Planejamento Financeiro

Trabalhar como freelancer: quais são as vantagens e como começar?

Leia nosso artigo e conheça quais são os benefícios e o que fazer para começar a trabalhar como freelancer.

Em um mundo cada vez mais diverso e em constante transformação, a ideia de trabalhar como freelancer tem atraído muitas pessoas que não querem ficar presas a um emprego no qual não terão tempo nem espaço para desenvolverem outras atividades.

Conhecer as vantagens dessa alternativa é essencial para extrair o melhor dela e obter resultados positivos como profissional autônomo.

Se você quer saber quais são os benefícios, o que fazer para começar a trabalhar como freelancer e quais são os principais erros que devem ser evitados, continue lendo este post. Temos informações importantes para o seu futuro profissional.

Quem é o profissional freelancer?

O freelancer nada mais é do que aquele profissional que não tem vínculo empregatício com uma empresa, ou seja, ele é autônomo e presta serviços de maneira remota e por um determinado tempo. 

Hoje, existem diversas opções de trabalho freelancer, como redatores, fotógrafos, designers, programadores, jornalistas, músicos, entre outros. Essa profissão se tornou uma excelente alternativa tanto para quem precisa de um espaço no mercado de trabalho quanto para quem quer ter uma renda extra.

Nesse cenário, você pode prestar serviços como pessoa física ou como MEI (Microempreendedor Individual). Neste último caso, você tem a vantagem de ter benefícios fiscais, possibilidade de emitir nota fiscal (fator que aumenta as chances de conseguir mais jobs) e, em caso de prestar serviços para plataformas online, o Imposto de Renda não será mais retido na fonte ao alcançar o teto máximo de recebimento.

Quais são as principais vantagens de trabalhar como freelancer?

Abaixo, elencamos as três características principais que definem o dia a dia do profissional freelancer. Se você souber usá-las estrategicamente, poderá alcançar excelentes resultados. Confira!

Networking

Independentemente se o contato com os seus clientes se dará por meio de uma plataforma online ou de forma presencial, é fato que o seu trabalho poderá alcançar um número muito maior de pessoas do que se você trabalhasse para uma única empresa todos os dias.

Isso também significa que os seus lucros poderão aumentar substancialmente se você trabalhar bem a sua rede de contatos (networking). Afinal, você não será assalariado, não haverá limites para o quanto pode trabalhar e ganhar.

Isso abre um campo de possibilidades enorme para o seu trabalho, que, se bem usado, pode ser mais vantajoso do que se dedicar como funcionário.

Flexibilidade

Trabalhar no esquema tradicional é considerado um sacrilégio por um grande número de profissionais. Quando se é freelancer, você mesmo organiza os seus horários e, se precisar alterá-los, não tem problema, ninguém vai dizer que você está errado por fazer aquilo que funciona melhor no seu dia a dia.

Em empresas com uma estrutura mais rígida, você dificilmente teria essa autonomia e liberdade. Isso permite que você cuide de outras coisas que não são trabalho, mas que são igualmente importantes na sua vida.

Experiência profissional

Trabalhar muitos anos em uma mesma empresa pode ser ótimo por uma questão de estabilidade, mas também pode deixar você “viciado” no modus operandi daquele lugar.

Pelo fato de você desenvolver diferentes trabalhos, para diferentes clientes e em momentos diversos, o seu know-how pode crescer exponencialmente enquanto atua como profissional freelancer. Essa é certamente outra grande vantagem.

Quais as principais oportunidades para trabalhar como freelancer?

Existem inúmeras oportunidades para prestar serviços como freelancer na internet. Veja as atuações mais promissoras.

Produção de textos

Se você gosta de escrever e quer ganhar dinheiro com isso, a produção de textos é uma boa pedida. Para se consolidar nesse segmento, é preciso ler e estudar muito para desenvolver conteúdos de qualidade.

O faturamento é por produção. Uma agência, blogueiro, empresa ou plataforma pode contratá-lo para um pacote definido de artigos, você segue as pautas recomendadas e os entrega, podendo receber no mesmo dia ou na semana seguinte.

Por vezes, alguns clientes apreciam tanto o trabalho realizado por alguns produtores que os pagam antes, a fim de ter seus textos prontos para publicar assim que for possível. Isso ocorreria em uma empresa onde sua remuneração é marcada para uma data específica? Certamente não.

Tradução

Um bom tradutor deve ser fluente tanto na língua original de um conteúdo, quanto na de destino. Em geral, o objetivo é traduzir de um idioma estrangeiro para a linguagem materna.

Existem quatro tipos de trabalho freelancer nessa área:

- tradução literária: glossários e livros;
- tradução técnica: artigos científicos, manuais de aparelhos e máquinas, livros técnicos etc;
- tradução de conteúdos de mídia: legendagem de filmes, documentários, séries e clipes musicais;
- traduções jornalísticas: matérias, notícias e pesquisas.

Web design

O web designer planeja e desenvolve características visuais para a internet. Isso inclui projetos como blogs, ilustrações para redes sociais, lojas virtuais, sites, ícones, logotipos, páginas avulsas e outras atividades digitais.

Seu objetivo é desenvolver materiais virtuais que sejam atrativos e que garantem uma boa experiência de usabilidade para o consumidor. Ele consegue esse resultado por meio de interfaces interativas e funcionalidades intuitivas.

Marketing digital

O campo de marketing digital é muito amplo e oferece diversas funções para vários perfis profissionais. Veja as áreas de atuação mais promissoras:

- produção de conteúdo em texto, áudio e vídeo;
- otimização de mecanismos de pesquisa (SEO) para ranquear diante da concorrência;
- marketing de afiliados para direcionar potenciais compradores e ganhar por meio de cliques;
- planejamento de marketing.

Existem inúmeros cursos online (pagos e gratuitos) que podem aprimorar seus conhecimentos sobre a área. Se você se dedicar a eles, não terá de dificuldades para conseguir certificados de marketing digital, montar um portfólio e correr atrás de trabalhos relacionados.

Gestão de redes sociais

Como o nome sugere, a gestão de mídias sociais é uma série de ações aplicadas para melhorar os resultados de divulgação e venda por meio desses canais. Ao oferecer ajuda especializada, você pode colocar a empresa contratante em evidência na web.

Algumas tarefas que podem ser realizadas são:

- pesquisar e selecionar as redes sociais que mais geram tráfego para a marca;
- definir o tipo de conteúdo e a frequência de postagens;
- garantir uma interação ativa com o público.

Programação

Para ser programador freelancer é necessário ter um computador compatível com programas para desenvolver projetos (aplicativos, softwares e sistemas em geral). Uma internet rápida e ferramentas para fazer videochamadas também são bem-vindas, pois muitos contratantes costumam fazer entrevistas antes de fechar contratos.

Não é necessário ter diploma, mas não significa que um programador não deve estudar, fazer cursos e acompanhar tendências. Ler tudo sobre o mercado tecnológico e buscar novas formas de otimizar as tarefas deve fazer parte da sua rotina.

Quais são as melhores práticas para trabalhar como freelancer?

Agora que você já conhece os principais benefícios de trabalhar como freelancer, é hora de fazer acontecer. Abaixo, separamos algumas dicas importantes para ter em mente e seguir quando for colocar a mão na massa. Veja!

Cadastre-se em plataformas de freelancer

Não é raro hoje encontrar plataformas de freelancer para as mais diversas áreas, seja em design gráfico, seja em marketing digital, só para citar alguns exemplos. Existem ainda sites em que é possível anunciar tudo quanto é tipo de serviço, desde consultorias de advocacia até babysitting.

O importante é você conhecer bem a área em que vai atuar e verificar como é o funcionamento dela na internet e quais possibilidades oferece, por exemplo. Você perceberá que para tudo existe algum formato online que trará maior flexibilidade para a sua vida como freelancer.

Monte um portfólio

Já falamos algumas vezes ao longo deste post que a sua cartela de clientes poderá ser extensa como profissional autônomo. Agora, imagine ter que explicar para cada um deles os seus principais trabalhos e, toda vez que mostrar a eles uma prova, ter que revirar as suas gavetas ou passar minutos procurando os arquivos no seu computador.

Com certeza existe uma maneira mais fácil de você resolver isso, e a melhor de todas é montar um portfólio. Assim, você não só terá em mãos os seus trabalhos mais importantes, mas também poderá divulgá-los para encontrar novos clientes.

Inclusive, algumas plataformas para freelancers também permitem que você disponibilize o seu portfólio online.

Precifique os seus serviços

Um ponto inevitável e que deverá estar muito claro quando você for negociar com o cliente é a precificação dos seus serviços. Alguns critérios básicos que podem ser usados para isso são:

- o preço praticado no mercado;
- o tempo gasto para desenvolver determinada peça ou prestar um serviço;
- o tempo investido para se especializar e oferecer tal serviço com qualidade;
- o quanto é gasto com transporte, matéria-prima, ferramentas e demais acessórios.

Sabendo qual é o preço praticado no mercado e o quanto você está investindo, ficará mais fácil ter ideia de um preço real, que seja justo e funcione no momento de negociar com o cliente. Pense nisso.

Organize os horários

Sejamos sinceros, todas as vantagens apresentadas na primeira parte do nosso post de nada valerão se você não souber organizar os seus horários, não é mesmo? Afinal, a ausência de um chefe pode ser tão benéfica quanto um problema, dependendo da forma como você lida com as suas responsabilidades.

Nesse sentido, um pouco de autoconhecimento pode fazer muito bem para quem está pensando em trabalhar como freelancer. Por isso, organize com clareza como seriam os seguintes processos no seu cotidiano:

- o local em que você trabalharia como autônomo (em um home office, um escritório compartilhado ou quem sabe até ao ar livre);
- quais seriam as suas horas de trabalho e de ócio;
- se houver outras pessoas em seu local de trabalho, de que forma negociaria com elas para ter mais silêncio e focar no trabalho.

Essas são algumas perguntas sobre aspectos práticos que podem dar real noção de como seria e até mesmo quanto custaria manter o seu padrão como profissional autônomo. Tome um tempo se organizando e, quando for para a ação, faça da melhor maneira possível.

Tenha foco

Nosso último tópico é um desdobramento do anterior, já que você só conseguirá usufruir dos benefícios de viver uma vida bem organizada se tiver o foco necessário para cumprir tudo aquilo que se propôs.

Tanto que não é raro hoje, com tantos profissionais optando pela carreira freelancer, vermos muitas pessoas reclamando de si mesmas no quesito procrastinação — na internet, o que não faltam são textos sobre o assunto e formas de resolver o problema.

Por isso, se você se distrai facilmente no trabalho, silencie o celular, desligue o Wi-Fi de seu aparelho telefônico e fique longe da televisão. Se alguns desses itens for necessário para a realização do trabalho, então aprenda a usá-los com sabedoria. Nada pior do que perder boas oportunidades por detalhes como esses.

Quais são os principais erros que um freelancer deve evitar?

Assim como em qualquer negócio, o trabalho freelancer não está isento de erros. No entanto, é preciso evitá-los para não prejudicar a sua imagem no mercado e, consequentemente, diminuir a sua demanda. Conheça os principais deles a seguir!

Não administrar bem o seu dinheiro

Quando você trabalha de maneira autônoma, é preciso aprender a se organizar melhor financeiramente. Como os recebimentos são separados por clientes, o freelancer pode se perder facilmente e gastar mais do que deve. Fazer uso de aplicativos financeiros ajudam a ter um melhor controle dos seus recursos e possibilitar a realização de novos investimentos.

Ser desorganizado

Prazos são compromissos constantes na vida de todo freelancer. Por esse motivo, você precisa organizar o seu dia para não atrapalhar o planejamento dos clientes e, ainda, prejudicar a sua imagem no mercado. Freelancers que não dão atenção aos prazos constantemente são vistos como profissionais irresponsáveis, e isso prejudicará muito a sua carreira.

Se comprometer com mais do que pode entregar

Ainda sobre os prazos, o que mais motiva esse problema é o fato de o freelancer se comprometer com mais tarefas do que pode entregar. Você conhece o seu limite e sabe até onde pode ir. Sendo assim, se você perceber que não dará conta do trabalho, converse com o seu cliente e trabalhe melhor os seus prazos ou indique outro parceiro para fazer o trabalho.

Não respeitar os seus clientes

Cliente é igual em todo lugar. Alguns enxergam você como autoridade no assunto e até pedem sugestões para otimizar os seus negócios. No entanto, existem outros que tratam você na base do “eu estou pagando”. Em situações como essas, sempre seja o mais educado possível e, se você perceber que o cliente não aceita o que você diz, avalie a possibilidade de encerrar a parceria para evitar maiores transtornos.

O trabalho como freelancer não é tão simples como as pessoas pensam, por isso, é preciso ter disciplina, atenção e cuidado com os seus compromissos para ter uma boa reputação no mercado e, assim, aumentar a sua demanda.

Se você gostou de saber quais são as vantagens e como começar a trabalhar como freelancer, não deixe de conferir também nossas dicas para otimizar o tempo no trabalho.

Racon Blog

Por Racon Blog

Data Publicado em 14 de Março de 2018 | Atualizado em 21 Julho de 2020.

trabalhar como freelancer trabalhar como freelancer freelancer freelancer

As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.