Débito ou crédito? Veja quando usar cada tipo de cartão!

Conheça um pouco mais sobre as funcionalidades dos cartões de débito e crédito e quando utilizar cada um.
  • Atualizado em September 4, 2020
  • Publicado em February 26, 2018
  • Planejamento Financeiro

O cartão magnético, de crédito ou débito, tornou-se uma das formas de pagamento mais frequentes entre os consumidores do país, principalmente pela segurança e praticidade no momento das transações financeiras.

Mas você sabia que, conforme o tipo do cartão (débito ou crédito), os benefícios e vantagens podem variar? Pois é! Pensando nisso, reunimos aqui as principais informações que você precisa saber no momento de utilizar o seu cartão magnético como forma de pagamento, garantindo o melhor custo-benefício para suas compras e serviços. Acompanhe!

Quais os benefícios do cartão de débito?

O cartão de débito é utilizado quando o correntista tem saldo em conta para efetuar o pagamento do produto ou serviço adquirido. Funciona como um pagamento à vista ou um saque na conta, pois, assim que a transação é autorizada pela administradora, o dinheiro é transferido da sua conta bancária. Dessa forma, a compra somente será aceita se houver um valor disponível na conta.

Nessa modalidade, não é possível parcelar o valor. Por isso, é muito útil para quem gosta de manter um planejamento financeiro, tendo em vista que a pessoa não consegue gastar mais do que o saldo disponível.

Em alguns casos, a depender da conta bancária e da instituição financeira, também é possível, quando não houver saldo na conta-corrente, utilizar o limite do cheque especial. Nesses casos, a utilização do limite funciona como um empréstimo ao correntista, mas não é uma opção muito recomendada, pois os juros costumam ser bem altos.

O cartão de débito é mais indicado para compras do dia a dia, de pequenos valores, pois isso permite um maior controle dos seus gastos mensais. Além disso, por ser considerado um pagamento à vista, a maioria dos estabelecimentos também concede descontos para os pagamentos efetuados com cartão de débito.

A principal vantagem desse tipo de cartão, sem dúvida, é que ele substitui o dinheiro em espécie, o que, além de dispensar a necessidade de deslocamento ao banco para sacar dinheiro, também transmite mais segurança.

Quais os benefícios do cartão de crédito?

O cartão de crédito, por sua vez, é uma forma de pagamento a prazo, na qual o cliente tem um determinado período para pagar a quantia que foi gasta. Funciona como um empréstimo: uma determinada instituição financeira concede um empréstimo ao correntista, definindo uma data (o vencimento da fatura) para que o valor emprestado seja pago.

A quantidade de parcelas oferecidas varia conforme o estabelecimento e a opção do titular do cartão. É importante observar que, geralmente, o parcelamento é acrescido de juros, o que acaba aumentando o valor do produto ou serviço.

O pagamento da fatura deve ocorrer sempre na data fixada, pois, do contrário, o valor em aberto é creditado na fatura do mês seguinte, acrescido de juros moratórios — geralmente altíssimos. Em outros casos, é possível que o cliente do cartão de crédito efetue apenas o pagamento mínimo da fatura, o que pode gerar um parcelamento. Este, por sua vez, também é acrescido de juros e, caso você não tome cuidado, pode se transformar em uma bola de neve.

Essa é a modalidade mais indicada para compras maiores, como passagens aéreas, eletrônicos, eletrodomésticos, entre outros. Isso porque existe a possibilidade de parcelar o valor da compra, o que torna acessível a aquisição de produtos ou serviços de valores mais altos.

No entanto, você deve ficar atento, tendo em vista que muitas lojas parcelam a compra mediante o acréscimo de juros mensais. Ainda assim, é interessante ressaltar que, embora a compra seja parcelada, é possível antecipar as parcelas, o que gera um abatimento no valor total.

Uma outra vantagem do cartão de crédito é que algumas empresas oferecem programas de pontos, nos quais você recebe, conforme seus gastos, uma determinada pontuação. Na verdade, quanto maior o valor dos seus gastos, maior a pontuação recebida.

Com essa pontuação, a depender da instituição financeira, você pode efetuar a troca por produtos, passagens aéreas ou até mesmo um determinado valor a ser descontado na quantia final da sua fatura. No entanto, você deve tomar cuidado, porque os pontos apresentam prazo de validade e, caso não faça a conversão a tempo, você acabará perdendo o benefício. Além disso, em algumas instituições, você pode perder as vantagens oferecidas no programa caso fique inadimplente.

A desvantagem do cartão de crédito é que, caso você não seja um bom controlador de gastos, pode acabar gastando mais do que recebe e terminar o ano no vermelho. O ideal é criar um bom planejamento financeiro para visualizar o valor que você poderá utilizar em compras no crédito, não sendo recomendado comprometer mais do que 30% da sua renda mensal com a fatura do cartão.

Mas, afinal, qual é a melhor opção: crédito ou débito?

Bom, agora que já conhece um pouco mais a função dos cartões de crédito e débito, cabe a você, de acordo com as suas necessidades, escolher a melhor opção. No entanto, é sempre bom lembrar que o cartão de crédito deve ser utilizado de forma consciente, pois somente assim você poderá desfrutar dos benefícios já mencionados.

Atualmente, a maioria das instituições financeiras contam com aplicativos, por meio dos quais o correntista pode acompanhar a movimentação da sua conta-corrente e do cartão de crédito. Isso ajuda muito a controlar os gastos mensais, já que dessa forma você tem, na palma da mão, informações importantes, como o montante que já foi utilizado do limite do cartão, o saldo da fatura e o valor disponível em sua conta.

Tanto o cartão de débito quanto o de crédito facilitam muito a vida das pessoas, porém, sem um bom controle financeiro, podem levar o titular da conta a adquirir dívidas enormes, pois os juros do cartão de crédito tendem a ser um dos mais altos praticados pelo mercado financeiro.

Quais os cuidados ao usar o cartão de crédito?

Como visto, ambos os cartões, seja crédito ou débito, oferecem vantagens no uso. No entanto, é preciso ter alguns cuidados com a primeira opção, tendo em vista que ela exige mais do seu planejamento financeiro para evitar dívidas.

Para ajudar você nessa tarefa, selecionamos alguns cuidados necessários ao usar o cartão de crédito. Confira!

Tenha poucos cartões

Acredite, você não precisa de mais de um cartão de crédito — nessa conta entram também aqueles feitos em supermercado, lojas de departamentos, entre outros. Gerenciar vários cartões só vai trazer dores de cabeça e comprometer o seu orçamento mais do que deveria. Por isso, caso você tenha mais de um, organize-se para cancelar a maioria e dar preferência àquele que não tem anuidade.

Planeje suas compras

A mágica da opção crédito é que ela faz com que você nem sinta no bolso ao passar o cartão em uma loja. No entanto, ainda é um valor que você precisará desembolsar para pagar a fatura. Para evitar gastar mais do que precisa (e pode), é importante planejar o que você pretende comprar no mês e deixar despesas menos urgentes para outras ocasiões.

Proteja os dados do cartão

Outra facilidade do cartão de crédito é que ele pode ser usado para compras pela internet. O problema é que é preciso ter certeza que os dados estão seguros. Para isso, é fundamental comprar apenas em lojas confiáveis e que apresentam o selo de segurança em seu e-commerce.

Além disso, jamais compartilhe ou salve o número do cartão, CVV (Card Verification Code ou, em português, Código Verificador de Cartão) e a data de vencimento em redes sociais. Outra dica é evitar fotografá-lo ou, se você costuma guardá-lo na capinha do celular, verifique se os dados não estão à mostra antes de tirar foto de frente para um espelho.

Pague toda a fatura e conheça as taxas de juros

Primeiramente, é importante conhecer as taxas de juros e encargos aplicados sobre os atrasos no seu cartão de crédito. Geralmente, eles também são cobrados quando o valor total não é pago. Além disso, organize-se sempre para efetuar o pagamento integral da fatura. Caso você esteja com problemas financeiros, tente negociar a dívida o mais rápido possível.

Tenha cuidado com limites maiores que sua renda

Ainda que o seu limite de crédito seja maior do que a sua renda mensal, é importante jamais usá-lo totalmente. O recomendado é gastar, no máximo, 50% do valor que você ganha por mês. Isso vai fazer com que você consiga pagar todas as suas contas sem se endividar.

Quando usar o cartão de crédito e de débito?

Ao longo do texto, você já se deparou com algumas dicas de quando usar crédito ou débito. No entanto, é importante saber quais são as melhores situações para usar cada um dos tipos de cartão.

Cartão de débito

Geralmente, as ocasiões em que o cartão de débito é mais indicado são:

  • compras do dia a dia — aqui entra alimentação, vestuário, farmácia, lazer, entre outras atividades essenciais;
  • pagamento de contas — é fundamental evitar pagar contas de água, energia, telefone ou internet na função crédito;
  • locais que oferecem descontos no pagamento à vista;
  • compras não planejadas — vale a pena deixar algum dinheiro em sua conta para arcar com imprevistos e gastos que não estavam no seu planejamento financeiro.

Cartão de crédito

Já o cartão de crédito tem mais utilidade nas seguintes situações:

  • compras de valor alto — aqui você pode tanto usar as opções de parcelamento quanto aproveitar para acumular pontos nos programas de pontuação;
  • assinaturas e serviços de cobrança — como eles caem mensalmente, você pode organizar melhor o seu planejamento financeiro colocando-os como gastos fixos;
  • viagens para o exterior.

Como você pôde perceber, ambas as funções apresentam as suas vantagens. Dessa forma, para garantir um bom uso do seu cartão de crédito ou débito, basta ter responsabilidade e analisar qual das duas opções é melhor para o seu estilo de vida e finanças.

Viu só como o controle financeiro é importante para a saúde do seu bolso? Ainda não sabe como colocá-lo em prática? Então baixe agora mesmo um guia para ajudar você a se organizar!
cta-controle-financeiro-guia-pratico
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Como ensinar finanças aos filhos? Confira 6 maneiras

attach_money
Planejamento Financeiro

Economia criativa: você sabe o que é esse conceito? A gente explica!

attach_money
Planejamento Financeiro

Confira 9 práticas e hábitos que vão ajudar você a sair das dívidas!