mas sim aqueles que conseguem transparecer a personalidade e a alegria dos noivos.

Com isso em mente, será mais fácil controlar o orçamento, que ficará mais folgado e propiciará que o casal possa realizar simultaneamente o pagamento de um imóvel de forma tranquila.

Aposte em um consórcio para a compra do imóvel

Quando falamos em aquisição da casa própria, principalmente para quem planeja fazê-la ao mesmo tempo em que organiza uma festa de casamento, a melhor opção é o consórcio.

Com custos de administração mais baixos do que os juros cobrados pelos financiamentos imobiliários, os consórcios permitem a compra de um bem com um gasto menor do que se a aquisição fosse feita via empréstimo bancário.

Além disso, não há valor de entrada e também não é necessário comprovação de renda ao aderir a um consórcio, sendo solicitado apenas quando é contemplado. Sem contar que a documentação exigida é bastante simples, o que evita dores de cabeça para os participantes, já que a burocracia é bem menor.

Outra vantagem é que é possível utilizar o FGTS para liquidar ou amortizar o saldo devedor e ofertar lances, pagar as parcelas e até mesmo complementar da carta de crédito para imóveis mais caros do que o valor da carta.

Como funciona o consórcio de imóveis?

O participante deve entrar em um grupo formado por uma administradora e assinar um contrato que estabelece as principais condições referentes a pagamentos, obrigações, direitos e contemplações.

Ele então terá a sua cota e pagará um valor mensal de parcela. Todo mês são realizadas as assembleias em que um ou mais participantes são contemplados por meio de sorteio ou lance, dependendo do que foi estabelecido no contrato.

Mesmo depois de contemplado, o participante deve continuar pagando todas as parcelas até o prazo final estabelecido pelo contrato.

Para quem tem mais urgência e deseja ampliar suas chances de contemplação, também é possível ofertar lance.

É importante lembrar que o consórcio não cobra taxas de juros como os financiamentos e, uma vez que todos os participantes tenham sido contemplados, o grupo é encerrado.

Optando por fazer festa de casamento ou não, é importante que o casal não deixe que o dinheiro se torne um problema na relação.

Para ter uma vida a dois tranquila, é importante planejar a vida financeira do casal. Por isso preparamos um e-book com 4 passos fáceis de colocar em prática para conquistar a estabilidade. Baixe-o agora gratuitamente e tire suas dúvidas sobre o assunto!