Você sabe como é a aplicação financeira do grupo de consórcio?

Saiba neste artigo se uma aplicação financeira é o mesmo que consórcio e como tomar a melhor decisão em relação à carta de crédito!
  • Atualizado em November 1, 2021
  • Publicado em November 1, 2021
  • Consórcio

Antes de se aprofundar na aplicação financeira, torna-se necessário falar sobre como funciona o consórcio. O consórcio é uma modalidade de aquisição na qual diferentes pessoas se reúnem com o mesmo objetivo de comprar um bem em comum. Os participantes realizam pagamentos mensais, formando um fundo comum que possibilita as contemplações.

Ao longo do prazo de duração do consórcio, são realizadas as assembleias mensais. Nessas assembleias, acontecem as contemplações dos consorciados, que podem ser por sorteio ou lance. No sorteio, um ou mais participantes são definidos aleatoriamente para ter acesso à carta de crédito. Já o lance é quando o participante oferece um valor correspondente à antecipação de parcelas do consórcio, a fim de aumentar suas chances de contemplação.

Os grupos de consórcio são formados por uma quantidade limitada de integrantes, que contribuem com parcelas para a poupança coletiva. A duração de cada grupo tem prazo determinado, de acordo com o contrato. Até o final de sua vigência, todos os integrantes receberão suas cartas de crédito com seus valores atualizados.

Como acontece a aplicação financeira do grupo de consórcio?

A modalidade de aplicação financeira ao qual os recursos do grupo são submetidos podem ser definidas pelos próprios participantes na primeira Assembleia Geral Ordinária. As informações se a aplicação será feita em fundos de investimentos ou no formato de títulos públicos devem constar na ata de constituição da primeira Assembleia.

No momento da contemplação, o papel da administradora é repassar o valor da cota adquirida para a aplicação. Em função disso, acontece o rendimento da quantia (carta de crédito ou saldo não usado até o momento). Quando o contemplado for usar o valor, nesse caso, o saldo terá uma rentabilidade muito interessante.

Carta de crédito

Todo mundo já ouviu falar sobre a carta de crédito, mas, você sabe o que ela representa na prática? Pois bem, detalhar a carta de crédito é essencial para entender a aplicação financeira no grupo de consórcio. Basicamente ela corresponde ao valor que representa o bem do consórcio.

Em consequência disso, sempre que o cliente é sorteado ou é contemplado por lance, ele automaticamente recebe a sua carta de crédito. Outro ponto que precisa ser ressaltado é que essa carta simboliza dinheiro, mas, na prática, não é dinheiro vivo.

Após a cota contemplada, Administradora fará uma análise de crédito para verificar se o cliente contemplado está apto para a realizar a aquisição. Neste momento serão conferidas algumas informações e outros critérios exigidos em contrato.

Com a aprovação da administradora, será emitida uma autorização de faturamento, contendo o valor a ser pago no bem, nome do vendedor e outros dados referentes à transação.

Com estes passos concluídos, a administradora realizará a transferência do valor do bem diretamente para o vendedor via depósito em conta.

Outro ponto importante é que a carta de crédito só é repassada em dinheiro quando o contemplado decide não usá-la para os fins acordados inicialmente — e será possível retirar os valores em conta depois do fim de todas as etapas ou se o consorciado estiver quitado e com a cota contemplada há 180 dias.

Correção diária

Para quem tem dúvidas sobre como funciona a correção do crédito contemplado, saiba que esse processo acontece diariamente e a rentabilidade acontecerá conforme o valor integral. Os números exatos dos percentuais de rendimento devem ser consultados com a administradora do seu consórcio.

Agora ficou claro como funciona a aplicação financeira dentro do grupo do consórcio? O mais importante é entender que todo esse procedimento funciona como um investimento em longo prazo. Então, conte com a ajuda de uma administradora experiente e que seja referência no mercado para tirar todas as suas dúvidas em relação ao crédito, a fim de que você tome as melhores decisões.

Gostou das informações? Então, saiba agora o que é autofinanciamento, veja as suas principais vantagens e entenda como ele se relaciona com os consórcios!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
monetization_on
Consórcio

Veja 5 dicas de como usar o crédito contemplado em um consórcio!

monetization_on
Consórcio

O que faz uma administradora de consórcio e como escolher a ideal?

monetization_on
Consórcio

O que é autofinanciamento e quais as principais vantagens?