Meu Primeiro Imóvel

Passo a passo para comprar o primeiro sítio da família

Quer investir em um sítio para a família? Veja um passo a passo com as melhores dicas para efetuar a compra!

Comprar um sítio está na lista de desejos de muitas famílias que sonham em ter um refúgio longe dos centros urbanos para relaxar e aproveitar a companhia de pessoas queridas.

Se você se identifica com essa ideia, saiba que alguns cuidados são essenciais na hora de adquirir uma propriedade. Pensando nisso, elaboramos um passo a passo para comprar um sítio, assim, você poderá investir com segurança em um bom negócio. Acompanhe!

Analise a localização da propriedade

O primeiro passo para comprar um sítio é comparecer ao local para fazer uma vistoria. Nesse momento, você precisa ter em mente se vai desenvolver alguma atividade no terreno, como plantar frutas e verduras, ou se ele será usado apenas para lazer. Conforme o seu objetivo, você deverá verificar se a propriedade tem condições de atender as suas demandas.

Outro ponto muito importante que precisa ser analisado é se a área conta com o fornecimento de água e energia elétrica, pois em muitas cidades do interior esses serviços não são disponibilizados ou são de má qualidade.

Quando efetuar a vistoria, faça uma checklist e verifique outros aspectos, como:

· a distância da cidade mais próxima;
· as condições de acesso ao sítio;
· o tipo de solo, de vegetação e de clima;
· as divisas da propriedade (observe se estão bem demarcadas e cercadas);
· a condição das demais construções no sítio (casa, estábulos, currais etc.);
· a presença de áreas preservadas ou desmatadas.

Pesquise um sítio em um condomínio fechado

Para quem busca maior comodidade e segurança, comprar um sítio em condomínio fechado é uma ótima alternativa. Além de ter a segurança reforçada — pois, na maioria dos casos, essas propriedades contam com monitoramento 24 horas e porteiro, por exemplo, —, os condomínios não costumam ser muito distantes dos grandes centros.

Além disso, eles contam com uma infraestrutura completa, ou seja, você comprará um sítio com toda a rede de água, esgoto e energia elétrica necessária. Em alguns condomínios é possível encontrar, inclusive, rede de telefone e internet.

Outra vantagem é que esses empreendimentos já contam com uma vasta área de lazer, garantindo diversão para toda a família. Também não se pode esquecer que os sítios de condomínio fechado apresentam uma valorização maior que os demais, o que é um ponto a ser analisado no momento da compra, já que você pode querer vender a propriedade no futuro.

Analise todos os documentos do imóvel e do proprietário

Para garantir uma compra segura, a análise da documentação do imóvel é a parte mais importante durante todo o processo de negociação. Entre eles, destacamos os seguintes:

· Matrícula atualizada do imóvel para confirmar os dados do proprietário, que pode ser encontrada no Registro de Imóvel do bem;
· Certidão Negativa de Ônus Reais, que pode ser encontrada no Registro de Imóvel do bem;
· Certidão Negativa de Débitos Municipais, emitida pelo Município;
· Certidão Negativa de Débitos Estaduais, emitida pela Secretaria da Fazenda Estadual;
· Certidão Negativa de Débitos Federais, emitida pela Receita Federal;
· Certidão de Processos do vendedor do imóvel referentes à Execuções Cíveis, Fiscais e Criminais;
· Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas do vendedor do imóvel;
· Certidão Negativa de Protestos do vendedor do imóvel. 

Essas são as principais certidões que você precisa ter em mãos para verificar a regularidade do imóvel. Com elas você também estará seguro de que não há disputas relacionadas ao imóvel, como a famosa briga entre vizinhos discutindo a localização da cerca.

Vale observar que essas certidões têm prazo de validade, portanto, quando o vendedor apresentá-las, verifique se estão válidas.

Veja o estado das benfeitorias

Se a propriedade já tiver construções, o ideal é que elas estejam em bom estado de conservação e adequadas à finalidade para a qual foram construídas, pois isso representa uma ótima economia de tempo e dinheiro.

Se não estiverem em bom estado, além dos gastos extras, vão demandar um bom tempo para serem consertadas. Por isso, nesses casos, é melhor que essas construções não existam na propriedade, pois será mais fácil planejar tudo do zero.

Faça um bom planejamento financeiro

Fazer um planejamento financeiro, sem sombra de dúvidas, é a chave para o sucesso do seu negócio, pois dessa forma você evita ser pego de surpresa por despesas não previstas.

Para isso, os gastos mensais devem ser levados em consideração, uma vez que de nada adianta você escolher o melhor sítio se não tiver condições para custear a sua manutenção. Além disso, existem os custos com água, energia, gás e, em alguns casos, até com o salário do caseiro. Por isso, colocar tudo na ponta do lápis é um diferencial para você não ficar no prejuízo.

Uma boa ideia para quem está pensando em comprar um sítio é investir em um consórcio imobiliário. Afinal, além de ser um investimento seguro, não há cobrança de juros para a aquisição do bem. Nessa modalidade, há apenas a cobrança de uma taxa administrativa, que ainda é mais acessível do que as taxas de um financiamento.

O consórcio funciona como uma espécie de poupança programada, na qual o consorciado tem condições de se preparar financeiramente para adquirir o bem. Funciona assim: um grupo de pessoas (físicas ou jurídicas), com um interesse em comum, se reúne com o objetivo de adquirir o produto ou serviço desejado.

Nesse sentido, cada um dos participantes efetua o pagamento de um determinado valor mensal, definido em contrato, para composição de um fundo comum. Assim, todos os meses ocorrem os sorteios para definir a ordem de contemplação. Caso o consorciado queira tentar antecipar o acesso à carta de crédito, ele poderá ofertar um lance. Todo o processo é gerenciado por uma administradora.

No consórcio também é necessário deixar um bem como garantia. É importante salientar que, tratando-se de imóveis rurais, o cliente deve verificar a necessidade de alienação de uma garantia urbana.

Esse é um investimento que vale muito a pena! No entanto, o consórcio não é indicado para pessoas que desejam obter o bem imediatamente, pois não há data certa para ocorrer a contemplação. A única certeza é a de que isso acontecerá ao longo do prazo escolhido no plano de consórcio.

Agora que você já sabe quais os principais passos para comprar um sítio de forma segura, verifique quais são os objetivos da sua família e analise muito bem as opções. Lembre-se ainda que o ideal é sempre contar com a ajuda de profissionais especializados, os quais certamente auxiliarão você no momento de optar pelo imóvel que melhor se adeque às suas necessidades.

Ficou interessado em planejar corretamente a compra de um sítio? Faça agora uma simulação e descubra como podemos ajudá-lo!

Simule Seu Consorcio

Racon Blog

Por Racon Blog

Data Publicado em 19 de Novembro de 2018

comprar sítio comprar sítio

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.