Tudo Sobre Consórcio

Lance embutido em consórcios: o que é e como funciona?

Veja agora como funciona o lance embutido e descubra se essa é a melhor solução para você!

Uma das maneiras mais econômicas de adquirir um bem, como um imóvel ou um veículo, é por meio do consórcio. Nessa modalidade de aquisição, as contemplações podem ocorrer por sorteio ou algum dos tipos de lance, de acordo com a característica de cada grupo. Mas como será que isso funciona na prática?

Nas contemplações por sorteio, todos os consorciados concorrem em igualdade de condições, contando com a sorte. Já no lance, existe a oferta de um valor para antecipar parcelas do consórcio e, geralmente, quem oferta o maior lance é o vencedor. Como o número de consorciados que utilizam essa modalidade é reduzido, a possibilidade de antecipar a contemplação aumenta.

É importante saber que o fato de ter realizado uma oferta não exclui a sua participação do sorteio, mas, pelo contrário, aumenta a sua chance. Isso porque você participará de duas modalidades simultaneamente. Pensando em facilitar o pagamento do lance e torná-lo mais vantajoso, a legislação possibilitou aos consorciados utilizar parte do crédito para quitá-lo, ato denominado lance embutido.

Quer entender mais sobre essa possibilidade? Então, veja agora mesmo como funciona o lance embutido e descubra se essa é a melhor solução para você!

Quais são as formas de contemplação no consórcio?

O consórcio tem se popularizado como uma maneira econômica de criar um patrimônio ou ampliar o que já se tem. Afinal, ao adquirir uma carta de crédito, o consorciado tem 3 opções:

- esperar pelo prazo final;
- ser sorteado;
- oferecer um lance.

Entenda melhor cada uma dessas possibilidades!

Encerramento do consórcio

Pode acontecer de o consorciado não oferecer lance ao longo do seu plano e nem ter a sorte de ser sorteado em uma das assembleias. Nesse caso, a sua contemplação ocorrerá ao final do prazo do contrato, momento em que todos aqueles que não foram contemplados de outras formas receberão a sua carta de crédito.

Por sorteio

Se você contrata uma cota de R$50.000,00 para adquirir um veículo em 5 anos, por exemplo, e não está com pressa, pode aguardar o término do 5º ano. No entanto, no decorrer do consórcio, como se sabe, são realizados os sorteios para contemplar aleatoriamente um número de participantes para ter acesso à carta de crédito.

Oferta de lances

Já para quem tem mais pressa para ter acesso ao crédito e quer aumentar as suas chances de contemplação, existe ainda a possibilidade de ofertar lances e antecipar os seus objetivos.

Na prática, os lances são oferecidos antes da assembleia e, geralmente, quem sai vencedor é o participante que oferece o maior lance, isto é, o maior percentual ofertado.

Porém, é importante ressaltar que todo grupo costuma ter as suas regras, e elas devem ser observadas antes de qualquer decisão. No mais, é preciso deixar claro que existem diferentes tipos de lance. Para adiantar, são elas:

- fixo: nessa modalidade é preciso ofertar um lance de valor predefinido. Pode ser, por exemplo, 10%, 20% ou 50% do total do crédito — esses percentuais variam em cada administradora e devem estar previstos no contrato;
- livre: nesse caso, o valor do lance fica a critério do participante. Assim, pode-se oferecer qualquer valor — vale lembrar que quanto maior for o lance, maiores serão as chances de contemplação;
- embutido: nessa situação, uma parte do valor da carta de crédito é utilizada como lance.

Caso não tenha entendido bem alguma dessas modalidades de lance, não se preocupe! Mais adiante explicamos melhor o funcionamento de cada uma delas.

O que é lance embutido?

O lance embutido é uma das formas de se conseguir a contemplação antecipada no consórcio. Essa prática consiste em utilizar parte do valor do crédito buscado como lance. Ou seja, o participante oferece um lance não com o seu próprio dinheiro, mas com uma parte do crédito que ainda receberá, caso seja contemplado.

Para facilitar a compreensão, imagine o seguinte exemplo: você adere a um consórcio cujo crédito mais taxas tem o total de R$100.000,00. Desse total, R$20.000,00 será ofertado como lance embutido, restando um crédito de R$80.000,00 a ser recebido. Nesse caso, você não teve que desembolsar os R$20.000,00 do lance, pois esse valor foi retirado do crédito total do plano.

Essa é uma estratégia de antecipação da contemplação bastante utilizada, especialmente por aquelas pessoas que não têm nenhuma economia guardada para oferecer como lance. Por essa razão, o mais comum é que o interessado em fazer o lance embutido já procure um plano que ofereça um crédito maior do que realmente necessita, pois ele sabe que a fração do valor da carta de crédito oferecida como lance será abatida, caso seja contemplado.

Por outro lado, se o seu lance não for o vencedor, o valor da sua carta de crédito continuará intacto. É importante saber que, ao utilizar parte do crédito para pagamento do lance, haverá a redução no valor final a ser recebido para a aquisição do bem. Por isso, é preciso fazer as contas para não se ver impedido de realizar o seu sonho.

O que eu preciso saber sobre o lance embutido no consórcio?

Como qualquer decisão que você for tomar na vida, é importante estar bem informado e conhecer todas as suas possibilidades. Com o lance embutido, não é diferente. Por isso, passaremos algumas informações para que você possa fazer a melhor escolha.

É possível utilizar qualquer tipo de lance em um consórcio?

Como vimos, o lance tradicional pode ser ofertado de duas maneiras: fixo ou livre. Na modalidade fixa, o consorciado oferece um percentual preestabelecido da carta de crédito, o qual é determinado pela administradora.

Caso mais de um participante ofereça o lance fixo, a forma de desempate é determinada pela administradora do consórcio. Já na modalidade livre, o consorciado pode ofertar qualquer valor que tiver disponível.

O mais comum é a utilização do lance livre nos planos de consórcio. Assim, fica a critério do participante, baseado nas suas necessidades e possibilidades, definir qual valor do lance é capaz de oferecer.

Por outro lado, a utilização do lance embutido já é mais restrita, dependendo da previsão no contrato de suas regras e condições — o que é responsabilidade da administradora do consórcio. Por esse motivo, para utilização do lance embutido, as características de cada grupo devem ser previamente observadas. Isso porque podem existir restrições.

O mais recomendado é se informar sobre essa possibilidade antes de aderir a qualquer plano, especialmente se você já tiver interesse em utilizar o lance embutido.

Quais são os limites do lance embutido no consórcio?

Se você utilizar o lance embutido, saiba que cada administradora pode definir o percentual mínimo e máximo, os quais constam no contrato do consórcio. O lance é ofertado sobre o crédito somadas às taxas, como pode ser visto no exemplo que segue:

- suponhamos que o seu crédito contratado seja de R$200.000,00, a taxa de administração de 19%, o fundo reserva de 2%, em um prazo de 180 meses. Dessa forma, o crédito + taxas será de R$242.000,00. O contrato desse grupo diz que o lance embutido é de 25%. Assim, o valor que você ofertará é de R$60.500,00.

Posso utilizar o lance embutido em qualquer tipo de consórcio?

Como se sabe, hoje o mercado de consórcios é bastante variado, principalmente em razão das suas vantagens. Essa modalidade de aquisição é utilizada para a compra de diferentes bens e serviços. Existem planos para:

- aquisição de automóveis;
- motos;
- apartamentos e casas;
- terrenos;
- viagens e muito mais.

Sabendo disso, uma dúvida que pode surgir é sobre a possibilidade de uso do lance embutido nesses diferentes tipos de consórcio. Para ficar claro, o lance embutido pode ser utilizado em qualquer modalidade de consórcio, não existindo regras que proíbam a sua adoção. No entanto, como já foi dito, essa alternativa deve ter a sua previsão e as suas regras definidas no contrato, com o objetivo de evitar qualquer conflito.

Posso usar o meu FGTS como um lance embutido?

Quando se trata de consórcio de imóveis, o participante poderá usar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, conforme as regras de uso, inclusive como lance embutido. Nesse caso, o consorciado deverá mostrar à administradora o extrato de FGTS que é fornecido pela Caixa Econômica Federal, sendo possível usar até 100% do saldo de sua conta para oferecer como lance.

Assim, se a carta de crédito vale R$250.000,00 e você usar R$50.000,00 dos recursos do FGTS como lance, a administradora libera R$200.000,00 para a aquisição do imóvel. Isso acontece, porque o total ofertado no lance é pago diretamente ao vendedor. No entanto, é importante ressaltar que não há desconto e que você comprará um imóvel de R$250.000,00.

Vale destacar que o saldo do FGTS pode ser utilizado com outras finalidades no consórcio, e não apenas para ofertar lances. Assim, é possível também utilizar esse fundo para:

- a complementação da carta de crédito, para adquirir imóvel residencial pronto ou em construção;
- após a contemplação, para amortizar ou liquidar o saldo devedor.

Algumas pessoas acham que o FGTS não deve ser considerado lance embutido, mas um lance à parte, já que não há redução no valor da carta de crédito. Contudo, como se trata de uma estratégia usada por consorciados que não dispõem de dinheiro suficiente naquele momento, outros o definem, sim, como um lance embutido, pois não há circulação de dinheiro em espécie. Assim como o lance embutido, o lance dado com o FGTS também deve ser considerado uma modalidade facilitada.

Por fim, uma importante questão a respeito da utilização do FGTS no consórcio de imóveis é o limite de valor do imóvel residencial que pode ser adquirido. Com a publicação da Resolução do CMN nº 4.691, de 29 de outubro de 2018, o limite máximo de avaliação do imóvel é de R$1.500.000,00.

Posso pagar o meu lance utilizando parte da carta de crédito e recursos próprios ao mesmo tempo?

Uma das coisas boas do consórcio é que ele costuma ser flexível e oferecer diversas opções aos consorciados. Logo, o lance embutido também pode ser utilizado associado a lances livres ou fixos, respeitando o estipulado em contrato com a administradora.

Seguindo o mesmo exemplo citado anteriormente, podemos supor que, além do lance embutido, você fará uma oferta com recursos próprios de 30%. Assim, com o crédito + taxas de R$242.000,00, o seu lance será de R$72.600,00, somado ao lance embutido de 25%, R$60.500,00, totaliza R$133.100,00.

Quais cuidados devo tomar com o lance embutido no consórcio?

Apesar de ser aparentemente vantajoso, é preciso tomar certos cuidados com o lance embutido, avaliando o melhor momento e valor a ofertar. Afinal, não é preciso oferecer o limite máximo. Por isso, faça as contas antes de usar a estratégia e consulte as regras da administradora sobre essa modalidade, para não cometer enganos.

Não se precipite, saiba esperar! Talvez seja melhor ter paciência para ofertar um lance com o seu próprio dinheiro a usar o lance embutido e receber uma carta de crédito de valor menor.

Considere sempre a possibilidade de oferecer um lance embutido inferior ao limite e sair ganhando. Além disso, aproveite épocas especiais, em que muitos consorciados não conseguem oferecer valores altos de lances, como o começo do ano, quando, geralmente, as pessoas precisam pagar muitas contas — principalmente aquelas que têm filhos.

É importante que você não veja o lance embutido como uma opção salvadora, mas como uma possível alternativa. Por isso, sempre que tiver condições, oferte algum dinheiro junto a ele, a fim de aumentar as suas chances. Contudo, essa decisão deve estar vinculada às suas próprias necessidades e aos seus objetivos. Por exemplo, muitos investidores não se preocupam em retirar um bem de valor menor pois têm o objetivo de negociar com ele — como alugar uma casa ou revender carros.

Caso você precise mesmo de uma moradia própria, o preço dela talvez não importe tanto — considerando que, se você receber uma carta de crédito de valor menor, ainda poderá usar o FGTS para comprar um imóvel de valor mais alto.

Quais são as vantagens do lance embutido?

O lance embutido é um recurso que, dependendo da situação, pode ser bem útil. Mas assim como toda estratégia financeira, essa é uma decisão que deve ser bem planejada. Por isso, confira agora os principais benefícios do lance embutido em consórcios.

Aumenta as chances de contemplação

Vamos dar um exemplo prático. Ao dar um lance máximo de 30%, você aumenta as chances de crescer a sua oferta e, consequentemente, de ser contemplado.

Como a economia não está muito favorável, pode ser bem difícil ter todo esse dinheiro disponível de uma só vez, certo? Aí é que entra o lance embutido, uma solução prática para fazer uma boa oferta no consórcio.

Além de não precisar depender apenas dos sorteios, com essa opção, você terá mais chances de ser contemplado e adquirir o seu bem rapidamente.

Permite a complementação

Por falar em ter dinheiro guardado, você sabia que é possível complementar o seu lance embutido com recursos próprios? Além de ser uma forma de alavancar a sua oferta e vencer as demais, essa tática acelera ainda mais a contemplação, permitindo que você adquira o seu bem em menos tempo.

Aproveita boas condições

Imagine que você encontrou exatamente o veículo ou o imóvel que vinha procurando com preço excelente e condições de pagamento favoráveis. Seria bem frustrante não poder adquiri-lo só por não ter o dinheiro em mãos, não é mesmo?

Pois o lance embutido é uma opção benéfica também nesse caso, já que, por meio dele, você pode conseguir logo a sua carta de crédito e aproveitar a oferta. Essa pode ser uma alternativa muito interessante para conseguir aproveitar uma oportunidade única, como um desconto no preço de um imóvel, isenção temporária de tributos, entre outras situações.

Dá livre acesso aos participantes

Qualquer participante do grupo de consórcio pode utilizar o lance embutido, inclusive oferecendo o mesmo valor que você. Isso significa que só ofertar um lance nessas condições não garante a contemplação.

Por esse motivo, é fundamental fazer um estudo do seu grupo de consórcio, avaliando a média dos valores oferecidos como lance. Dessa forma, você garante a oferta de um lance competitivo e com alta probabilidade de ser contemplado.

Quais são as desvantagens do lance embutido?

É claro que nem tudo são flores. Afinal, o lance embutido no consórcio também apresenta algumas desvantagens. O importante é que você tenha conhecimento delas para poder analisar a que melhor se aplica à sua situação. Falamos abaixo sobre os contras de não aguardar a sua contemplação.

Diminui o valor que ficará disponível para aquisição de bem

Ao usar o lance embutido, você terá acesso a uma carta de crédito menor. Consequentemente, isso faz com que tenha menos poder de compra. Esse fato pode não ser tão interessante para quem deseja comprar um bem específico, cujo valor não pode ser negociado, por exemplo.

A contrapartida é que o lance embutido é utilizado para pagar as parcelas e diminuir o tempo do consórcio ou baixar o valor das parcelas. Assim, quanto maior for o lance embutido — respeitados os limites impostos pela administradora — menor será o saldo devedor que você terá que honrar com as parcelas mensais.

Os custos continuam os mesmos

Ao ofertar um lance embutido, você receberá uma carta de crédito menor, porém, como dissemos, a sua cota continua a mesma. Logo, todas as taxas continuarão a ser calculadas em cima do valor total.

Em outras palavras, os valores das taxas e dos demais serviços oferecidos pela administradora serão calculados sobre o valor total do crédito, e não sobre o valor que você efetivamente receberá ao ser contemplado.

Como calcular o valor do meu lance?

Muitos consorciados que desejam ser contemplados com mais rapidez ficam na dúvida na hora de oferecer o lance. Será o momento certo? Qual valor devo ofertar? Perco alguma coisa se eu não for contemplado? A ordem geral é que você mantenha a calma e observe o seu grupo. Participe das assembleias, estude o histórico de lances e analise a quantidade de participantes.

A chance de ser contemplado ofertando lances são bem maiores. Portanto, se você puder escolher, dê prioridade para eles. No entanto, se a sua oferta for baixa, é melhor aguardar alguns meses e juntar mais dinheiro.

O ideal é que o lance seja de 30% a 50% do valor total da carta de crédito, mas sempre é importante observar as estatísticas do seu grupo de consórcio. No entanto, se você não tiver essa quantia, opte pelos meses cuja concorrência costuma ser mais baixa, como é o caso de dezembro, janeiro e fevereiro, em que as pessoas estão preocupadas com gastos como presentes de natal, IPVA e matrícula escolar.

Também evite usar todo o seu dinheiro dando lances. Isso porque bens como um carro ou um apartamento, por exemplo, exigem gastos além do valor da compra. Custos com documentação, reforma e contratação de seguro também devem ser levados em consideração.

O importante é que o consorciado, como já foi dito, faça os cálculos e escolha o momento e o valor para ofertar o lance embutido. Em muitas ocasiões, essa modalidade pode ser realmente vantajosa, pois antecipa a contemplação e facilita o seu acesso a um bem importante, como um imóvel ou mesmo um veículo.

Como os tipos de lance funcionam?

Como já mencionado, existem dois tipos de lances tradicionais, conhecidos como fixo e livre. É importante conhecê-los mais profundamente e entender o funcionamento de cada um deles. Para começar, a oferta de lances é uma prática permitida dentro do sistema de consórcio e tem como objetivo ampliar as chances do consorciado de ser contemplado mais rapidamente.

Para oferecer um lance, basta entrar no site da administradora, na área destinada aos clientes, ou informar por telefone. Vale ainda ressaltar que eles são definidos de acordo com as normas do contrato. Então, leia o documento atentamente antes de fazer qualquer tipo de oferta. Abaixo, veja algumas das particularidades de cada um dos lances e como funcionam.

Lance fixo

Como o nome já indica, o lance fixo é determinado por porcentagens previamente definidas no contrato. Elas geralmente variam entre 25% e 50% da carta de crédito (acrescido pelas taxas), dependendo do que é definido previamente pela administradora. Mas como isso funciona na prática? Entenda:

- imagine que você fez um consórcio para adquirir um apartamento, e que o valor do crédito acrescido das taxas é de R$220.000,00. Se no contrato estiver definido lance fixo de 30%, será possível fazer uma proposta de R$66.000,00 para receber a contemplação.

Mas o que acontece se duas pessoas ou mais do grupo oferecerem a mesma porcentagem? Nessa situação, a administradora trabalha com regras específicas para o desempate. O mais comum é a realização de um sorteio para definir o vencedor.

Lance livre

O lance livre funciona de uma maneira diferente, pois não existe uma porcentagem fixa expressa e definida em contrato. De modo geral, é estabelecido um mínimo de 1% da carta de crédito, mas isso pode variar conforme a administradora escolhida.

Se você fez um consórcio de moto, e o valor do crédito mais as taxas for de R$20.000,00 e a menor porcentagem estabelecida para a oferta for de 1%, por exemplo, o lance mínimo deverá ser de R$200,00. Porém, ao contrário do que ocorre com o lance fixo, nesse caso, o ganhador é aquele que oferece um lance maior.

Por ser possível a ocorrência de algum empate, a administradora indica como será escolhido o vencedor, conforme as regras definidas no contrato. Uma das maneiras de fazer isso é por meio de sorteio.

Embora os lances sejam diferentes, existem algumas semelhanças entre eles. Em primeiro lugar, é necessário efetuar o pagamento para que a contemplação efetivamente aconteça. Além disso, ambos disponibilizam duas formas distintas de pagar a oferta. O consorciado pode usar o próprio dinheiro ou optar pelo lance embutido em consórcio. No último caso, se a proposta for aceita, o valor será descontado e a sua carta de crédito diminuirá.

Pensando nessas condições, é fundamental pesquisar atentamente quanto vale o bem almejado no mercado, a fim de evitar arrependimentos futuros ou ficar com algo inferior ao planejado inicialmente. Uma boa dica é pensar bastante e tirar todas as suas dúvidas com a administradora antes de optar pelo lance embutido.

Por que escolher a Racon na hora de fazer um consórcio?

Agora que você já sabe o que é lance embutido em consórcio, é fundamental escolher uma boa empresa e, sem dúvidas, a Racon pode ajudá-lo a conquistar aquele tão sonhado imóvel ou veículo. A seguir, confira 5 razões para optar por essa administradora renomada no mercado.

É uma administradora confiável

Quando o assunto é investir dinheiro, a credibilidade da companhia vale muito. Afinal, você quer ter certeza do retorno financeiro, concorda? Então, saiba que a Racon Consórcios é confiável e alguns dados provam isso.

De fato, a administradora tem o certificado ISO 9001:2015, o que comprova a sua qualidade e o seu compromisso em atender cada vez melhor os clientes. Além disso, ela é uma marca da Randon, que faz parte da lista de consórcios regulamentados pelo Banco Central.

Oferece uma grande variedade de consórcios

Outro motivo para optar pela Racon é o fato de que diversos tipos de consórcios são oferecidos pela administradora. Embora os mais procurados sejam para imóvel e carro, também existem aqueles destinados para moto, caminhões, caminhonetes, reforma e construção.

Vale destacar ainda que os planos são variados, com valores de parcela flexíveis. Assim, dá para realizar o seu projeto sem prejudicar o orçamento.

Tem ampla experiência no mercado

Ao fazer um consórcio, é importante escolher uma empresa com bastante experiência, algo que a Racon tem de sobra. Afinal, ela tem mais 32 anos de atuação no mercado e números que impressionam, como:

- R$ 10 bilhões em créditos distribuídos;
- 106 mil clientes contemplados;
- 207 mil cotas comercializadas.

Outros diferenciais são: a existência de mais de 200 pontos de vendas e a presença em 12 estados do país, os quais garantem um maior e mais personalizado atendimento para quem mora em diferentes regiões brasileiras.

Disponibiliza diversos canais de informação

A Racon ainda preza muito pelo conhecimento e, por esse motivo, disponibiliza diversos canais de informação. No blog Racon, por exemplo, dá para você aprender tudo o que precisa saber sobre consórcios, planejamento financeiro, imóveis, veículos e sustentabilidade.

A administradora também está presente nas redes sociais, como Facebook, Instagram e YouTube, canais nos quais é possível conferir conteúdos objetivos e de fácil entendimento. Certamente, esse é um aspecto positivo e que deve ser levado em consideração na hora de escolher uma empresa de consórcio.

Valoriza a relação com o cliente

Somado a todos esses motivos, a Racon também valoriza muito o relacionamento e a comunicação com os clientes em todas as fases do consórcio. E-mail, SMS e chatbot são algumas das maneiras que a administradora utiliza para manter contato.

Por telefone, ainda é possível entrar em contato durante o horário comercial, por meio do call center ou 24 horas por dia via URA — sistema que direciona o atendimento para os serviços disponíveis.

Como você pôde ver, o lance embutido é uma forma de acelerar a contemplação sem necessariamente usar recursos próprios. É possível usar o FGTS (no caso de imóveis), escolhendo entre dois tipos de lance e aproveitando as suas diversas vantagens. Entretanto, lembre-se de estudar bem o assunto e escolher uma administradora de consórcio confiável, a fim de que seja possível fechar um bom negócio e conquistar o tão esperado bem.

Se você gostou do nosso texto sobre lance embutido no consórcio e tem interesse em aproveitar todas as vantagens dessa modalidade de aquisição de bens, a hora é agora! Entre em contato conosco hoje mesmo e conheça os nossos serviços!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.