Confira nossas dicas de planejamento para reformar a cozinha!

Confira este post e descubra como fazer a reforma da cozinha sem dor de cabeça com foco em praticidade.
  • Atualizado em September 16, 2021
  • Publicado em September 16, 2021
  • Seu imóvel

Se você tem o objetivo de reformar a cozinha, saiba que é preciso se planejar adequadamente para ter um bom resultado. Como esse ambiente costuma ter bastante movimento, além das questões de orçamento e qualidade, os moradores devem montar uma dinâmica que permita seguir com o funcionamento da casa.

A partir disso, lembre-se de que a nova cozinha não deve ser apenas moderna, mas também funcional, confortável e extremamente prática. O segredo está em tomar cada decisão com um olhar estratégico conforme as possibilidades oferecidas pela estrutura do espaço e os objetivos das mudanças.

Quer saber mais? Vamos mostrar dicas essenciais para transformar a cozinha e garantir o ambiente dos sonhos. Leia a seguir!

Defina um cronograma detalhado

Montar um cronograma que defina em detalhes a reforma é o principal segredo para evitar erros que comprometem o resultado da reforma. Afinal de contas, antes de botar a mão na massa, é preciso colocar na ponta do lápis o que será necessário mudar, o orçamento disponível e como ficará a cozinha ao final.

Esse projeto deve incluir também os tipos de serviços que precisam ser contratados, o tempo médio de duração e como ficam as dinâmicas das refeições na casa enquanto acontecem as mudanças. Pode até parecer trabalhoso em um primeiro momento, mas a organização inicial impede que um item que não caiba nas medidas do ambiente seja comprado e cause transtornos, por exemplo.

Sem contar que muitas reformas começam bem, mas passam bastante tempo paradas porque as questões técnicas estavam incorretas. Então, o planejamento precisa incluir pontos como distribuição da iluminação, áreas para a circulação de pessoas entre as bancadas e a otimização dos acessórios na hora de cozinhar.

Faça a lista de materiais

Depois do cronograma inicial em que você já sabe o que deseja mudar, chega o momento de listar os materiais necessários para a reforma. Aqui, o mais interessante é dividir os procedimentos por partes com o objetivo de calcular a quantidade adequada.

Vai trocar o piso e pintar as paredes ou será uma mudança completa com substituições de móveis e rede elétrica? Tudo isso interfere no orçamento e nos materiais exigidos. Por esse motivo, se torna importante fazer esse cálculo previamente com um escopo mínimo das transformações pretendidas na reforma da cozinha.

É muito comum que, nesse estágio do planejamento, ainda não estejam definidos os profissionais responsáveis pela obra. Dessa forma, confirme com eles no futuro a lista de materiais e, caso seja possível, deixe uma reserva no orçamento para possíveis mudanças nos materiais.

Realize vários orçamentos

Agora que a nova cozinha já está planejada na teoria, chega o momento de procurar pelos orçamentos dos serviços. O mercado de reformas é muito amplo e, por isso, evite tomar uma decisão de primeira. Para encontrar o serviço ideal, se torna necessário fazer vários orçamentos e avaliar recomendações de trabalhos anteriores com a intenção de alinhar as expectativas.

Além disso, ao consultar vários prestadores, surge uma visão panorâmica do que será indispensável contratar, das condições de pagamentos, do tempo da obra e da qualidade dos materiais disponíveis. Claro que não precisa pedir orçamento em todas as opções que encontrar pela internet.

A intenção é reunir algumas empresas que se encaixam com seus objetivos e fazer comparativos conforme os seus ideais. Em algumas situações, mesmo com pequenas alterações de preço, o material utilizado pode ser diferente ou o tempo de entrega mais curto.

Contrate mão de obra especializada

Apesar de ser necessário colocar vários itens na balança durante a escolha dos prestadores de serviços, uma questão não é negociável: a mão de obra especializada.

Todo mundo conhece alguém que se arrisca a fazer mudanças em casa sem ter o conhecimento técnico para isso. Pode até funcionar em processos simples, mas, na hora de reformar a cozinha, você precisa de uma equipe especializada no assunto.

Programe a demolição

Se for necessário demolir paredes, a programação precisa acontecer com bastante antecedência. Converse com os profissionais envolvidos o tempo que será preciso para concluir o processo e tente reduzir ao máximo. Isso porque o espaço das refeições fica inutilizado e se você e sua família permanecerem na casa durante a reforma será preciso improvisar com alimentação fora ou delivery.

Outra questão que reforça a importância de gerenciar o quebra-quebra é o incômodo causado aos vizinhos. Então, tenha cuidado sempre com o período de maior barulho, resíduos de poeira que podem se espalhar e se informe sobre as limitações caso a reforma seja feita em um apartamento.

Reaproveite o que puder

Para reformar a cozinha e deixá-la funcional e estilosa não é preciso ter tudo novo. Uma sugestão bastante interessante envolve reaproveitar tudo o que puder para concentrar os gastos no que realmente for indispensável e conseguir opções com mais qualidade.

Dentro deste contexto, existe a possibilidade de reformar um armário antigo ou outros itens, como o piso, que pode ser pintado ou personalizado. Além de ser uma economia, o ambiente ainda ganha um toque de identidade único e fica muito mais estiloso.

Priorize móveis planejados

Calcular bem cada espaço do ambiente se mostra decisivo no momento da reforma para ter certeza de que tudo será bem aproveitado e evitar imprevistos. Em função disso, não importa se você conta com bastante espaço ou não, os móveis planejados são sempre uma excelente opção para tornar a cozinha moderna, funcional e bem decorada.

Especialmente em apartamentos, o ambiente da cozinha costuma ter formatos muito específicos. Os planejados trazem economia e ergonomia na medida certa quando a necessidade é, por exemplo, guardar muitos utensílios.

Vale ressaltar que, com planejados, também se torna mais fácil manter o ambiente organizado, já que cada coisa é devidamente pensada e nada fica espalhado. Esse tipo de planejamento se aplica ainda na funcionalidade da cozinha como um todo por garantir que os móveis não vão cobrir as tomadas quando são maiores do que o esperado.

Gostou das informações do artigo? Então entre em contato com a Racon Consórcios e encurte a distância entre você e seu sonho de reforma.
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
home
Seu imóvel

Como funciona a análise de crédito para a aquisição de um imóvel?

home
Seu imóvel

Contratar um consórcio para comprar casa de praia? Entenda!

home
Seu imóvel

Vale a pena investir em um terreno na praia? Veja como adquirir um!