Planejamento Financeiro

Saúde mental: como manter a sua em dia?

Sabia que, com dicas simples e divertidas, dá para manter sua saúde mental em dia? Acesse o nosso artigo e confira!

Muitos cuidados com a saúde física já fazem parte do nosso dia a dia. Exames periódicos, check-ups, orientação médica quando necessário e hábitos preventivos. Mas você sabe como anda sua saúde mental? E, mais do que isso, sabe o que fazer para evitar problemas? 

Algumas dicas simples de autocuidado e mesmo de organização, seja do tempo (para se dedicar a tarefas gratificantes, como ler seu livro preferido), seja do seu espaço (com mudanças que tragam maior conforto em casa) podem fazer toda a diferença. 

Pensando nisso, apresentamos neste post algumas dicas para ajudar você a cuidar da sua saúde mental. Acompanhe e coloque-as em prática!

O conceito de saúde mental

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define saúde mental como "um estado de bem-estar no qual um indivíduo realiza suas próprias habilidades, pode lidar com as tensões normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e é capaz de fazer contribuições à sua comunidade".

Em resumo, se não cuidamos do equilíbrio da mente, não conseguimos ter uma vida próspera, nos relacionarmos, atingir nossas metas e sonhos ou ainda ajudar o próximo.

Não há saúde sem saúde mental. Por isso, é preciso cuidar da mente para que todo o resto funcione. Mais que isso: estar equilibrado ajuda você a ter mais resiliência — ou seja, capacidade de lidar com problemas e se recuperar — em situações difíceis ou incertas.

Contrariedades fazem parte da vida. É comum nos sentirmos mais ou menos animados em certo dia, irritados quando alguma coisa não sai como gostaríamos, decepcionados com alguém ou com um plano não realizado.

O sinal de alerta de que estamos sofrendo com sintomas de algum problema de saúde mental é quando estas ocorrências são frequentes, não estão ligadas a um acontecimento específico ou estão fora de controle e nos impedem de fazer nossas atividades cotidianas. Atividades simples, como assistir a um filme alto-astral, não trazem o bem-estar usual. O que normalmente gostamos de fazer parece ter perdido a graça.

Nesse caso, avalie se você frequentemente tem ocorrências como:

- explosões de raiva ou uma irritabilidade sem motivo aparente;
- insônia;
- perda de apetite;
- sensação de pânico;
- palpitações;
- apatia;
- excesso de cansaço;
- dores constantes sem correlação com problemas físicos;
- oscilação radical de humor;
- dificuldades na interação social com amigos, familiares e colegas de trabalho. 

Em caso positivo, procure orientação médica. O tratamento adequado pode restaurar sua produtividade e sua qualidade de vida.

Os problemas que afetam a saúde mental

Na correria do dia a dia, para dar conta de tudo que temos para fazer — tarefas domésticas, trabalho, estudos, obrigações sociais e burocráticas —, acabamos abrindo mão justamente daqueles momentos de refresco para a cabeça.

Em vez de reservar um tempo para relaxar, fazendo coisas simples que nos trazem bem-estar, como meditar, tomar um pouco de sol no quintal, nos exercitar, hidratar o cabelo, assistir à série favorita ou simplesmente ficar de pernas para o ar ouvindo música, nos dedicamos a finalizar aquele relatório que não conseguimos terminar no escritório. Acreditamos que, com isso, somos mais “produtivos” — porém, o efeito é contrário.

Abrindo mão desses momentos, mantemos nossa mente sob pressão. Não “desligamos” nunca dos problemas, obrigações e preocupações. Além da constante fadiga mental e física, esse tipo de comportamento pode abrir caminho para duas doenças mentais mais recorrentes do nosso século, segundo a OMS: a ansiedade e a depressão.

Sentir-se confortável em nossa casa não se relaciona apenas ao consumo de bens materiais, mas também à organização do tempo e espaço. Precisamos que nosso ambiente reflita calma, bem-estar, ordem, limpeza, para que seja efetivamente um lugar acolhedor. 

Para isso, é fundamental estabelecer horários e rotinas, reservando tempo para si mesmo e seu lazer, e respeitar essa agenda.

Os cuidados para melhorar sua saúde mental

Além de aprender a organizar o tempo para aproveitar os momentos de lazer e manter sua casa ou escritório minimamente em ordem, algumas dicas práticas podem ajudar a prevenir problemas em sua saúde mental. Confira a seguir:

1. Inspire-se e eleve sua autoestima

Ao final de cada dia, liste três coisas pelas quais você tem gratidão e três que conseguiu cumprir naquela data. Isso ajuda a fomentar pensamentos positivos sobre si mesmo e valorizar suas conquistas. Mesmo as menores metas como conseguir reservar tempo para cuidar das suas plantas ou mesmo arrumar a estante contam!

2. Expresse sua criatividade

Escreva um poema, pinte um quadro, experimente uma receita nova. A expressão da criatividade e o sentimento de bem-estar estão diretamente ligados. Sem contar que seus trabalhos personalizados ajudam a conferir um toque único à decoração da sua casa!

3. Dedique um tempo para rir

Isso mesmo: rir! Pode ser daqueles memes da internet, conversando com um amigo brincalhão ou assistindo a uma comédia. Uma boa risada ajuda a reduzir a ansiedade.

4. Coloque sentimentos em palavras

Está chateado com alguma coisa? Pegue um papel ou abra o computador e escreva sobre isso. Aproveite para desabafar o quanto quiser, mesmo que seja só para você. Escrever sobre experiências ruins ou tristes pode reduzir os sintomas de depressão.

5. Exercite-se regularmente

Além de manter o corpo e a resistência em dia, a atividade física libera endorfinas, substâncias que ajudam a melhorar o humor e aumentar a energia. Não precisa ser repetitivo, chato ou interminável. 

Na internet, há centenas de opções gratuitas de aulas de atividades de todos os tipos que não levam mais que meia hora, incluindo dança e artes marciais — basta escolher algo que você goste!

6. Cuide da sua alimentação

Um cardápio saudável pode influenciar muito o seu estado de espírito e contribuir para a sua saúde mental. Alimentos pesados, gordurosos e artificiais podem afetar não só sua forma física, mas também seu cérebro, roubando sua energia, alterando seu humor e até mesmo reduzindo sua imunidade. 

Por isso, diminua o consumo de frituras, açúcar refinado, alimentos enlatados e com conservantes químicos, cafeína e álcool. Consuma mais frutas, verduras, legumes, grãos e castanhas, peixes ricos em Ômega 3 (como salmão, atum e sardinha), além de sucos naturais.

7. Não perca suas horas de sono

Dormir entre sete e nove horas por noite garante a energia necessária para lidar com as questões do dia a dia e controlar o estresse. Mantenha um horário regular para deitar e acordar e, duas horas antes de ir para a cama, se desligue de qualquer aparelho eletrônico. Mantenha seu quarto escuro, em temperatura agradável e em silêncio. 

A saúde mental é um fator essencial para levar uma vida com qualidade. Portanto, cuide da sua mente com o mesmo carinho que você cuida de sua saúde física!

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais e incentive todo mundo a cuidar da saúde mental!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.