Sustentabilidade

9 dicas para economizar água e pensar mais no planeta

Quer saber como economizar água? Então, confira dicas infalíveis para ajudar a preservar esse recurso tão importante!

Conhecer dicas para economizar água é algo fundamental para a preservação desse recurso natural tão importante na nossa vida. Afinal, a água pode parecer abundante no planeta, mas apenas uma pequena parte dela pode ser consumida no dia a dia.

Fato é que, quanto mais ficamos em casa, mais propensos ficamos a consumir a água de maneira descontrolada. Por sinal, alguns dados sobre o assunto servem como um alerta para todos. Até 2050, a falta de água pode atingir 5 bilhões de pessoas no mundo, de acordo com um relatório feito pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Pode parecer distante ou até mesmo difícil de imaginar um futuro assim, mas é necessário agir hoje mesmo — e cada um pode fazer a sua parte. Então, para começar, que tal colocar em prática algumas orientações para economizar água?

Confira 9 dicas imperdíveis e por que elas são tão fundamentais para a conservação do planeta!

1. Conserte vazamentos

Sem dúvidas, uma das principais dicas para economizar água é consertar os vazamentos da sua casa. Para tanto, verifique primeiro a cozinha e os banheiros, pois são lugares que costumam apresentar algum tipo de problema. Depois, observe se existem sinais de vazamento ou manchas nas paredes dos demais cômodos, especialmente atrás de armários grandes.

Se você constatar que tem algo de errado ou que não está funcionando muito bem, procure uma empresa especializada em consertos de vazamentos ou informe o proprietário do imóvel, se for o caso.

E um dado importante para quem acha que um gotejamento não significa muita coisa: uma torneira pingando pode representar um desperdício de aproximadamente 10 mil litros de água por ano. Ou seja, um vazamento é prejudicial para o planeta e ainda pesa no seu orçamento doméstico!

2. Preste atenção no banheiro

O banheiro é uma área da casa em que é possível aplicar muitas dicas para economizar água. Ao escovar os dentes, por exemplo, deixe a torneira fechada. Apenas abra quando realmente precisar ou, se possível, utilize um copo com água para fazer o bochecho.

Tem o costume de tomar banhos muito demorados? Esse hábito pode custar caro para o planeta! Evite passar muito tempo com o chuveiro aberto e feche a torneira na hora de se ensaboar — principalmente quando for lavar o cabelo.

Uma dica: diminuir o tempo de banho de 15 para 5 minutos pode representar uma economia de 90 litros de água, segundo dados da Sabesp.

A descarga do vaso sanitário é outro ponto que pode causar muito desperdício de água. O ideal é que ela esteja funcionando corretamente e que o sistema seja o mais econômico possível. Em geral, o modelo com uma caixa de água é o mais indicado.

3. Tenha cuidado na cozinha

Assim como o banheiro, a cozinha também é um lugar para prestar atenção quando o assunto é economizar água. Para lavar a louça, siga a mesma dica do banho, ou seja, ensaboe todos os itens primeiro e, depois, retire o sabão com a água.

Além disso, retire restos de comida e siga uma ordem na hora de enxaguar, começando pelos objetos mais leves, como copos e talhares. Panelas, formas e potes maiores ou mais sujos ficam por último.

Se você usa máquina de lavar louças, certifique-se de utilizá-la quando estiver com a capacidade completa. Nada de ligar a máquina para apenas um prato e um copo, certo? Dessa forma, ela pode ser muito eficaz para reduzir o uso de água.

4. Capte e reutilize água

Captar e reutilizar água também faz parte da lista de dicas para economizar. Quem mora em casa pode investir em sistemas para a captação da água da chuva, com implementação de cisternas e calhas, por exemplo.

Por outro lado, você também pode captar a água utilizando baldes. Para tanto, basta deixá-los em um lugar mais aberto e que tenha incidência de chuva. Depois, armazene, feche com uma tampa e use para regar plantas, passar pano ou lavar o chão.

Apenas tenha em mente que a água da chuva não é tratada e, portanto, não é recomendado a ingestão dela.

5. Use bem a máquina de lavar roupas

Por falar em reutilização, reaproveite a água expelida pela máquina de lavar roupas tanto para a limpeza da casa quanto para a descarga do vaso sanitário.

Assim como a lava-louças, a máquina de lavar roupas deve ser usada na capacidade máxima indicada. Se você mora sozinho, uma boa dica é acumular uma certa quantidade e lavar tudo uma vez na semana, por exemplo. Caso viva com mais pessoas, é possível determinar dias certos para a lavagem.

Tenha em mente que essa prática é muito positiva, pois, em média, uma máquina com capacidade para 8 kg pode gastar até 125 litros de água em apenas uma lavagem completa. Muita coisa, não é mesmo?

6. Lave o carro de forma consciente

Nós vivemos um momento de aprofundamento contínuo dos debates acerca da preservação dos recursos naturais essenciais. Como a água é o mais elementar deles, o uso dela na lavagem de veículos precisou ser repensado.

Uma das maneiras de deixar o seu carro limpo e colaborar com o meio ambiente é simples. Você só precisa recorrer a uma dupla muito eficaz: um balde grande e uma boa esponja. Com muita moderação, a mangueira até pode ser usada, mas e se fosse possível ampliar o nível de economia de água?

Ao adotar um sistema de lavagem a seco, a água passa a ser um produto totalmente dispensável. A mágica acontece devido à utilização de uma solução especialmente desenvolvida para essa modalidade de limpeza. Além disso, vale dizer que os resultados também tendem a superar aqueles normalmente proporcionados pelos litros e mais litros de água e sabão.

Para isso, é preciso pesquisar por produtos de lavagem a seco. A solução deve ser borrifada tanto na lataria, quanto nas janelas, pneus e rodas. Nestas últimas partes, o procedimento é feito com a ajuda de um pincel, ideal para levar o produto a todos os pontos.

Os demais acessórios, usados no acabamento, são os tradicionais panos de microfibra e a cera de polimento. É importante dizer que a cera não serve apenas para deixar o carro bonito e brilhante. O bônus fica por conta da camada protetora criada sobre o veículo, o que prolongará a necessidade de uma nova lavagem.

Como estamos falando sobre ações que visam preservar o planeta, também é aconselhável conhecer os carros mais sustentáveis do mundo. Pense nisso na hora de trocar o veículo e nos benefícios que pode proporcionar ao meio ambiente dirigindo com sustentabilidade.

7. Varra calçadas e áreas internas antes de lavar

No mesmo sentido do pensamento anterior, é inviável lavar calçadas, áreas internas da casa ou mesmo cômodos com muitos litros de água. O problema é tranquilamente solucionado por meio do uso apropriado de uma vassoura. Quando bem utilizada, é impressionante a qualidade do resultado propiciado por uma ferramenta tão simples.

Ao varrer as áreas com calma e precisão, você diminui bastante a quantidade de água que, talvez, seja usada para completar a limpeza. Da mesma forma que acontece com os carros, é igualmente aconselhável esquecer as mangueiras. Se houver poucos baldes em casa para lavar o quintal, providencie-os, pois valerá muito a pena.

8. Faça manutenções regulares no ar-condicionado

Diferentemente do pode parecer, aquelas gotas que caem frequentemente do seu aparelho de ar-condicionado indicam a origem de alguma falha no funcionamento do dispositivo. Sem entrar em detalhes, a causa mais comum do transtorno é a ausência de uma periodicidade de limpeza.

Muitas vezes, tudo o que você precisa fazer é renovar os filtros nos intervalos recomendados pelo fabricante. A fim de evitar o desconforto, providencie a troca cada 15 ou 30 dias — a diferença depende do nível de utilização do aparelho.

Durante a substituição, aproveite para verificar se há alguma obstrução no caminho que leva ao sistema de drenagem. Isso porque o bloqueio também faz com que água fique acumulada e, consequentemente, extravase para o piso do ambiente onde o aparelho estiver instalado.

9. Consuma de forma consciente

Por fim, uma das mais importantes dicas para economizar água: consuma de forma consciente. Hoje, com tanto acesso à informação, você pode pesquisar sobre quais são os produtos e até alimentos que necessitam de muita água para serem produzidos.

Você saberia dizer, por exemplo, qual é quantidade de água consumida durante a fabricação de diferentes produtos? A produção de uma única folha de papel pode chegar a 10 litros, enquanto os processos aplicados à produção de automóveis consomem cerca de 400 mil litros.

A produção de alimentos também necessita de muita água. Você sabia, por exemplo, que para você consumir 1 quilo de carne bovina são usados 17 mil litros de água? Ou que uma simples barra de chocolate precisa de quase 2 mil litros?

Sem dúvida, esses números impressionam e são capazes de provocar uma reflexão sobre aquilo que compramos. Portanto, tenha consciência do impacto que os seus hábitos de consumo podem causar nos recursos naturais.

Somado a isso, lembre-se também de colocar em prática as demais dicas para economizar água. Além de contribuir para o planeta como um todo, você ainda tem a possibilidade de aprender a viver somente com aquilo que realmente precisa. Para ajudar a cortar gastos desnecessários, entretanto, você precisa de um bom planejamento financeiro, devidamente alinhado à adoção do consumo sustentável.

Para economizar de verdade, baixe nosso guia gratuito com as melhores práticas do consumo consciente!
Consumo Consciente Entenda A Importancia E Saiba Como Colocar Em Pratica Banner Artigo Blog

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.