Meu Primeiro Carro

Motos 2020: veja os melhores modelos para comprar e como fazer isso

Ainda na dúvida sobre qual moto escolher? Confira quais são os melhores modelos para comprar em 2020!

O cenário está positivo para quem gosta de motos. Para você ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) indicou que o setor teve um crescimento de 14,84% em 2019. Seja pela paixão pelos veículos de duas rodas, seja pela economia na hora do abastecimento, chegou a hora de conferir algumas sugestões de motos 2020.

Para tomar a melhor decisão de compra, é preciso levar em consideração seu estilo de vida e a usabilidade que pretende dar para o veículo. Pela ampla variedade oferecida no mercado, essa é a melhor maneira de evitar equívocos no momento de escolher o modelo.

Pensando nisso, nós elaboramos este post para tirar suas dúvidas sobre os melhores modelos de motos do ano. Confira!

Aprenda a diferenciar os modelos

Os modelos disponíveis no mercado estão divididos em 12 categorias. Falaremos sobre as principais nos tópicos a seguir.

Scooter ou Cub

São as motonetas com motores de 50 a 150 cilindradas. A identificação visual é simples, já que o piloto vai sentado em vez de montado. Um modelo bastante popular, desde sempre, é a Honda Biz.

City ou Street

Com motores de baixa cilindrada, entre 100 e 150, essas motocicletas atingem até 160 quilômetros por hora, sendo ideais para uso nas cidades. Essa categoria é a que mais vende no Brasil, com destaque para a popular linha CG, da Honda.

Trail ou Fun

Essas motos podem ser usadas tanto para estrada quanto para a cidade. São modelos mais leves, com para-lamas mais altos. Em 2019, o modelo Honda NXR 160 Bros se manteve na liderança. O emplacamento ultrapassou a marca de 120 mil unidades.

Naked ou Rodster

São motos maiores, sem carenagem e de cilindrada média ou alta, mas que podem ser usadas no cotidiano.

Conheça as diferenças entre as motos 2020

Agora que você tem ao menos uma ideia dos principais tipos e entende a usabilidade de cada um, chegou o momento de escolher sua moto em 2020. Lembre-se de que, embora as linhas estejam em constante aperfeiçoamento, boa parte dos modelos disponíveis está no mercado há bastante tempo. Eles reaparecem por meio de lançamentos anuais ou bianuais que trazem pequenas alterações no design e no motor.

Nos próximos tópicos, nós listamos alguns exemplos de motos muito procuradas no mercado. Você conhecerá:

1. Honda Biz;
2. Honda Pop 110i;
3. Honda CG 160;
4. Yamaha Crosser 150 Z ABS;
5. Yamaha Lander 250;
6. Kawasaki Ninja 300;
7. BMW F 900 XR;
8. Haojue DR 160 Fi;
9. Honda CB 650R.

Vamos lá?

1. Honda Biz

Essa motoneta é uma das queridinhas entre os que estão fazendo sua primeira aquisição. Como é uma Cub, o piloto não monta, como em outras motos, mas se senta para dirigir, mantendo os pés próximos ao chão. Para quem está começando ou ainda não tem segurança, é uma ótima opção.

Se comparada a outras motos, a Honda Biz é leve, e o vão entre o assento e o guidão facilita o acesso de pessoas de baixa estatura. Soma-se a isso o preço acessível, a boa mecânica e o baixo consumo de combustível. Todo esse conjunto de vantagens ajuda a colocá-la entre os modelos mais vendidos no Brasil.

2. Honda Pop 110i

Lançado pela primeira vez em 2007, esse modelo é atualmente um dos mais acessíveis da montadora japonesa. Em 2019, as vendas superaram a casa das 100 mil unidades, o que manteve a Pop 110i como a quarta moto mais vendida do país. Entre as Cub, ela fica atrás apenas da Honda Biz.

A Pop 110i passou por revisão recentemente, com mudanças na injeção eletrônica que garantem o máximo rendimento com menor consumo de combustível. Ela também está mais segura, com design mais refinado e resistente.

Quanto ao design, o grande destaque é o banco, que manteve textura exclusiva, na cor vermelha (também disponível na cor preta). O resultado final é um assento muito mais confortável, aliando estilo e funcionalidade. O painel também merece atenção especial, pois oferece luzes indicadoras que facilitam a visualização da reserva do combustível.

No quesito segurança, a Pop 110i conta com um sistema inovador de freios CBS (Combined Brake System), cuja frenagem é distribuída em ambas as rodas de maneira equilibrada. Além disso, há um conjunto óptico mais robusto, que alia piscas melhores com uma lanterna traseira moderna, a qual ajuda na pilotagem durante a noite.

3. Honda CG 160

Própria para uso cotidiano em centros urbanos, essa foi a moto mais vendida do Brasil em 2019. Ao longo do ano passado, foram comercializadas quase 308 mil motos Honda CG 160.

O modelo oferece baixo custo de manutenção, além de ser extremamente econômica, em comparação com os demais da mesma categoria. Com uma velocidade maior que a da Biz, ela não apresenta o assento baixo. A linha está disponível em 4 versões: Titan, Start, Fan e Cargo.

Em comemoração aos 25 anos de vendas da CG 160 Titan, a Honda lançou um modelo especial: a Titan S. Com um design e cores (preto, vermelho e branco) únicos, a montadora apresentou ao público uma moto popular com uma roupagem premium.

4. Yamaha Crosser 150 Z ABS

A nova versão da Crosser 150 Z ABS chegou ao mercado, muito mais robusta e versátil, permitindo uso de gasolina ou etanol, com melhor desempenho e performance.

Ela apresenta um visual off-road e está apta a ser usada em terrenos diversos, inclusive trail, por conta do para-lama alto, dos protetores de suspensão dianteira e da própria suspensão em link, que ajuda a absorver o impacto. Os pneus on-off aguentam o tranco na hora de andar pela trilha.

Além disso, ela tem um sistema exclusivo de resfriamento do motor, que protege o item de problemas causados por superaquecimentos. O painel e assento também foram revisionados e estão mais completos, oferecendo mais conforto e segurança.

As novidades não param por aí, a Crosser 150 também tem novos freios ABS de série, o que evita travamento na roda dianteira em frenagens bruscas.

5. Yamaha Lander 250

Verdadeira on-off, a Yamaha Lander 250 é uma moto mista que transita muito bem entre a trilha e o asfalto. Apresenta maior cilindrada e mais velocidade, respondendo melhor às dificuldades das estradas de terra. Além de imponente, a Lander 250 é uma moto moderna, confortável e com visual urbano.

O modelo apresenta freio ABS na frente, mudanças no guidão, na traseira e na carenagem, além de farol de LED.

Apesar da cilindrada maior, ela ainda é considerada uma moto econômica, porque apresenta um consumo estimado de 36 quilômetros por litro, na gasolina. É importante destacar que esse modelo pesa cerca de 10 quilos a mais que suas concorrentes, o que pode se tornar um ponto negativo.

6. Kawasaki Ninja 400

A montadora é conhecida por suas motos grandes, que transitam entre as categorias Naked e Esportiva. A linha Ninja tem opções de altas cilindradas, o que permite alcançar velocidades maiores. Por ser mais robusta, ela também apresenta maior estabilidade.

Sem carenagem e com o guidão alto, esse modelo é extremamente confortável para o piloto. Mesmo em uma viagem um pouco mais longa, a Ninja 400 é agradável e segura. Ao mesmo tempo, pode ser utilizada tranquilamente no cotidiano.

Em 2020, foi lançada uma versão de 400 cilindradas com motor potente e outras novidades, como a lanterna traseira com lâmpadas de LED e o farol duplo na parte frontal.

7. BMW F 900 XR

A montadora alemã continua investindo no Brasil. Exibida no EICMA, Salão de Milão, a moto F 900 XR conta com um para-brisa charmoso e que também contribui para o ganho aerodinâmico do design. Especialmente desenvolvida para os pilotos que viajam bastante, essa BMW vem com um tanque que suporta até 15,5 L de combustível. As curvas também estão mais suaves devido ao conjunto de suspensões — com barras invertidas.

8. Haojue DR 160 Fi

Menos conhecida por aqui, a Haojue DR 160 Fi tem suas vendas previstas para começarem em 2020 em território brasileiro. O modelo é fabricado por uma montadora chinesa e exibe linhas simultaneamente esportivas e urbanas. Outros destaques são o visor de LCD e a inversão dos eixos da suspensão na roda dianteira.

9. Honda CB 650R

Finalizando a nossa lista de motos 2020, voltamos à Honda com o seu modelo CB 650R. O design de mais um clássico da montadora vem com um visual que mistura o nostálgico com o moderno, o que chama a atenção de qualquer um. Isso fica evidente no farol, com iluminação totalmente em LED, mas que não abandona o estilo clássico.

Internamente, o motor trabalha com uma potência máxima de 88,4 cv. Seguindo a tendência das suspensões invertidas, a Honda também equipou o modelo com a mesma infraestrutura.

Disponível somente a partir de março de 2020, a nova CB 650R vem com um sistema deslizante na embreagem, o que facilita a execução do movimento.

Analise os prós e contras

Antes de fazer sua escolha, você deve ponderar os prós e contras de cada modelo. Evite, ao máximo, comprar por impulso. Caso contrário, você corre o risco de arcar com uma conta para a qual não se planejou o suficiente.

Planejamento financeiro

Para que a compra da sua moto 2020 não acabe se transformando em um problema no futuro, lembre-se de traçar um planejamento financeiro cuidadoso. Verifique todos os gastos adicionais, como impostos, seguro, taxa de transferência e revisão.

Não será possível realizar a compra à vista? Sem problema! Nesse caso, entretanto, o cálculo deve ir além do valor de cada parcela. O ideal é programar essa aquisição com antecedência para fugir dos juros que existem em diversos modelos de compra parcelada. Uma boa opção, aqui, é o consórcio de motos.

Adequação às necessidades

Ao comprar uma moto, seja firme quanto às motivações da aquisição. Além de dar conta da sua demanda cotidiana, o veículo escolhido precisa estar alinhado com suas condições financeiras.

Tenha cuidado para não selecionar um modelo que extrapole o orçamento previsto, o que pode causar problemas financeiros daqui a algum tempo. Por outro lado, também não adianta querer fazer economia a qualquer custo e, por isso, adquirir uma moto incapaz de suprir as necessidades do momento. O segredo é pesquisar as alternativas do mercado com o foco voltado ao melhor custo-benefício.

Características ergonômicas

A ergonomia traz um conceito muito importante. Trata-se do quanto a moto é capaz de se adaptar e oferecer conforto ao corpo do piloto. É justamente isso o que faz com que o uso prolongado da moto seja agradável.

Faça um test drive para ver se a altura da moto e o assento estão de acordo com suas características físicas. Perceba também se você consegue colocar os pés no chão com facilidade na hora de descer da moto. O último detalhe parece banal, mas é muito importante para evitar acidentes.

Conheça as condições de pagamento

Existem três possibilidades básicas de pagamento. Na primeira delas, à vista, o cliente poupa com antecedência e consegue pagar todo o valor de uma vez só. Esse formato é ótimo e costuma proporcionar bons descontos ao comprador. Na prática, porém, a maior parte dos brasileiros não tem dinheiro guardado.

Outra forma possível é por meio do consórcio. Com ele você parcela o valor total do bem e ainda assim tem a possibilidade de adquirir seu veículo como se fosse à vista, por meio da carta de crédito. Para tanto, é necessário ser contemplado — seja por sorteio ou lance.

Uma das principais vantagens do consórcio é a ausência de juros sobre as parcelas. Em vez disso, o consorciado pagauma taxa de administração, que tem um valor bem mais acessível se comparado com outras formas de aquisição parcelada. Outro ponto positivo é a manutenção do poder de compra, ou seja, o valor do crédito é reajustado periodicamente de acordo com o índice definido em contrato. O importante é que você esclareça todas as dúvidas sobre o consórcio de motos antes de optar por essa alternativa.

No financiamento, você tem acesso ao recurso imediatamente. Em contrapartida, o total a ser pago é encarecido pela cobrança de encargos. Além disso, outro complicador é a porcentagem de entrada no veículo, que geralmente fica em torno de 20% do valor.

Para identificar qual é a melhor opção, basta efetuar um comparativo. Veja qual é o valor final que você terá que desembolsar para quitar a compra da moto em cada uma das alternativas. Assim, você consegue definir a melhor opção para a sua necessidade.

Por fim, se você deseja comprar uma moto 2020, faça um planejamento financeiramente apropriado para isso. Com todas as nossas dicas, você tem em mãos todos os elementos possíveis para realizar a melhor escolha.

E, se ficou alguma dúvida relacionada ao consórcio, nós temos a solução: baixe agora mesmo o nosso guia gratuito sobre o funcionamento do consórcio de motos!
Guia Consorcio De Motos Banner Artigo Blog

Racon Blog

Por Racon Blog

Data Publicado em 26 de Abril de 2019 | Atualizado em 27 Fevereiro de 2020.

motos 2020 motos 2020 melhores motos melhores motos motos 2020 brasil motos 2020 brasil

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.