Meu Primeiro Carro

6 dicas para conseguir comprar seu primeiro carro

Quer comprar seu primeiro carro? Então confira as dicas que preparamos para ajudar você nessa tarefa!

Está pensando em comprar o seu primeiro carro, mas tem dúvidas sobre como proceder para fazer a melhor escolha? Saiba que, assim como você, inúmeras pessoas passam por essa mesma situação. Isso porque, a compra de um carro novo, especialmente o primeiro, reserva uma série de medos e incertezas naqueles que nunca fizeram esse tipo de aquisição.

Fazer essa compra com segurança e precisão, na prática, não depende apenas de conhecimento técnico sobre veículos. Mais do que isso, é necessário realizar uma análise pessoal das suas finanças, suas necessidades e, principalmente, das suas possibilidades. Afinal, existem modelos de carros para todos os gostos e para todos os bolsos. Então, é preciso direcionar melhor essa aquisição.

Porém, se você está um pouco perdido e não sabe o que deve considerar na hora da compra do seu primeiro carro, não se preocupe! Preparamos este artigo com dicas que ajudarão você a realizar esse sonho sem qualquer dor de cabeça. Continue a leitura e confira!

6 dicas para acertar ao comprar primeiro carro

1. Defina um valor limite para o veículo

O ponto de partida para a compra do primeiro carro é saber quanto você está disposto a gastar para realizar esse sonho. Como se sabe, o mercado automotivo, tanto de veículos novos quanto de usados, é muito amplo, tendo opções para os mais diferentes gostos e perfis financeiros.

Sendo assim, o primeiro item que você deve definir é o quanto pode gastar nessa compra. Nesse ponto, é muito importante avaliar suas finanças pessoais, suas despesas atuais e futuras e, ainda, as suas necessidades quanto à compra de um carro.

2. Pesquise opções no mercado

Sabendo mais ou menos qual é a faixa de preço limite para comprar seu primeiro carro, fica mais fácil partir para as pesquisas no mercado. Como dito, o mercado automotivo é bastante vasto, apresentando inúmeras opções. Assim, pesquise bastante os modelos dentro do valor definido para encontrar as melhores oportunidades.

Nesse ponto, vale mencionar que as montadoras e concessionárias disponibilizam todo tipo de informação para a compra de um carro em seus sites. Isso facilita a pesquisa e dá a você mais poder de escolha. Da mesma forma, existem sites especializados na compra e venda de veículos, os quais permitem a busca por modelo, marca, preço e muitas outras características. Vale a pena pesquisar por essas ferramentas, caso pense em adquirir um veículo zero.

3. Entenda quais serão as suas despesas

Se você acredita que os gastos envolvidos na compra de um carro se limitam ao valor do bem, está enganado. É preciso ter em mente que qualquer veículo, seja ele novo, seja usado, demandará alguns custos extras, os quais também dependerão do modelo e do valor do veículo.

Nesse ponto, considere gastos futuros, como seguro, IPVA, combustível, revisões e manutenções periódicas. A lógica é que veículos mais sofisticados e de alto valor pesem mais no bolso do proprietário. Então, pense bem antes de comprar um supercarro.

4. Controle os seus gastos

Para evitar qualquer dor de cabeça antes, durante e depois da aquisição do seu primeiro carro, é muito importante que você controle os seus gastos. Afinal, com a compra, as despesas poderão aumentar, comprometendo ainda mais o seu orçamento. Porém, se você se programar, essas alterações não gerarão grandes problemas.

Nesse sentido, a recomendação é reduzir os gastos com compras desnecessárias, passeios e outros itens do gênero. Lembre-se de que se o seu objetivo é adquirir o seu primeiro carro, é preciso que alguns sacrifícios sejam feitos para que esse sonho se torne realidade.

5. Saiba quais são as suas necessidades

Muitas pessoas querem andar em um carro moderno, bonito e robusto. Porém, será mesmo que isso é o mais importante? O veículo deve ser adquirido para atender às suas necessidades, tendo características e especificações condizentes com o seu uso.

Assim sendo, considere sempre a compra de um automóvel compatível com o tipo de uso que você fará dele. A exemplo, se pretende utilizar o carro sempre na cidade, considere um com motor 1.0, de porte pequeno, que é mais econômico e fácil de estacionar. Por outro lado, se terá que pegar estrada com frequência, pode ser mais indicado investir em um modelo mais potente.

6. Considere adquirir o seu carro por meio de um consórcio

Para não errar na hora de comprar o seu primeiro carro, vale a pena avaliar as diferentes modalidades de aquisição disponíveis no mercado. Por exemplo, hoje é muito comum se optar pela compra parcelada por meio de um consórcio, especialmente em razão das suas inúmeras vantagens.

Com o consórcio, é possível alcançar o objetivo do primeiro carro de forma mais planejada e segura do ponto de vista financeiro. A não incidência de juros e a possibilidade de parcelar o valor total do bem, sem ser necessário dar uma valor como entrada, sem dúvida, são atributos que fizerem o consórcio cair no gosto das pessoas.

6 erros que devem ser evitados na compra do seu primeiro veículo

Comprar o primeiro carro, sem dúvida, é um feito bastante gratificante na vida de qualquer pessoa. No entanto, esse momento de realização pode se tornar uma dor de cabeça caso alguns pontos não sejam devidamente avaliados.

Acredite: muitos erros costumam ser cometidos na hora da compra de um carro. O desejo de realizar esse sonho, somado à empolgação do momento, na prática, pode fazer com que você cometa alguns erros.

Por isso, para evitar que você passe por esse tipo de situação, listamos 6 erros que devem ser evitados ao comprar o primeiro carro. Confira!

1. Não fazer um test drive no veículo

Em razão do alto valor envolvido na compra de um carro, é muito importante que você tenha certeza de que está adquirindo o veículo que atenda as suas necessidades, principalmente em termos de conforto, segurança e dirigibilidade. Por essa razão, é indispensável fazer um test drive no carro antes de fechar a compra.

Assim como você experimenta uma peça de roupa antes de comprar, é preciso andar com o carro para ter certeza de que ele é exatamente aquilo que busca.

2. Não procurar opiniões especializadas

Comprar o primeiro carro é uma ação que envolve uma série de quesitos técnicos, muitos deles desconhecidos por grande parte das pessoas. Por esse motivo, é muito importante ouvir opiniões especializadas sobre o carro antes de tomar qualquer decisão.

Hoje, a Internet facilita bastante as coisas, pois existe muito conteúdo técnico sobre carros disponível. Basta dar uma pesquisada para encontrar análises, comparativos e todo tipo de informação.

3. Não considerar os gastos posteriores com o carro

Um erro grave e que pode gerar uma série de complicações futuras em relação à compra do carro é deixar de considerar os custos que esse tipo de bem traz. Lembre-se: não basta comprar o carro, é preciso mantê-lo. Assim, não deixe de levar em conta gastos com IPVA, abastecimento, seguro e manutenções.

4. Não fazer as revisões no carro

Apesar de esse ser um erro cometido após a compra, vale a pena destacá-lo. Para reduzir a probabilidade de falhas e custos extras com o seu primeiro carro, é muito importante que você realize as revisões periódicas.

No caso de um veículo zero, essas revisões podem ter um custo mais elevado, pois as concessionárias costumam cobrar por serviços adicionais e condicioná-los à manutenção da garantia do carro. No caso de um carro usado, as revisões também devem ser realizadas, ainda mais considerando que o veículo usado já sofreu um desgaste anterior, necessitando de mais atenção.

5. Não considerar as especificações do veículo

Embora seja um ponto bastante valorizado, é um erro comprar um carro levando em conta apenas a estética e os seus itens de conforto. Além desses quesitos, é primordial considerar algumas especificações mais técnicas, como consumo médio, custo de seguro e IPVA.

Esses atributos podem pesar bastante no seu bolso. Então, é melhor avaliá-los antes de decidir, por exemplo, por um carro com um motor mais robusto, mas que consome muito combustível. Mais uma vez, compre o carro sempre baseando-se na sua necessidade de uso.

6. Não avaliar o custo total da aquisição

Por fim, outro erro muito comum na hora da aquisição de um carro é ignorar o custo total da compra. Em muitos casos, o comprador tende a focar apenas no valor das parcelas, esquecendo dos juros e outras taxas embutidas no contrato feito com a instituição financeira.

Nesse quesito, o consórcio de automóvel se mostra mais vantajoso, pois o custo total da compra é mais baixo, especialmente pelo fato de não haver a incidência de juros, apenas a taxa de administração, que tem um valor bem mais acessível se comparado à outras formas de aquisição parcelada.

A Racon Consórcios oferece as melhores condições para você que está pensando em comprar seu primeiro carro. Com uma vasta experiência do mercado de consórcios, a empresa oferece planos flexíveis, econômicos e facilitados, tudo para permitir que você alcance os seus objetivos de forma segura e planejada.

Gostou deste conteúdo? Quer saber como comprar um seminovo com segurança? Baixe o nosso eBook sobre o tema!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.