Casa do futuro: confira as 7 tecnologias mais esperadas

Conheça as características de uma casa do futuro e como você pode aderir a algumas dessas vantagens na sua moradia!
  • Atualizado em June 25, 2021
  • Publicado em June 25, 2021
  • Seu imóvel

A casa do futuro é uma tendência que vem ganhando espaço ao longo dos anos. A proposta é ter uma moradia inteligente e automatizada, que permite o controle de várias funcionalidades por meio de voz ou comandos pelo smartphone.

Entre as suas vantagens, estão a economia de energia e a maior segurança aos moradores. Portanto, conheça nesta leitura os principais recursos que uma casa tecnológica possui.

Afinal, algumas dessas características podem ser adaptadas para a sua residência e oferecer um melhor custo-benefício para sua vida. Veja a seguir as 7 tecnologias da casa do futuro!

1. Assistentes pessoais

Entre essas modernidades, a assistente virtual ou assistente pessoal vem com a proposta de facilitar a vida dos moradores da casa. Essa assistente funcionará de modo inteligente, assim como os demais recursos automatizados na casa. Ao dar um comando, ela pode fazer uma consulta na sua agenda, informar sobre o tempo, tocar uma música e prestar outros serviços. É como se você estivesse conversando com uma pessoa real!

2. Automação

Para a casa do futuro funcionar como é imaginado, a automação é necessária. Esse recurso vai garantir muito mais funcionalidade e conforto para os moradores, pois você dará comandos de voz ou pelo celular, por exemplo, e a casa inteligente responderá.

Entre as facilidades, estão acender ou reduzir as luzes, fechar ou abrir cortinas, abrir a porta, ligar a máquina de lavar ou o ar-condicionado, entre outras. Além disso, por que não consultar o que tem na geladeira e produtos próximos ao vencimento por meio de notificações no celular?

São facilidades como esta que estarão na palma das nossas mãos graças à automação e integração com eletrodomésticos. A tendência é de cada vez mais casas possuírem tecnologias deste tipo.

3. Eletrodomésticos com conexão

Essa automação harmoniosa não depende só de a casa ter os sensores para responder aos seus comandos. Nesse sentido, os eletrodomésticos devem ser inteligentes e ter a devida conexão para atender às funcionalidades da casa do futuro.

Por isso, já estão disponíveis no mercado alguns eletrodomésticos inteligentes, como a geladeira que pode ser conectada ao seu smartphone e enviar as notificações de produtos que estão sobrando, faltando ou prestes a acabar.

Para exemplificar, imagine que você esteja no supermercado e não lembre se tem um produto em casa? Basta consultar a geladeira por meio do smartphone para ter essa informação!

Outro aparelho que aceita o controle por meio do celular é o ar-condicionado, e essa versão do eletrodoméstico já está à venda no Brasil. Por meio de comandos via smartphone, você pode controlar a temperatura dos ambientes, estando em casa ou antes de chegar. Muito legal, não é mesmo?

4. Energia renovável

A casa do futuro vai gerar menos impactos negativos para o meio ambiente, já que uma das propostas dessa tecnologia é reduzir os efeitos negativos causados na natureza. Portanto, a geração e o uso de energia não poderiam ficar de fora.

Visando a sustentabilidade, a energia renovável é algo que não para de crescer, sendo uma tendência para as casas do futuro. Ao que tudo indica, além da possibilidade de aproveitar melhor a luz natural do dia como fonte de energia, será possível reciclar o próprio lixo em casa para transformá-lo em energia.

5. Iluminação inteligente

A iluminação inteligente também faz parte da proposta da casa do futuro. Além de gerar mais conforto para os moradores, traz benefícios para o bolso do proprietário e para o meio ambiente. Geralmente, as lâmpadas são produtos baratos, porém determinantes quanto ao consumo de eletricidade. Assim, os modelos inteligentes podem influenciar ainda mais na economia.

Por meio da automação, esse tipo de lâmpada pode ser controlado pelo smartphone. Além disso, influenciará na temperatura da cor do ambiente, podendo ficar mais quente ou frio, o que deixa os cômodos mais aconchegantes.

6. Reguladores de temperatura

Outro item quase que obrigatório para uma casa do futuro é o regulador de temperatura dos ambientes. Alguns sistemas permitem o controle de cômodos separadamente. Assim você pode regular a temperatura de cada ambiente de forma independente, refrigerando ou aquecendo conforme a preferência de cada usuário.

Essa automação pode ser programada via smartphone, tablet e até notebook. Existem algumas opções no mercado que, além de regular a temperatura, têm outras funções, como pesquisa de informações e tocador de música. A proposta é oferecer mais conforto para os moradores, principalmente em regiões de muito calor ou frio.

7. Sensores

Uma casa do futuro, além de ser muito funcional e sustentável, não pode negligenciar a segurança, não é mesmo? Afinal, esse é outro fator com o qual a maioria das pessoas se preocupa. Assim, os sensores são dispositivos muito buscados para as residências, já que contribuem com a segurança da moradia.

Para monitorar o ambiente, o principal sensor de presença utilizado é o smart lock, que funciona ao identificar a aproximação por meio de presença, aplicativo de celular ou biometria. Ele é encontrado com facilidade em estabelecimentos comerciais e residenciais que precisam de mais segurança. Esse tipo de sensor pode ser comprado em kit para instalar nas janelas e portas dos cômodos.

Também há sensores que são usados para regular os sistemas de iluminação, de forma que as luzes sejam acesas automaticamente quando há a presença de uma pessoa. Assim, essa tecnologia também contribui para a redução da conta de luz.

O conceito de casa do futuro chegou para ficar, e a tendência é melhorar ainda mais e ampliar os recursos disponíveis. Você pode buscar alguns serviços no mercado para ir se adaptando a essa tecnologia. Além disso, não deixe de pesquisar mais oportunidades para automatizar a sua residência.

Agora que você sabe mais sobre a casa do futuro, aproveite para conhecer quais são as características de um imóvel de alto padrão.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

Existe diferença entre reformar e restaurar? Venha descobrir!

home
Seu imóvel

O que é e como posso calcular a variação do INCC?

home
Seu imóvel

9 cuidados para quem tem animais de estimação em apartamento