Entenda se entrar em um consórcio em andamento é uma boa alternativa

Saiba tudo sobre a adesão de um consórcio em andamento e veja como aproveitar essa oportunidade!
  • Atualizado em March 29, 2022
  • Publicado em March 29, 2022
  • Consórcio

Essa é uma dúvida bem comum entre muitas pessoas, principalmente quando recebem a oferta de consórcios já iniciados. Será que é mesmo vantajoso? Quais são as diferenças entre aderir a um consórcio no início ou depois da formação do grupo? O que você deve levar em consideração na hora da escolha? Esclareça todas essas dúvidas a seguir!

Afinal, é possível adquirir um consórcio em andamento?

Não só é possível como se trata de algo extremamente frequente. A grande razão pela qual muita gente se interessa pelo consórcio em andamento é justamente o ganho de tempo. Nessa alternativa, você fica muito mais próximo de realizar um sonho de ter o bem desejado.

Não importa se é uma casa, um apartamento, um carro ou uma moto. Mesmo que a contemplação não ocorra via sorteio, ela estará mais próxima de acontecer, pois o prazo de um grupo em andamento é menor do que um que está iniciando.

Outra vantagem é que na maioria dos casos, os membros com maior poder aquisitivo tendem a realizar grandes lances com certa antecedência. Assim, a concorrência diminui bastante, visto que essas pessoas já foram contempladas.

Ainda é válido mencionar, a estabilidade de um grupo em andamento e possibilidade de conhecer os lances oferecidos até o momento, facilitando um planejamento para a sua oferta.

Como funciona um consórcio em andamento?

Essa modalidade de investimento não perde as suas características típicas só por já ter um grupo de participantes consolidado. Há, entretanto, alguns pontos aos quais você deve ficar atento.

Se o grupo de consorciados ainda estiver em formação, isso quer dizer que nem sequer houve a primeira assembleia geral ordinária (AGO). O momento é muito importante, pois é nele que todas as diretrizes daquele consórcio são apresentadas, debatidas e aprovadas.

Ao entrar depois, é possível que você não participe de uma ou mais assembleias. Isso não é um problema, desde que se mantenha atualizado sobre tudo antes da adesão. Para aderir, você tem duas opções:

  • adquirir uma cota diretamente com a administradora;
  • adquirir uma cota por meio de um participante.

Fique por dentro de cada uma dessas formas a seguir!

Cota negociada diretamente com a administradora

Na primeira situação, uma ou mais cotas vagas do consórcio são oferecidas pela administradora. A concretização do ingresso do novo participante dependerá do compromisso dele em cobrir a diferença das parcelas ao longo do tempo já transcorrido desde o início do grupo.

A forma como isso acontecerá fica a critério da própria administradora do consórcio. Normalmente, o participante recém-chegado pode optar por:

  • pagar a quantia relativa à diferença já no ato da adesão;
  • autorizar o desconto do montante no ato da retirada da carta de crédito;
  • distribuir o valor ao longo das parcelas a serem pagas até o fim do consórcio.

Geralmente, a terceira alternativa é a escolhida. De uma maneira ou outra, os valores a serem ressarcidos compõem o fundo comum, fundo de reserva e as taxas relativas ao consórcio (em especial a taxa de administração). Tudo, nota-se, em valores proporcionais ao período de andamento do consórcio.

Cota negociada diretamente com um participante

Encontrar pessoas vendendo as suas cotas de participação em consórcios é uma situação igualmente frequente. Existe até a possibilidade de adquirir uma carta de crédito já contemplada. Nesses casos, muitas pessoas visualizam a oportunidade de fazer um bom negócio, sendo que as duas partes podem ser beneficiadas, desde a transação seja autorizada pela administradora do consórcio.

Quais são os cuidados ao se contratar um consórcio em andamento?

O primeiro cuidado a ser tomado está ligado a um bom planejamento financeiro, fundamental em qualquer circunstância. Seja no início ou com o consórcio em andamento, você deve prever a própria capacidade de arcar com as obrigações de pagamento.

Mesmo com os acréscimos previstos, é bom destacar que o valor das parcelas de um consórcio tende a ser inferior ao de outras formas de aquisição. Você só precisa fazer as contas com calma e se programar a fim de não ser surpreendido.

Em se tratando das negociações feitas com um consorciado, também é preciso uma boa dose de cautela. Antes de empolgar-se com qualquer oferta incrível, busque informações detalhadas por conta própria. Sempre contate a administradora do consórcio para confirmar a regularidade dos pagamentos do vendedor. Jamais se sinta pressionado a fechar o negócio, pois, lembre-se que há outros consórcios disponíveis no mercado.

Está pensando em comprar uma carta de consórcio contemplada? Conheça os riscos dessa decisão e explore as alternativas!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
monetization_on
Consórcio

Guia prático: entenda como funciona o lance de consórcio

monetization_on
Consórcio

Saiba o que é alienação de bens e quando ocorre nos consórcios!

monetization_on
Consórcio

Consórcio para profissionais liberais? Esclareça as suas dúvidas!