Meu Primeiro Imóvel

Construir ou comprar casa? O que vale mais a pena hoje?

Leia este conteúdo e entenda os prós e contras em relação à construção ou à compra de uma casa.

Investir no mercado imobiliário é uma alternativa muito interessante para a grande maioria das pessoas, especialmente por conta da enorme valorização que o setor tem no nosso país. No entanto, a área possibilita muitas alternativas diferentes, e uma das dúvidas mais comuns é: o que vale mais a pena, construir ou comprar uma casa?

O fato é que as duas escolhas, embora sejam bastante distintas, apresentam vantagens muito interessantes e que se adequam perfeitamente a determinados tipos de perfil. Você também está vivendo esse dilema e quer aprender um pouco mais sobre o tema? Então confira o conteúdo que preparamos!

Quais são as vantagens de construir?

Economia de dinheiro

Inegavelmente, a economia de dinheiro é uma das maiores vantagens de construir uma casa. Comprar o terreno e fazer a obra certamente dará muito mais trabalho, mas isso é amplamente recompensado se você pensar em como o seu orçamento ficará mais tranquilo com o quanto será poupado nos gastos de construção.

Entre outras coisas, você poderá definir quais serão os materiais utilizados, aproveitando promoções e investindo o seu capital nos artigos que considerar essenciais. Também é possível comprar itens de acordo com seu gosto pessoal, distribuindo-os de uma forma mais equilibrada e menos dispendiosa.

Possibilidade de personalização

Outro ponto que faz com que muita gente se aventure no universo da construção civil é a possibilidade de personalização que essa modalidade proporciona. Quando é você quem faz a obra, fica muito mais simples definir a planta do jeito que bem entender, considerando os seus próprios anseios e as demandas da sua família.

Se vocês gostam de receber amigos, por exemplo, é perfeitamente possível investir em um conceito amplo e criar uma cozinha americana ou um espaço gourmet. Se tiver muitos filhos, alguns quartos e banheiros a mais também são uma excelente escolha. Gosta de cachorros? Então um quintal amplo com canil é uma boa pedida.

Instalações novas

Imóveis usados são bastante valorizados em diversos locais do Brasil, sobretudo em cidades grandes, como Rio de Janeiro e São Paulo. Isso ocorre porque, em linhas gerais, eles estão localizados nos bairros mais nobres. No entanto, é preciso levar em conta que muitas dessas unidades foram construídas há décadas.

Diante dessa realidade, não é incomum que elas estejam em desacordo com o estilo de vida moderno, com poucas tomadas disponíveis ou mesmo encanamentos menos eficientes. Porém, optando pela construção, você poderá fazer tudo do seu jeito, tendo instalações completamente novas, adequadas e que não demandarão manutenções por muito tempo.

Prazo para mudar

Em dias tão corridos como os de hoje, ter um prazo extra para mudar não é uma má ideia. Você deve ter em mente que partir para outra casa envolve muito mais do que a mera contratação de uma empresa de mudança, mas sim uma verdadeira revolução no seu estilo de vida e no de sua família.

É preciso, entre outras coisas, avaliar os novos percursos para o trabalho, conhecer os estabelecimentos comerciais disponíveis no bairro, achar um novo clube ou academia de ginástica e, eventualmente, até mudar os filhos de escola. Diante disso tudo, o tempinho a mais até a finalização da obra acaba sendo muito bem-vindo.

Como economizar ao construir sua casa?

Como dissemos, construir uma casa atualmente sai mais em conta do que comprar uma residência já pronta. Ainda assim, você pode fazer uma economia considerável se levar algumas recomendações em consideração. Confira, logo abaixo, dicas que podem ser muito úteis para economizar na construção.

Faça um bom planejamento pré-obra

Quanto mais planejada for sua casa, maiores as chances de ela ter um custo mais baixo do que o esperado. Isso porque o planejamento pré-obra é importante para decidir todos os detalhes a respeito da edificação.

Assim, invista bastante tempo nesse período e procure inspirações de design na vizinhança e na internet. Acredite: essa preparação pode ajudar você a não ter gastos inesperados depois que a obra começar. Converse com a sua família, reúna as melhores ideias e estipule um valor para cada material a ser utilizado.

Escolha os itens de construção com cuidado

Ainda na fase de planejamento, faça uma cotação do preço de todos os itens que serão usados, como tijolo, cimento, madeira, pias, portas, puxadores, encanamentos, janelas, azulejos etc. A ideia é descobrir materiais que caibam no seu orçamento e, ao mesmo tempo, correspondam ao que foi estipulado para o projeto.

Ao analisar a relação entre custo e benefício de um determinado item, não se esqueça de estabelecer uma comparação entre as alternativas disponibilizadas por outras marcas. Lembre-se: nem todas as tecnologias e recursos adicionais justificam uma grande elevação no preço. Por isso, separe o que você precisa do que é opcional e priorize as necessidades.

Construa verticalmente

Você sabia que uma casa de dois andares tende a ser mais barata do que uma residência térrea com a mesma metragem? Isso acontece não só pelo tamanho do terreno sobre o qual ela será construída, mas também pela fundação de sua estrutura. Dessa forma, prefira construir na vertical, se possível.

Escolha muito bem os profissionais

Tenha bastante atenção na hora de escolher a equipe que ficará responsável pela obra: pedreiros, eletricistas, engenheiros e afins. Caso contrate uma construtora para lidar com todas as etapas da construção, busque referências da empresa e tente saber se ela é confiável. Desconfie de preços muito abaixo da média praticada no mercado, já que isso pode trazer grandes dores de cabeça no futuro.

Cuide da pintura

Mobilizar a família e alguns amigos para pintar a casa é uma boa ideia. Essa atividade pode ser bem divertida e livrará você de mais um custo. Dependendo do tamanho da residência, a pintura é finalizada até mesmo em um fim de semana.

Personalize a decoração

O acabamento e a decoração são aspectos muito importantes ao construir uma moradia: é nesses estágios que sua nova casa ganhará uma identidade. De qualquer forma, é perfeitamente possível economizar nessa fase. Para isso, evite comprar itens decorativos por impulso e aposte em objetos personalizados, feitos por você ou por algum familiar.

Tenha em mente que, apesar de relevantes, esses são elementos complementares. Caso não seja possível conciliar esse gasto no ato da construção, saiba que, com o tempo, você pode decorar a casa do jeito que quiser e sem cometer loucuras financeiras.

No entanto, se ainda está na dúvida quanto ao que vale mais a pena, construir ou comprar, veja a seguir as vantagens de adquirir um imóvel!

Quais são as vantagens de comprar?

Facilidade no financiamento

Embora seja possível fazer um financiamento para construir, o fato é que a modalidade mais comum nas instituições bancárias ainda é para a compra de unidades já prontas. É dessa forma que os bancos e os gerentes estão habituados a fazer e, por isso mesmo, o cliente acaba tendo mais alternativas para uma aquisição tradicional.

Como dissemos, também existem linhas para quem possui um terreno e quer apostar na construção da própria casa. Porém, não é tão simples conseguir o empréstimo, e algumas alternativas podem exigir que o proprietário conte com recursos próprios para iniciar a obra, o que dificulta a vida de quem deseja começar do zero.

Também não podemos deixar de citar o consórcio como uma alternativa muito interessante. Para quem não precisa se mudar imediatamente, essa opção possibilita pagar valores menores do que os necessários em um financiamento, além de não sofrer com a incidência de juros.

Avaliação mais simples

Ainda que construir um imóvel saia mais barato no final das contas, é praticamente impossível saber ao certo quanto você gastará em sua obra. Imprevistos acabam surgindo eventualmente, seja pela necessidade de comprar outros materiais ou de arcar por mais algum tempo com a mão de obra — e é você quem precisará pagar qualquer despesa ou gasto inesperado durante esse período.

Já uma unidade pronta tem avaliação mais simples e evidente, pois você estará diante de uma propriedade que já está finalizada, o que permite uma checagem bem fácil dos itens que fazem a diferença no preço, como a estrutura, o acabamento, as instalações, a manutenção e os aspectos visuais.

Mudança imediata

Se para algumas pessoas ter um prazo para se mudar é bastante positivo, para outras a possibilidade de mudança imediata é fundamental. E, nesse caso, investir em um imóvel pronto é altamente vantajoso, pois o local já está finalizado, e será uma questão de apenas organizar as suas coisas e partir.

Por outro lado, ao optar por construir o seu lar, você deve ter em mente que essa é uma escolha de longo prazo. Em uma propriedade já edificada você apenas terá o trabalho de procurar, escolher e finalizar a transação. E em vez de se afundar em desenhos esquemáticos, projetos e negociações de mão de obra, você poderá ver se a região combina com as suas expectativas.

Localização privilegiada

Por fim, a localização é um fator que pesa muito na decisão de quem está na dúvida entre construir ou comprar uma casa. Embora a grande maioria dos centros urbanos brasileiros esteja crescendo para novos distritos, o fato é que as propriedades que já estão prontas costumam ficar nos bairros mais nobres e valorizados.

Isso ocorre porque, em linhas gerais, essas áreas contam com uma boa demanda de procura há muito tempo e, dessa forma, os terrenos disponíveis já acabaram há anos ou mesmo décadas. Para achar um lote, você provavelmente precisará ir para mais longe, e isso pode demandar algumas horas a mais no trânsito todos os dias.

E então, decidiu se é melhor construir ou comprar casa? Gostou deste conteúdo? Para continuar se atualizando sobre o assunto, leia também o nosso post sobre as 9 vantagens de morar em uma casa!

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.