Planejamento Financeiro

5 investimentos rentáveis para você ver seu dinheiro multiplicar

Você quer saber como funcionam investimentos rentáveis? Neste post explicamos tudo sobre 5 ótimas opções. Aproveite!

Conseguir economizar dinheiro e poupar uma quantia para a conquista de maior segurança financeira e a realização de sonhos no futuro é uma grande coisa. Se você tem esse hábito ou desenvolvê-lo está na sua lista de objetivos, é hora de conhecer investimentos rentáveis que podem alavancar suas metas.

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, tornar-se investidor não é algo exclusivo para quem tem renda alta e está disposto a arriscar seus rendimentos. Na verdade, há diversas opções que não envolvem grandes riscos e nem exigem um valor alto para começar. Assim, você pode usá-las para alcançar suas conquistas antes do que imaginava.

Neste post, vamos conhecer os 5 investimentos mais rentáveis:

1. Consórcio;
2. Tesouro Selic;
3. Tesouro IPCA;
4. CDB;
5. LCI e LCA.

Continue acompanhando e confira!

1. Consórcio

O que você pensa em fazer para realizar seus sonhos, como comprar um carro ou apartamento? Talvez considere pedir empréstimos ou entrar em financiamentos, mas certamente há alternativas melhores, para fazer a compra de forma planejada e não desestabilizar suas finanças.

Já pensou em juntar o dinheiro para fazer a compra à vista? Essa é uma boa saída, mas exige muita disciplina para deixar a quantia parada na conta-corrente ou poupança pelo tempo necessário. Parece difícil, não é mesmo? Felizmente, há um investimento que apresenta a solução ideal para isso: o consórcio.

Por meio dele é possível fazer compras programadas e aumentar o seu patrimônio, realizando seus sonhos sem perder dinheiro e sem correr o risco de gastá-lo com outras coisas. Nesse tipo de investimento, você escolhe o valor ideal e faz pagamentos mensais. Ao ser contemplado, tem acesso à uma carta de crédito para adquirir o bem ou serviço escolhido.

Também é possível conquistar seu veículo ou imóvel sem depender somente da sorte. Isso acontece porque há a possibilidade de ofertar um lance para aumentar suas chances de antecipar a contemplação. Além disso, o dinheiro investido pode render ainda mais se você utilizar o bem adquirido como fonte de renda — trabalhando como motorista ou alugando o apartamento, por exemplo.

E o consórcio continua sendo uma ótima opção mesmo se você não quiser comprar um produto, apenas poupar dinheiro. Nesse caso, é só continuar reservando o dinheiro até o final do contrato e, então, receber o valor de volta para cumprir outro objetivo ou reinvestir.

Além de ser um investimento flexível, pois o participante escolhe o valor da cota de acordo com suas possibilidades financeiras, o consórcio também é muito seguro. As administradoras desse serviço são reguladas pelo Banco Central do Brasil e toda a transação é registrada em contrato. Dessa forma, você não corre risco de perder seu dinheiro.

2. Tesouro Selic

Entre as opções de investimentos financeiros esse é um dos mais populares atualmente. Isso porque o Governo Federal vem estimulando o crescimento dos pequenos investidores: com menos de R$ 100 é possível emprestar dinheiro para o governo e receber juros em troca, por meio do Tesouro Selic.

Essa opção ganha destaque entre os investimentos rentáveis pela facilidade e segurança, que a torna semelhante à poupança. Embora seja cobrado imposto de renda sobre os rendimentos do Tesouro, o ganho é maior do que o oferecido pela caderneta. Além disso, o dinheiro rende todos os dias úteis, fazendo com que o investidor sempre tenha um valor a mais do que colocou.

Uma desvantagem em relação à poupança é que existe um prazo de validade para o investimento. Entretanto, como o Tesouro Selic rende diariamente, é possível retirar o dinheiro antes do período estipulado sem perder valor. Quem deseja investir pode falar com o gerente do banco ou abrir uma conta em uma corretora de valores.

3. Tesouro IPCA

Essa é outra opção dentro da plataforma do Governo Federal, mas há algumas diferenças em relação ao Tesouro Selic. Primeiramente, enquanto este está atrelado à taxa básica de juros, o Tesouro IPCA rende a partir de outro índice — o da inflação. Por isso, ao investir nessa opção você sempre terá ganhos acima da inflação do período.

Essa é uma forma de proteger o dinheiro ao longo do tempo, já que altas taxas inflacionárias podem diminuir muito o poder de compra dele. Mas antes de investir no Tesouro IPCA é necessário saber que o prazo de duração costuma ser maior e, diferentemente do Tesouro Selic, não há garantias contra perdas caso você precise retirar a quantia antes.

Ou seja, a taxa de rendimento prometida só estará garantida quando o prazo chegar ao fim. Assim, quem pretende investir no IPCA deve ficar atento às datas e se certificar de que não será preciso fazer retiradas antes do tempo. Com isso, ele se torna uma boa opção para realização de planos de longo prazo ou complemento à aposentadoria.

4. CDB

Essa é a sigla para Certificado de Depósito Bancário, uma das melhores opções de investimentos rentáveis. Ao investir no Tesouro Direto você está disponibilizando dinheiro para o governo do Brasil, já nessa alternativa o empréstimo é feito para bancos. Ou seja, o banco usa sua quantia em outras transações e paga juros por isso.

Como se trata do mercado privado, ele costuma oferecer maiores rendimentos do que os investimentos públicos. Você pode se informar sobre isso diretamente no banco em que é correntista ou pode abrir uma conta em uma corretora de valores e ter acesso a opções de diversas instituições financeiras.

Embora seja um empréstimo privado, o CDB não oferece grandes riscos de perda, pois está seguro por uma ação governamental: o Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ele devolve o dinheiro do pequeno investidor se o banco não honrar com os pagamentos. Assim, vale a pena considerar esse investimento.

5. LCI e LCA

Esses são dois investimentos diferentes, mas que funcionam de forma semelhante. O primeiro é a Letra de Crédito Imobiliário e o segundo é a Letra de Crédito do Agronegócio. Respectivamente, eles atraem dinheiro para custear ações no mercado imobiliário e no setor agropecuário.

São opções muito interessantes de investimentos rentáveis, principalmente por não haver cobrança de Imposto de Renda — diferentemente do Tesouro Direto e do CDB. Entretanto, é preciso ficar atento aos rendimentos oferecidos, pois eles podem ser menores do que os das alternativas que recolhem o imposto.

Outra desvantagem das Letras de Crédito é que costumam exigir valores maiores para o investimento. Dessa maneira, podem não ser muito viáveis para pequenos investidores. Mesmo assim, é interessante abrir conta em uma corretora de valores e conhecer as possibilidades.

Viu como existem ótimos investimentos rentáveis para escolher? Todos eles são boas opções para objetivos específicos. Por isso, antes de decidir é importante que você saiba o que quer fazer com o seu dinheiro no futuro. Além disso, fique atento às informações para saber como cada um funciona.

E então, quer aprender mais sobre o assunto? Baixe gratuitamente nosso e-book e conheça os erros mais comuns a serem evitados por investidores iniciantes!

Guia Do Investidor Iniciante Banner Artigo Blog

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.