Meu Primeiro Carro

Quais são as melhores cores de carro para facilitar a revenda?

Está pensando em trocar de carro? Descubra quais são as cores que menos desvalorizam o veículo!

Quem procura um carro para comprar sempre se lembra de pesquisar os modelos, a potência, o preço das manutenções e do seguro, o conforto e espaço interno, o consumo de combustível, os acessórios, entre outros fatores relevantes. Mas muitos se esquecem de um detalhe que pode fazer muita diferença na revenda: a cor.

As cores de carro são mais importantes do que muitas pessoas imaginam. Quem quer vender e transferir o veículo com facilidade no futuro, precisa escolher a cor de forma estratégica.

Quer saber quais são as cores mais adequadas para que você não tenha dificuldades em vender seu carro daqui a alguns anos? Veja nossas dicas!

Por que a cor é um fator importante na revenda?

As pessoas que compram carros seminovos costumam seguir algumas tendências do mercado. Por exemplo, veículos populares, com baixo consumo e manutenção barata, são os mais procurados. Mesmo que o comprador deseje um carro importado, ele pode seguir as dicas de especialistas e optar pela praticidade de outro modelo.

Isso também acontece em relação às cores. Geralmente, os compradores procuram por tons mais comuns e que sejam de manutenção mais simples. Por isso, comprar um carro de cor exótica pode trazer uma dor de cabeça quando você quiser trocá-lo depois.

Como saber quais são as cores de carro campeãs?

Com uma observação atenta é possível identificar quais são os tons preferidos dos consumidores, mas a empresa PPG, fabricante de tintas e revestimentos, oferece uma ajuda. Todos os anos ela realiza uma pesquisa sobre cores automotivas, montando um ranking com as mais escolhidas pelos proprietários em cada continente.

Na América do Sul, em 2016, o branco e o prata lideraram isoladamente e foram seguidos pelas cores preto, cinza e vermelho. Por esse resultado, é possível perceber que os consumidores latinos ainda são conservadores e preferem tons mais discretos na hora de comprar um carro.

Quais são as vantagens de cada cor?

Certamente, a sua compra não vai ser guiada apenas pela cor mais vendida. É preciso conhecer um pouco mais as opções e avaliar suas vantagens e desvantagens. Por isso, separamos algumas informações importantes sobre cada tom do ranking:

Branco

Por serem os preferidos dos consumidores nos últimos anos, os carros brancos estão segurando melhor o preço e enfrentando um pouco menos de desvalorização, se comparados às outras cores.

Uma das vantagens do branco é que os fabricantes aproveitaram a moda e investiram na diversidade dessa cor. Hoje é possível comprar um carro 0km em várias tonalidades — como o branco puro ou o pérola. Essa é uma informação interessante para quem gosta da parte estética e quer um carro diferenciado, mesmo na cor mais comum.

Outro benefício da cor branca é que ela é facilmente mantida. As lavagens normais no carro já conseguem manter o brilho e a beleza da pintura. Além disso, a poeira e as sujeiras não ficam tão evidentes quando o carro tem essa cor.

Entretanto, também há desvantagens. Muitas montadoras aproveitam a alta procura para lucrar, por isso, o branco geralmente é vendido como opcional. Isso significa que o preço do carro pode aumentar bastante, dependendo do tom escolhido.

Além disso, a poeira pode não ficar evidente no branco, mas os riscos e arranhões se destacam mais nas latarias dessa cor. Outra desvantagem tem a ver com sua segurança: como esse tom é mais comum, os carros brancos costumam ser mais visados por ladrões, já que permitem que eles se camuflem mais facilmente.

Prata

A cor prata é uma boa alternativa ao branco, por isso vem ganhando a preferência de mais brasileiros a cada ano. Ela continua sendo discreta, mas agrega um pouco mais de charme ao carro.

Uma vantagem é que a poeira e os riscos na lataria ficam menos evidentes em veículos pintados com essa cor. Outro ponto positivo é em relação à dirigibilidade: carros prata refletem mais luz à noite, por isso, ficam mais visíveis nas vias e podem garantir uma segurança maior para o motorista. Para pessoas que realizam muitas viagens, essa é uma boa opção.

A desvantagem do prata fica a cargo do seu preço. Não é tão fácil chegar nessa cor, porque o fabricante precisa usar pigmentos especiais, por isso, ela custa mais caro. Mas esse aumento pode valer a pena, já que o tom segura preço na revenda.

Preta

Essa costuma ser a escolha de quem não quer errar no tom e não deseja ter muito trabalho definindo a cor do veículo. O preto é um tom básico, clássico e simples. Com certeza é uma das cores de carro que menos desvaloriza na revenda.

Além dessa vantagem, a cor preta também garante uma maior visibilidade para quem dirige durante o dia. Para rodar à noite ou em dias nublados, entretanto, não é a melhor opção, pois ele fica menos visível, já que não reflete muito a luz.

Uma das maiores desvantagens do preto é em relação à limpeza do carro. O seu veículo não vai parecer limpo por muito tempo. A sujeira e as partículas de poeira costumam ficar bem aparentes no carro, além dos riscos na lataria. Assim, quem escolhe essa cor precisa cuidar da estética com mais frequência.

Cinza

As vantagens e desvantagens do cinza são bem parecidas com as da cor prata, já que são tons próximos. O cinza é uma opção para quem quer se diferenciar, mas sem ousar muito.

Ele ainda é discreto e segura o preço na revenda, mas quebra um pouco a tradição e seriedade dos tons branco, prata e preto. Por isso, é uma cor que está crescendo no ranking de preferência do público.

Para quem busca um tom neutro, mas quer ser menos visado por criminosos, o cinza é uma boa alternativa ao branco. A desvantagem é que os riscos nos carros cinza ganham destaque, por isso, o motorista precisa de mais atenção ao dirigir e estacionar.

Vermelha

Ela está na última colocação, mostrando que os brasileiros ainda não estão prontos para ousar. Mas se você deseja um carro com mais personalidade, o vermelho, com certeza, é a melhor opção para segurar preço na revenda — prefira ele aos verdes ou azuis, por exemplo.

Uma vantagem desse tom é o seu preço, pois as montadoras não costumam cobrar caro pela pintura. Além disso, ela agrega beleza ao carro. Há o mito de que veículos dessa cor estão mais expostos a acidentes, mas o vermelho é um tom com boa visibilidade nas ruas.

Depois dessa análise detalhada, você já sabe tudo sobre como as cores de carro impactam o seu valor de revenda. Também conhece as vantagens e desvantagens dos principais tons. Para segurar a desvalorização do veículo, considere essas informações quando for escolher a pintura do seu próximo carro.

Antes de adquirir um veículo, baixe nosso guia completo!

Como Adquirir Seu Primeiro Veiculo