Qual é o papel do radiador do carro e como prolongar sua vida útil?

Como você cuida do radiador do seu carro? Descubra agora para que ele serve, como funciona e os cuidados que deve ter!
  • Atualizado em December 30, 2019
  • Publicado em December 30, 2019
  • Seu carro

O radiador do carro é uma peça fundamental, mas pouco lembrada pelos proprietários de veículos nas revisões periódicas. Dificilmente os componentes do sistema apresentam problemas, porém isso não dispensa as manutenções preventivas. Afinal, a troca de peças é complexa, o que deixa o serviço mais caro.

Se você nunca se preocupou com o radiador do seu carro até agora, está na hora de começar a pensar sobre o assunto. Por isso, preparamos um post para você entender como ele funciona, quais sinais de defeitos deve observar, além de algumas dicas importantes de manutenção. Acompanhe!

Para que serve o radiador do carro?

Quando os veículos queimam combustível para funcionar, geram minúsculas e controladas explosões dentro do bloco do motor. Esse processo cria calor, que se espalha e aquece todas as peças, atingindo outros componentes externamente.

Todo esse aquecimento necessita de controle para evitar que as mangueiras derretam e causem danos a outras peças mais frágeis. É aí que o radiador entra em ação. Ele é responsável por fazer circular água em torno do bloco do motor para resfriá-lo. No processo, o conjunto arrefece o volume que chega quente e repete o ciclo.

O radiador fica instalado na frente do motor para facilitar a absorção de ar que entra pela grade frontal. Ele se parece com uma colmeia, equipado com mangueiras, ventoinha (ventilador) e reservatório de fluido. Normalmente, você ouve ele funcionando quando desliga o carro com o motor aquecido.

Isso acontece porque o sistema usa o ar para refrigerar a água que circula pelo bloco. O objetivo é não deixar o calor ultrapassar os limites estabelecidos pela montadora. Caso contrário, poderia gerar incêndios.

Como identificar problemas no radiador?

No painel de instrumentos do seu carro tem um ponteiro que indica a temperatura do motor. Fique sempre atento a ele, pois se marcar acima de 90 graus com frequência e não baixar facilmente significa que o radiador não está cumprindo o seu papel adequadamente. Esse é um sinal claro de problema.

Outra forma de detectar falhas é ouvindo a ventoinha funcionando depois de desligar o carro com o motor aquecido. O som deve ser uniforme. Qualquer ruído estranho, por menor que seja, pode indicar obstruções e rachaduras, o que diminui a eficiência no resfriamento.

Quando a ventoinha é acionada muitas vezes seguidas, também pode significar que o radiador não está dando conta de resfriar o motor sozinho.

Por fim, com o motor frio, verifique o nível do fluido no reservatório. Se ele baixar com frequência, pode indicar vazamentos.

Além do dia a dia, esses problemas devem ser verificados durante a compra e venda, antes da transferência de veículo, para não fazer um negócio ruim.

Como prolongar a vida útil do radiador?

Depois de fazer uma revisão completa no radiador do seu carro, existem ações que você pode colocar em prática para garantir o bom funcionamento dele por mais tempo. As principais são:

  • evite depositar água no reservatório. O ideal é usar um fluido próprio, com aditivos antiferrugem e corrosão;
  • escolha o fluido de acordo com o manual do proprietário e faça a troca dele a cada 6 meses ou de acordo com o que a manual indica. Para não esquecer, pode incluir esse serviço na revisão periódica do carro;
  • sempre que transitar por estradas de barro, com lama ou muita poeira, use um pincel para limpar a colmeia. Isso impede a obstrução da passagem de ar por acúmulo de sujeiras nos orifícios;
  • não ande com o carro se estiver apresentando algum defeito no radiador. O ideal é que ele seja rebocado para não superaquecer o motor e gerar incêndios;
  • tenha atenção aos sinais de problemas descritos no tópico anterior e procure a concessionária ou oficina autorizada diante de qualquer suspeita.

Como você pôde ver, o sistema de arrefecimento influencia diretamente na depreciação do veículo, pois é o que garante uma vida longa ao motor. Então, siga essas dicas para não ter surpresas desagradáveis com o radiador do carro.

Quer saber mais sobre como cuidar do seu veículo? Descubra agora quando é a hora de trocar o fluido do radiador!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
drive_eta
Seu carro

Dirigir descalço é proibido? Descubra aqui!

drive_eta
Seu carro

Os 7 melhores carros para 2021

drive_eta
Seu carro

Consórcio de carros populares? Veja por que você deve fazer!