Veja 8 dicas essenciais para economizar nas contas de casa!

Quer começar a economizar nas contas de casa? Então, confira agora mesmo as dicas que preparamos para você!
  • Atualizado em August 16, 2021
  • Publicado em October 2, 2020
  • Planejamento Financeiro

Economizar nas contas de casa é uma das maneiras de fazer com que sobre mais dinheiro no fim do mês. No entanto, como estamos falando de gastos essenciais e que não podem ser cortados inteiramente, muitas pessoas têm dúvidas sobre como fazer com que as despesas sejam menores.

De início, podemos ressaltar que vai ser necessário analisar os hábitos de consumo de toda a família para identificar o que está sendo usado exageradamente. Desse modo, é possível identificar alternativas para fazer com que esses gastos sejam reduzidos e as contas de água e energia elétrica, principalmente, venham mais baratas.

É por isso que separamos 8 dicas essenciais para você começar a aplicar no seu dia a dia e desfrutar de muito mais economia em casa. Acompanhe o post e conheça esses truques incríveis para a sua organização financeira!

1. Faça um planejamento

Para começar, você sabe exatamente quanto gasta mensalmente nas contas de casa? Claramente, esse valor nem sempre é o mesmo a cada mês, mas saber em média quais são as despesas fixas da sua residência vai ser fundamental para começar o seu planejamento.

Para facilitar essa tarefa, monte uma planilha de gastos essenciais para suprir as necessidades da família e que costumam ser cobrados mensalmente, ainda que não sejam totalmente previsíveis, como:

  • água;
  • luz;
  • telefone;
  • internet;
  • gás;
  • condomínio;
  • aluguel;
  • plano de celular;
  • assinatura da TV;
  • mercado;
  • impostos (IPTU e IPVA);
  • plano de saúde;
  • mensalidade escolar;
  • seguros, entre outros.

Para melhorar ainda mais o seu planejamento financeiro, inclua em outra coluna as despesas variáveis, como gastos com transporte público ou privado, farmácia, vestuário, atividades de lazer, passeios, viagens etc.

Depois de montar a planilha de gastos, seja em um app, computador ou em um caderno de anotações, organize as contas por ordem de vencimento, para evitar atrasar o pagamento — isso faz com que você não precise pagar juros ou multas de atraso.

Depois de concluir essa etapa, confira quanto sobra da sua renda mensal e avalie como investir o seu dinheiro. Não deixe de separar uma parcela para satisfazer a você e à sua família com gastos supérfluos.

Além disso, esteja sempre acompanhando os gastos para saber quais áreas da vida estão extrapolando o orçamento e onde é possível economizar. O importante é fazer com que a sua renda mensal seja suficiente para pagar todas as suas contas, manter o seu bem-estar e poupar. Caso perceba que está precisando de mais dinheiro, avalie as possibilidades de renda extra.

2. Evite usar eletrodomésticos em horários de pico

Você sabia que usar os seus aparelhos eletrodomésticos em determinados horários faz com que a conta de energia elétrica venha mais cara? Esse período de pico varia conforme cada estado, mas, em média, vai das 18h às 22h, o que corresponde ao horário em que as pessoas chegam a suas casas, tomam banho e fazem as atividades domésticas.

Por isso, programe algumas tarefas para fazer fora do horário de pico. Por exemplo, se você tem a disponibilidade de lavar e passar roupas durante o dia, prefira usar a máquina e o ferro nesse período. O mesmo vale para o ar-condicionado e demais aparelhos que consomem uma grande quantidade de energia elétrica.

3. Limpe o filtro do ar-condicionado

Quando o filtro de ar-condicionado está sujo, o aparelho consome mais energia elétrica para deixar o ambiente resfriado. Afinal, os canais de circulação do ar estão obstruídos, o que faz com que o dispositivo tenha mais trabalho para manter o cômodo em uma baixa temperatura.

Dessa maneira, outra forma de economizar na conta de luz é fazendo a limpeza regular do filtro do seu ar-condicionado. Isso pode ser feito a cada 15 dias, aproximadamente, mesmo quando o aparelho não está sendo usado.

4. Reaproveite a água depois de lavar a roupa

O que você faz com a água que sobra da lavagem de roupas? Os modelos de máquina de lavar roupas de até 17 kg são capazes de gastar cerca de 200 litros de água em cada uso. Dependendo da frequência com a qual esse aparelho é utilizado em sua casa, em aproximadamente 8 lavagens, é possível encher uma caixa d’água de tamanho médio.

Agora, pense na economia que você teria ao reaproveitar a água do último ciclo de lavagem, que geralmente está mais limpa? Ela pode ser útil para lavar o quintal, área de serviço, cozinha ou até mesmo o seu carro — isso já ajudaria a economizar também na higienização automotiva.

Além disso, evite ligar a máquina de lavar quando você não pretende usá-la em sua capacidade total. Isso só faz com que a conta de água e energia venham mais altas no fim do mês. Por isso, invista em um cesto de roupas e separe um dia da semana para lavá-las — de preferência, fora do horário de pico.

5. Reduza o tempo no banho

O banho é outra atividade doméstica que gasta muita água. A cada minuto, um chuveiro aberto é capaz de gastar até 25 litros de água. Em uma família com 4 pessoas, por exemplo, seriam necessários até 100 litros de água por minuto de banho.

Como essa é uma atividade indispensável, é fundamental pensar em maneiras de evitar o desperdício sem deixar de lado a higiene. Geralmente, 5 minutos é o suficiente para tomar um banho restaurador e se limpar adequadamente.

6. Faça uma lista de supermercado

A alta dos preços não impacta somente a conta de água e luz nas casas. Afinal, as idas aos supermercados estão cada vez mais caras e até março de 2021, já foi registrado um aumento de 20% nos alimentos, considerando os últimos 12 meses. Por isso, o jeito é adaptar o seu cardápio com planejamento e pesquisar preços.

Para isso, não é uma boa ideia fazer pedidos por aplicativos, haja visto que a sua compra pode ficar mais limitada a menos opções oferecidas nas prateleiras virtuais. O primeiro passo é fazer um cronograma de refeições para os próximos 7 ou 15 dias, aproveitando da melhor maneira cada alimento. Na sequência, preparar uma lista e ir ao supermercado.

Contudo, não necessariamente o estabelecimento mais perto da sua casa será o que tem o melhor preço. Por isso, avalie o custo-benefício e tempo, pois às vezes compensa pegar o carro e visitar uns dois ou três supermercados para pesquisar preço e comprar os produtos com melhor oferta. Assim, você economiza na sua lista e nas idas às compras.

7. Tenha atenção a possíveis vazamentos

A conta de água também requer atenção, pois além de gerar economia para o seu bolso, contribui, significativamente, com o meio ambiente — o que impacta todas as pessoas. Por isso, não basta se preocupar em reutilizar água e desligar as torneiras ao ensaboar a louça na pia ou ao escovar os dentes.

Sabe quando o chuveiro ou aquela torneira fica pingado? Pois é, no fim do mês a sua conta pode vir mais cara devido esse vazamento. Além disso, é interessante verificar a válvula da descarga no banheiro, pois caso tenha algum problema também pode implicar em mais gastos. Por isso, não deixe de fazer esse tipo de manutenção na sua casa.

8. Poupe energia elétrica

A conta de energia é uma das principais vilãs quando o assunto é economizar nas contas da casa, ainda mais quando a tarifa sofre vários aumentos, como vem acontecendo nos últimos meses. Por isso, pensar na economia de luz não pode ficar de fora dessa lista, mas não é nada que vá tirar o seu conforto.

O ideal é aproveitar ao máximo a luz natural do dia e deixar as lâmpadas apagadas, logo abra todas as janelas para iluminar os ambientes. Porém, caso durante o dia seja inevitável utilizar a luz artificial para clarear um cômodo, considere usar lâmpadas fluorescentes ou de LED, em alguns meses você verá a diferença no valor do seu consumo.

A mesma atenção vale para uso de aparelhos como TV e micro-ondas, pois geralmente eles ficam com uma luz acesa quando estão desligados, mas conectados à tomada. Essa luz, pode não parecer, mas consome energia durante o dia todo. Por isso, desligue da tomada quando não estiver em uso os aparelhos.

Outro vilão que parece inofensivo é o notebook! As pessoas costumam deixar conectadas a bateria na tomada, mesmo quando a carga total do dispositivo foi concluída. Portanto, tenha atenção e quando carregar 100% o aparelho, desconecte o carregador a energia para garantir mais economia.

Para economizar nas contas de casa, é importante desenvolver o hábito de ter um controle mensal das suas finanças. Isso vai contribuir para que você saiba exatamente o que está acontecendo com o seu orçamento doméstico. Por isso, planeje fazer a tarefa de medir os seus gastos nas últimas semanas e calcule uma média para gastos dos próximos dias, assim você divide o dinheiro conforme cada necessidade, respeitando o limite disponível.

Achou interessante essa ideia? Ajuste o seu orçamento aprendendo a diferenciar gastos essenciais daqueles que são supérfluos.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
attach_money
Planejamento Financeiro

Conheça 6 melhores formas de investimento para a melhor idade

attach_money
Planejamento Financeiro

Planejamento financeiro para autônomos: 10 boas práticas para realizar seus objetivos

attach_money
Planejamento Financeiro

Reserva de emergência: por que é importante e por onde começar