Planejamento Financeiro

Saiba mais sobre o que é um banco de investimento e suas vantagens

Quer saber se o banco de investimento é o mais indicado para você? Leia este post e entenda mais sobre o assunto.

Se você não tem familiaridade com o mercado financeiro, pode facilmente se confundir com os diversos termos existentes. Um deles é o banco de investimento e suas diferenças em relação ao banco comum.

A boa notícia é que não precisa entrar em desespero: todo mundo que está procurando maneiras de guardar dinheiro com uma boa rentabilidade já deve ter se feito as mesmas perguntas.

Foi pensando nessa realidade que escrevemos este post, explicando melhor o que é o banco de investimento e por que você deve conhecê-lo. Confira!

O que é banco de investimento?

O banco de investimento foi criado após a crise da Bolsa de Nova Iorque em 1929, quando o Estado resolveu proteger os depósitos dos correntistas e criou a distinção entre bancos comerciais e os de investimentos. No Brasil, os primeiros bancos de investimentos foram regulados na década de 1960, quando ocorreu a reforma do sistema financeiro.

Os bancos de investimentos, também identificados pela sigla BI, são sempre instituições financeiras privadas especializadas em operações de participação societária de caráter temporário, financiamento de atividades produtivas e de administração de recursos de terceiros.

A função desse tipo bancário é de fomentar investimentos das mais variadas formas. A resolução 2.624/1999 do Conselho Monetário Nacional nos ensina que as principais operações ativas dos bancos de investimento são financiamentos de capital fixo e de giro, subscrição ou aquisição de valores e títulos, depósitos interfinanceiros e repasses de empréstimos externos. É por meio dessas transações que os BIs captam recursos.

Ao contrário do que acontece com os bancos comuns, os bancos de investimento não oferecem conta-corrente ou poupança, uma vez que não podem captar capital fazendo uso de tais produtos.

Quais são as diferenças entre o banco de investimento e o banco comum?

Como dito, uma das maiores diferenças entre banco de investimento e os bancos comuns são a maneira deles captarem recursos para aferir lucro.

Enquanto o banco comum oferta diversos tipos de produtos, como conta-corrente, conta-salário, poupança e cartão de crédito, o banco de investimento não tem nenhuma dessas opções.

O primeiro lucra com o spread bancário, que é basicamente a diferença entre o valor captado e o emprestado aos clientes. Já o segundo lucra com a cobrança de taxas sobre as operações que são intermediadas pela instituição.

Engana-se quem acha que o banco comum e o banco de investimento são opostos. Há a modalidade de bancos múltiplos, que é a maneira de tirar proveito dos dois modelos bancários, uma vez que podem operar tanto como banco comercial quanto como banco de investimentos.

Quais são os serviços oferecidos por bancos de investimentos?

Assim como acontece com os bancos comuns, as atividades realizadas pelos bancos de investimentos são definidas e fiscalizadas pelo Banco Central. No caso do BI, elas são as seguintes:

operações com participação societária;
- administração de capital de terceiros;
- assessoria financeira;
financiamento de atividades relacionadas à produção para suprimento de capital de giro e fixo;
empréstimos de médio e longo prazo;
aquisição de valores e títulos mobiliários;
- emissão de títulos como o certificado de depósito bancário (CDB) e o recibo de depósito bancário (RDB);
- repasses de empréstimos externos, entre outros.

Sabemos que muitos desses termos são totalmente desconhecidos para quem ainda é novo no mundo financeiro. Pensando nisso, separamos algumas das atividades listadas para explicar melhor nos tópicos abaixo.

Assessoria financeira

Para quem está em dúvida a respeito de qual investimento fazer, o banco de investimento disponibiliza um profissional especializado no assunto e que auxilia os seus clientes tanto na aplicação quanto na retirada de capital de uma empresa.

Emissão de títulos

Como dito, o banco de investimento não trabalha com produtos, como conta-corrente ou poupança, que são modalidades de pagamento à vista. Uma das formas de levantar recursos próprios é emitindo títulos de CDBs e RDBs, por exemplo.

Financiamentos

Os bancos de investimentos podem realizar empréstimos por meio de títulos de depósito bancário para financiar o capital de giro de médio a longo prazo de empresas.

Quais as diferenças entre Banco de Investimento e Corretoras de valores?

As corretoras de valores também são personagens importantes no mundo financeiro e, não raro, são confundidas com os bancos de investimento.

O papel da corretora é intermediar a compra e a venda de ações, títulos públicos federais, títulos de crédito privado, contas de fundo de investimento, entre outros, e fazer o dinheiro dos clientes render.

Suas atividades também são reguladas pelo Banco Central e fiscalizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A principal vantagem da corretora de valores em relação ao banco de investimento é a quantidade de opções, uma vez que ela é capaz de ofertar produtos de diversas instituições.

Com isso, o investidor pode encontrar a melhor rentabilidade e o tipo de investimento que esteja de acordo com o seu perfil e suas necessidades.

Como começar a investir?

Investir o seu dinheiro é mais simples do que parece. Com a ajuda da internet, há diversos conteúdos com informações completas e de fontes confiáveis que estão a apenas um clique de distância.

Primeiramente, é necessário criar a sua reserva de segurança, que é aquela destinada a imprevistos que podem ocorrer dentro do mês. Para tanto, mesmo que a rentabilidade do investimento não seja alta, o importante é que ele conte com uma boa liquidez.

Liquidez é a facilidade com a qual você tem acesso ao dinheiro investido. A poupança, por exemplo, embora conte com uma rentabilidade muito ruim em relação a outros investimentos, tem uma ótima liquidez para servir como reserva de emergência.

Uma opção é fazer uso dos bancos digitais. Diversos deles, como é o caso do Nubank, oferecem ótimas taxas de retorno, acima da poupança, com uma boa liquidez.

Outro ponto importante é aprender a diversificar a sua carteira de investimentos. Escolha opções nos perfis conservador e intermediário, a princípio. Quando você estiver um pouco mais experiente ou puder contar com a assessoria de um profissional especializado e de confiança, comece a se aventurar nos investimentos mais arrojados, que embora ofereçam alto risco, também contam com uma ótima rentabilidade.

O consórcio também é uma maneira de investir o seu dinheiro. Se você tem interesse na construção do seu patrimônio e ainda tem certas dificuldades para poupar, veja as opções disponíveis de carta de crédito. Dessa maneira você consegue planejar a compra da sua casa própria ou a troca do seu carro, por exemplo, sem ter que arcar com o pagamento dos juros de financiamento.

Trace o seu planejamento financeiro e escolha um investimento sustentável para que você alcance os seus sonhos e conte com uma aposentadoria tranquila. Lembre-se que quanto mais cedo você começar, melhor vai ser.

Agora que você já sabe a diferença entre banco de investimento, banco comum, múltiplo e corretora de valores, chegou a hora de definir qual é o melhor lugar para começar a investir. Se quiser aprender ainda mais, leia o nosso guia prático de controle financeiro.
Controle Financeiro Um Guia Pratico Para Se Organizar E Comecar A Investir Banner Artigo Blog

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.