Quer saber como limpar o banco do seu carro? Veja nossas dicas

Os bancos do carro merecem atenção durante a limpeza. Saiba aqui como fazer esse processo da forma correta!
  • Atualizado em November 22, 2020
  • Publicado em November 22, 2020
  • Seu carro

Manter os elementos internos bem conservados representa um dos mais importantes cuidados com o veículo. Esse processo deve ser feito com frequência para evitar a concentração de sujeira e a proliferação de micro-organismos nocivos. Mas será que você está acertando na tarefa de limpar o banco do carro?

É importante considerar o tipo de material que será higienizado para selecionar os produtos e as técnicas corretas. Dessa forma, tanto as partes dos assentos quanto os encostos estarão sempre em ótimas condições de uso, além de durarem muito mais.

Quer saber mais sobre as práticas que favorecem a limpeza dos bancos do carro? Prossiga com a leitura e veja o passo a passo que preparamos para orientar esse trabalho!

Use aspirador de pó para retirar partículas

A camada mais aparente de poeira pode ser facilmente removida com o auxílio de um aspirador de pó. Passar o aparelho antes de lavar o carro por dentro é essencial para eliminar qualquer partícula solta, como areia, pelos de animais, cabelos e demais resíduos.

Vale lembrar que ambos tipos de banco (de tecido e de couro) podem ser aspirados. O importante é fazer esse procedimento com tempo de sobra e bastante paciência. Durante o serviço, procure passar o bocal do equipamento em todas as áreas, especialmente nas regiões de dobras e em pontos com costuras.

Prepare os produtos de acordo com o tipo de banco

A limpeza de diferentes materiais é bem parecida, mas pequenas variações são necessárias para promover um resultado de qualidade e evitar danos ao acabamento do banco. Dividimos o processo em dois grupos para que você entenda os cuidados envolvidos em cada situação.

Banco de tecido

Bastante comuns, são modelos que mancham com facilidade porque tendem a ser mais permeáveis. Logo, é crucial evitar que líquidos caiam sobre eles e, sempre que algum acidente do tipo ocorrer, você deve secar a região rapidamente.

A mistura para a higienização dos bancos de tecido inclui sabão neutro diluído em água. Priorize fórmulas próprias para esse tipo de limpeza, como aquelas indicadas para carpetes e estofados. Depois, coloque a solução em um borrifador para aplicar aos poucos e economizar água.

Banco de couro

Têm textura lisa que facilita a limpeza, embora sejam mais frágeis em contato com produtos fortes. Esses modelos jamais devem receber ceras, silicones e instrumentos capazes de arranhar o material. Também evite fórmulas que deixem a superfície oleosa e escorregadia.

A mistura para a higienização dos bancos de couro inclui água com um pouco de detergente neutro ou soluções que tenham baixo teor alcoólico. Dessa forma, você não corre o risco de desbotar ou causar danos ao material. Esses tipos de assento também demandam hidratação com produtos específicos para evitar ressecamento, áreas descascadas e rachaduras.

Aplique a solução de limpeza com o recurso certo

Agora é o momento de colocar a mão na massa. O modo como você vai limpar o banco do carro também muda conforme o tipo de material presente no acabamento. Esse cuidado vale para todo componente ou acessório do veículo e prolonga a durabilidade de cada item.

Banco de tecido

Você deve usar uma flanela ou escova de cerdas macias para esfregar as regiões que forem recebendo a mistura líquida. Aplique a solução sempre em pedaços pequenos para evitar que o líquido escorra ou seja absorvido em excesso, deixando o estofado encharcado.

Faça movimentos circulares com leve pressão em toda a superfície, aumentando a intensidade nas regiões que tiverem manchas ou mais acúmulo de sujeira.

Banco de couro

Esse material é mais delicado, por isso, deve ser higienizado apenas com instrumentos que não tenham textura abrasiva. Pode ser uma esponja simples de cozinha (apenas o lado amarelo) ou uma flanela. O ideal é que esses acessórios recebam pouca solução de limpeza, ficando levemente umedecidos.

O movimento de aplicação deve ser suave, sem muita força. Você pode, no entanto, pressionar um pouco mais as mãos contra as áreas que apresentam costuras, pois tendem a acumular mais sujeira.

Remova o excesso de umidade e deixe secar

Materiais encharcados podem apresentar mau cheiro e perder qualidade em longo prazo. Por isso, sempre que possível, faça o processo de limpeza dos bancos em dias ensolarados e com bastante vento.

O cuidado com o enxágue deve ser redobrado em assentos de tecido, já que tendem a absorver água e ficar úmidos por mais tempo. Nesses casos, vale a pena finalizar a higienização pressionando toalhas limpas e secas sobre todas as superfícies.

Nos bancos de couro, basta finalizar a limpeza com uma flanela seca e aplicar um protetor (hidratante específico) que ajude a manter a cor e previna o desgaste do revestimento.

Após remover o excesso de umidade dos bancos, deixe o veículo em um local ventilado e abra todas as janelas para que o ar circule e a água restante evapore. Se quiser acelerar esse processo, você pode andar com o ar-condicionado ligado por alguns minutos antes de guardar o carro.

Finalize com a odorização

Uma maneira de prolongar o aspecto de limpeza é utilizar algum perfume no interior do veículo. Existem muitos produtos com essa finalidade no mercado, basta você escolher as fragrâncias que mais agradam para aplicar após o processo de higienização.

Só tome cuidado para que os odorizadores não entrem em contato direto com os bancos e outros acabamentos internos, de modo a prolongar a vida útil do carro. Eles devem ser fixados nos locais certos, como vidros ou painel, para que liberem o aroma por todo o ambiente.

Se você é do grupo que não gosta de perfume, invista em recursos que ajudam a absorver o mau cheiro de cigarro, alimentos ou animais de estimação. Carvão vegetal e pó de café são bons exemplos, podendo ser mantidos dentro de saquinhos de tecido e substituídos com frequência.

Agora você tem um pequeno guia para limpar o banco do carro com qualidade, seja qual for o material presente nos acabamentos. Lembre-se, no entanto, da importância de aliar as dicas gerais à recomendação da fabricante de veículos. Isso garantirá o procedimento certo em cada situação para evitar danos.

Quer mais informações relacionadas ao processo de limpeza? Veja agora as nossas dicas para fazer higienização automotiva em casa sem dificuldade!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
drive_eta
Seu carro

Como saber qual é o carro ideal para você? 6 detalhes para avaliar

drive_eta
Seu carro

Os 13 carros automáticos mais baratos do Brasil

drive_eta
Seu carro

Você sabe o que é preciso para comprar um carro?