Quais elementos podem valorizar um imóvel e impactar em sua compra e venda?

Você sabe quais elementos podem valorizar o seu imóvel e contribuir para uma boa negociação? Confira neste infográfico!
  • Atualizado em February 1, 2021
  • Publicado em December 20, 2019
  • Infográfico

Valorizar um imóvel é, sem dúvida, um dos passos mais importantes que antecedem a sua venda. Na prática, essa valorização corresponde a todos os ajustes e melhorias realizadas com o objetivo de tornar o imóvel mais atrativo, diferenciado e confortável.

Existem diversos fatores que podem contribuir com a valorização do imóvel. Por exemplo, quem deseja adquirir uma casa nova certamente procura um imóvel íntegro, visualmente agradável e que está em perfeitas condições de uso.

Da mesma forma, quem pretende vender um imóvel precisa se preocupar com a sua estética, estado de manutenção e diferenciais. Afinal, todos esses pontos podem facilitar uma negociação, garantindo uma venda mais vantajosa.

No entanto, o que nem todos sabem é o que precisa ser levado em consideração na hora de valorizar um imóvel. Pensando nisso, preparamos este artigo listando alguns dos elementos que mais podem impactar na valorização de um imóvel. Continue a leitura e confira!

Localização

Dependente do local em que o imóvel está situado, o seu valor de mercado pode variar bastante. Nesse sentido, como você já deve saber, propriedades administrativas em regiões mais nobres da cidade tendem a ser mais valorizadas.

Por exemplo, casas e apartamentos de frente para o mar podem custar muito mais que outra propriedade do mesmo tamanho e com o mesmo número de cômodos, mas que não tenha esse diferencial da localização.

Nesse aspecto, alguns dos pontos que podem impactar na valorização do imóvel são:

  • proximidade do centro da cidade;
  • proximidade de shoppings, supermercados e outros comércios;
  • padrão do bairro;
  • sensação de segurança do local;
  • facilidade de acesso;
  • padrão do prédio;
  • andar - geralmente, apartamentos em andares mais altos são os mais buscados;
  • serviços de serviços públicos;
  • localização em condomínios fechados;
  • nível da urbanização do local - imóveis em áreas verdes, arborizadas e urbanizadas tendem a ser mais valorizadas, por exemplo.

Por essas e outras razões, é muito importante avaliar as características da região antes de fazer a sua escolha.

Se você está vendendo o imóvel, como anda o mercado imobiliário da região e quais são as projeções de valorização para os próximos anos. Isso certamente ajudará você a ofertar o seu bem por um valor mais justo.

Por outro lado, se você está comprando, quais são os pontos fortes e como fragilidades da região em que o imóvel está localizado, assim como o potencial de valorização ou depreciação. Essa medida simples pode garantir uma negociação mais transparente e vantajosa.

Estado do Imóvel

Valorizar o imóvel é muito importante para fazer uma boa negociação. Afinal, o objetivo principal de todos os envolvidos na transação é fazer o melhor negócio possível. Sendo assim, antes de tomar uma decisão - de compra ou de venda - é preciso ter alguns cuidados, e um dos mais importantes é checar o estado de conservação do bem.

De maneira geral, quanto às melhores como condições do imóvel, menores são como possibilidades de ter dores de cabeça com reparos e reformas. Ou seja, adquirir uma propriedade em bom estado de conservação é sinal de que você não terá tantos gastos extras para especificar-la habitável. Por outro lado, vender um imóvel bem conservado facilita as concessões e ainda eleva o seu valor de mercado.

Nesse quesito, não importa se a intenção é comprar ou vender o imóvel; Algumas características precisam ser checadas com muita atenção. Entre elas, citamos:

  • estado geral da pintura interna e externa;
  • presença de trincas em paredes, pisos e revestimentos;
  • estado geral de estruturas da madeira, como móveis planejados, telhado e piso;
  • estado das instalações elétricas, respeitando e pontos de luz;
  • presença de infiltrações e vazamentos em tubulações;
  • defeitos em torneiras, registros e itens semelhantes;
  • estado de janelas e portas.

Se todos esses itens exigidos de acordo, isso já é um indicativo de que o imóvel está em bom estado e será mais valorizado.

Móveis planejados

Quando o assunto é valorizar um imóvel, os móveis planejados têm um papel muito importante. Esse tipo de mobília confere uma sensação de organização e sofisticação ao ambiente, pois são peças feitas sob medida para o imóvel, levando em consideração padrões de cores e tamanho.

Além disso, não se pode negar que os móveis planejados tornam casas e apartamentos muito mais harmoniosos e combinados, com tudo no seu devido lugar. Nesse sentido, os móveis planejados agregam vantagens tanto para quem vende o imóvel como para quem compra. Do ponto de vista do vendedor, é possível ofertar o imóvel por um preço mais alto, já que os móveis planejados agregam muito valor, sendo um excelente diferencial.

Para o comprador, embora o imóvel possa custar mais caro na hora de fechar negócio, não se pode esquecer que, ao comprar um apartamento ou uma casa com móveis planejados, não será necessário gastar com a compra de armários. Também será possível usar um ambiente mais organizado e requintado.

No entanto, é importante deixar claro que, como qualquer outro item que equipa o imóvel, os móveis planejados também precisam passar por alguns cuidados de conservação para que se mantenham íntegros e agreguem valor a todo o ambiente. Por isso, é fundamental checar o estado moderno móveis e, caso necessário, realizar alguns reparos.

Impostos em dia

Problema com o fisco é algo que ninguém quer ter. Por essa razão, outro ponto que ajuda a valorizar um imóvel é ter documentos em dia. Se você estiver comprando, junto à prefeitura se o IPTU está em dia. Caso existam parcelas atrasadas, também é importante para averiguar a existência de execução fiscal junto à Fazenda Pública da Comarca.

Ao fechar negócio, também é muito importante realizar todos os procedimentos legais para formalizar a compra e venda e os ponteiros em cartório relacionado à alienação / transferência do bem. Isso pode evitar dores de cabeça no futuro e resguardar ambas as partes em seus direitos e deveres.

Por fim, como você pôde observar ao longo deste conteúdo, entender quais são os principais elementos da valorização do imóvel é fundamental tanto para o vendedor, que terá bons retornos, para o comprador, que fará uma boa aquisição.

Em resumo, podemos concluir que, quanto mais valorizado é o imóvel, maiores são as chances de que ambas as partes se sintam satisfeitas com o negócio. Isso quer dizer que apostar em elementos que aumentem o valor da propriedade não é um gasto, mas sim um investimento.

Então, gostou deste artigo? Para você que está pensando em realizar o sonho da casa própria, aproveite e confira também nosso conteúdo que mostra quais os itens merecem mais atenção em um contrato de compra de imóvel!
As informações que constam nesse artigo podem sofrer atualizações sem aviso prévio.
Mostrar comentários
Leia também
pie_chart
Infográfico

7 cidades para conhecer na América do Sul

pie_chart
Infográfico

Saiba o que é e como funciona um consórcio de serviços!

pie_chart
Infográfico

Conheça os 4 principais benefícios do consórcio imobiliário!